Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

A tribo Algonquina e o ritual de passagem

No description
by

Jessie Moon

on 11 December 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of A tribo Algonquina e o ritual de passagem

O povo Algonquino e o ritual de passagem

Efeitos da Wysoccan
A curto praso provoca:
- Comportamento violento;
- Desconecção da realidade;
- Nauseas;
- Convulsões;
- Aumento do nível cardíaco.

A longo praso provoca:
- Alucinações frequentes;
- Perda permanente de memória;
- Esquecimento da fala ou movimento;
- Esquecimento da sua identidade;
- Morte.
Ritual de passagem
Nesta tribo os rapazes de 16 anos são levados para longe da restante tribo e enjaulados. Seguidamente são forçados a ingerir uma mistura de uma planta altamente alucinogénia, chamada de Wysoccan. Após a injestão dessa mistura os rapazes ficam encarcerados durante 20 dias.
O propósito deste ritual é fazer com que os rapazes:
- se esqueçam da sua infância;
-provem a sua resistência ao vencerem a morte;
-mostrem a sua paixão pela tradição da tribo.

Após o ritual os rapazes tornam-se homens.
Dado que a mistura utilizada é muito perigosa acarreta consigo vários problemas e efeitos, pois afeta as mensagens químicas do cérebro para os nervos, e provoca intensas alucinações.
Esta droga força o esquecimento das memórias da infância, pois são consideradas pela tribo um sinal de fraqueza e imaturidade. Se os rapazes, após o ritual, ainda mostrarem que se recordam da infância, são novamente levados para administrarem uma segunda dose.


Sobre a tribo
É um povo norte-americano, mais especificamente canadiano. Estima-se que o povo tenha cerca de 2000 anos e estabeleceu-se no Quebec em 1613.
Este subdivide-se em tribos que se encontram nove em Quebec, e uma em Ontario, e ao todo reconhece-se que tem uma população de cerca de 11.000.

A nível social
A tribo algonquina contêm uma sociedade patriarcal, em que as mulheres têm que viver com as famílias dos maridos.
Durante o inverno juntam-se os vários grupos para sobreviverem mais facilmente ao frio, por oposição, durante o verão separam-se.
Praticam usualmente atividades tradicionais como pescar, caçar, etc.
Wysoccan
A mistura alucinogénia usada no ritual, Wysoccan, é bastante perigosa, deriva da erva Jimson, que é 100 vezes mais forte que o LSD (dietilamida do ácido lisérgico- substância muito alucinogénica).
Esta erva foi banida dos EUA em 1968.
Comparação de culturas
A cultura Algonquina considera as memórias de infância más, tornam as pessoas fracas e imaturas.
No entanto, na nossa cultura acredita-se que crescemos e desenvolvemos a partir das nossas memórias e que a experiência da infância molda-nos na pessoa em que nos vamos tornar no que diz respeito a crenças, tradições e opniões.
Erva de Jimson
Jéssica Silva Tavares, nº11 12ºB
Disciplina: Psicologia B
Professora: Manuela Arriaga
Necessidade da cultura
O ritual de passagem é muito importante para esta tribo, porque representa a chegada da maturidade dos rapazes, é a tradição mais privilegiada desta tribo, e indica-nos o quanto os algonquinos dão importância a novos inícios, à vida de maturidade e à valorização do pensamento de nunca serem crianças novamente.
Introdução
O ser humano é um ser geneticamente predisposto para a sociabilidade, sendo considerado um ser bio sociocultural, e é na interação social que o homem se torna humano. O desenvolvimento social implica o uso simultâneo de duas funções:
-
função de integração
, que refere-se à inclusão no grupo social e leva o individuo a ajustar as suas condutas aos modos sociais vigorantes.
-
função de diferenciação
, que refere-se à construção da identidade e à conquista de um lugar adequado no seu meio social.

O que se entende por socialização?
Designa-se de socialização o processo em que os indivíduos se integram num grupo social, adquirindo as atitudes, crenças e valores mais significativos da cultura desse grupo. Existe dois tipos de socialização, a
socialização primária
que é feita durante a infância e visa a aquisição de normas que permitem adaptarem-se a situações do quotidiano, e a
socialização secundária
que ocorre na idade adulta e visa uma readaptação do ser às circunstâncias do meio, como a perceção do seu estatuto e papel na sociedade.
Cultura
Define-se, então, por cultura a herança social constituída por crenças, normas, costumes, valores e atitudes comuns a uma coletividade e transmitida à geração seguinte, ou seja tudo o que é humano é cultura.
Em cada cultura existem padrões, que são modelos inspiradores do que os seres humanos devem fazer para se integrarem, e que lhes permitem saber os comportamentos que podem esperar dos outros. Os
padrões culturais
são úteis ao individuo pois favorecem a sua adaptação, contribuem para conhecer e prever as reações sociais e ainda lhe dão consciência da sua pertença ao grupo.

Netgrafia/ Bibliografia
-https://prezi.com/v69d_ocsxqz7/edit/#8 ; consultado em 4/12/2014.

-http://uk.askmen.com/top_10/entertainment/top-10-male-initiation-rituals_6.html ; consultado em 4/12/2014.

-https://pt.wikipedia.org/wiki/Algonquinos; consultado em 6/12/2014.

- Livro de Psicologia B 12, volume 1 , editora ASA
Full transcript