Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Teoria Estruturalista

No description
by

Roger Bezerra

on 15 September 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Teoria Estruturalista

Teoria Estruturalista
da Administração

Desenvolvimento das Sociedades
1ª Etapa da Natureza

Os elementos da natureza constituíam a base única de subsistência da Humanidade.

Desenvolvimento das Sociedades


Etapa do Capital

O capital prepondera sobre a natureza e o trabalho, tornando-se um dos fatores básicos da vida social.

A Organização formal

Geralmente é um padrão de organização determinado pela administração como um esquema de trabalho e poder de controle, regras e regulamentos de salários.
EX: empresas tradicionais com longo tempo no mercado.
A Organização informal

Está referindo-se ao relacionamento interpessoal ou seja as relações sócias que se desenvolvem espontaneamente entre o pessoal ou trabalhadores
ORIGENS DA TEORIA ESTRUTURALISTA
As teorias que antecederam a Teoria Estruturalista, foram a Teoria Clássica com enfoque nos aspectos formais da organização e a Teoria das Relações Humanas mais preocupada com os aspectos informais, com a abordagem estruturalista ocorreu uma ligação entre os dois conceitos de organização formal e informal resultando em um panorama teórico e mais complexo de organização.
Max Weber
Tipologia das Organizações
Blau e Scott apresentam uma tipologia das organizações baseada no beneficiário, ou seja, de quem se beneficia com a organização.
Para BLau e Scott, há quatro categorias de participantes que podem se beneficiar com uma organização formal:

Tipologia das Organizações segundo Etzione.
Tipologia de Etzioni:
Formas de Organização
Outros personagens importantes no Estruturalismo
Ambiente Organizacional
Interdependencia das organizações com a sociedade:
Toda organização depende das outras organizações e da sociedade para sobreviver, são essas interdependências que podem acarretar conseqüências como as mudanças de objetivos no ambiente externo.
Faculdade IBGM.
Disciplina:
Ferramentas Estrategicas
Prof. MSc
Gilberto Lapa
Equipe:
Bruno Xavier
Hugo Raffael
Jonathas Jeferson
Rayane Maria
Renata Passos
Roger Bezerra
Uriel Bittencourt
Referências Bibliograficas:

CHIAVENATO, Idalberto. Introdução à teoria geral da administração. 7.ed. RIO DE JANEIRO: Elsevier, 2004. 634p.

ETZIONI, Amitai. The moral dimension. Toward a New Economics. New York: Free Press, 1990. pp. 199-216 (Capítulo 12 - Encapsulated Competition).

Karl Marx
Teoria Clássica
- Conhecida também como Teoria Burocrática.
- Aspectos Formais.
Teoria das Relações Humanas
- Aspectos Informais.
Teoria Estruturalista
Inspirada na abordagem de Max Weber e, até certo ponto, nos trabalhos de Karl Marx.
Teorias incompativeis entre sí -
tornou necessária uma posição
que integrasse os aspectos que
eram considerados por uma e omitidos pela outra e vice-versa. Surgindo assim a Teoria Estruturalista que é das duas teorias.
Nicolas Boubaki -
Matematica
Claude Lévy Strauss - Ciências Sociais
Sociologia
Amitai Etzioni
Peter Blau
Thompson
2ª Etapa do Trabalho

Os elementos da natureza passam a ser transformados através do trabalho, que conquista rapidamente o primeiro plano entre os elementos que concorrem para a vida da Humanidade.


OPOSIÇÃO ENTRE A TEORIA TRADICIONAL E DAS RELAÇÕES HUMANAS.


NECESSIDADE DE VISUALIZAR A ORGANIZAÇÃO COM UMA UNIDADE SOCIAL.


A INFLUÊNCIA DO ESTRUTURALISMO NAS CIÊNCIAS SOCIAIS.


NOVO CONCEITO DE ESTRUTURA
Ao final da década de 1950, as Teorias Clássica e Relações Humanas criaram situações sem saída que a Teoria da Burocracia não deu conta de resolver, e a Teoria Estruturalista foi criada na tentativa de suprir essa carência de soluções na Administração. (CHIAVENATO, 2003).
4ª Etapa da Organização

A natureza, o trabalho e o capital se submetem à organização.

Richard Scot
Alfred Radcliffe Brown -
Antropologia
Jay Galbraith
Charles Perrow - Sociologia
Necessidade de visualizar
“a organização como uma unidade
social grande e complexa, onde
interagem grupos sociais”;

É a estrutura que permite reconhecer o mesmo rio, embora suas águas jamais sejam as mesmas, devido a contínua mudança de todas as coisas.
A Sociedade das Organizações
- Para os estruturalistas, a sociedade moderna é uma sociedade de organizações, das quais o homem passa a depender para nascer, viver e morrer;

- O estruturalismo ampliou o estudo entre grupos sociais, iniciado pela Teoria das Relações Humanas, para o das interações entre as organizações sociais.
Homem Organizacional
O Homem que desempenha papéis em diferentes organizações

Análise das organizações
Para os estruturalistas, a teoria das relações humanas não permitia uma visão parcial sendo assim, favorecia a administração e iludia os trabalhadores.
Inovação
Gera Mudanças
Conflito
Conflitos Organizacionais
- os próprios membros da organização;
- os proprietários ou dirigentes da organização;
- os clientes da organização:
- o público em geral.

A tipologia de Etzioni é muito utilizada em face da consideração que faz sobre os sistemas psicossociais das organizações. Contudo, sua desvantagem é dar pouca consideração à estrutura, à tecnologia utilizada e ao ambiente externo. Trata-se de uma tipologia simples e unidimensional, baseada exclusivamente nos tipos de controle.
Ambiente Organizacional
Conjunto Organizacional:
Cada organização ou classe de organizações tem interações com uma cadeia de organizações em seu ambiente, formado um conjunto organizacional.
Estratégia Organizacional
- Competição
- Cooperação
> Ajuste e negociação
> Cooptação ou coopção
> Coalizão
Chiavenato (2004) fala que estratégia é um comportamento utilizado pela empresa ou organização para lidar com situações a seu ambiente. Dentro da organização existem alguns tipos estratégias que são a competição e cooperação:
Sátiras a Organização
Northcote Parkinson – A lei de Parkinson
"É o homem mais ocupado que tem mais tempo livre"

A Lei de Parkinson explica que o trabalho existente aumenta fim de preencher e ocupar todo o tempo disponível para a sua conclusão.

Peter e Hull - Princípio de Peter

"Numa hierarquia, todo empregado tende a ascender até seu nível de incompetência"
Victor Thomson - Dramaturgia Administrativa

"A organização só alcançará um caráter pluralista quando o
conflito entre a autoridade hierárquica e a autoridade do conhecimento do especialista for reconhecida e aceito."

Antony Jay - Maquiavelismo nas organizações

"A nova ciência da Administração não é, na verdade, mais do que uma continuação da velha arte de governar"

Conflitos Organizacionais
Autoridade do Especialista
(Conhecimento)

(Hierarquia)
Autoridade Administrativa

X
Conflito Organizacional (Etizione)
Organizações Especializadas
Universidades, escolas, organizações de pesquisa, hospitais, nas quais o conhecimento é criado e aplicado na organização criada exatamente para esse objetivo.

Relação invertida
: os administradores cuidam das atividades secundárias, enquanto os especialistas detêm a principal autoridade. Cabe aos administradores o aconselhamento.

Organizações não-especializadas

- Empresas e o exército, nas quais o conhecimento é instrumental e subsidiário para o alcance dos objetivos.

- Os especialistas estão subordinados à autoridade dos administradores, pois estes sinonizam melhor os objetivos da organização relacionados com o lucro.

Organizações de Serviços

- Empresas de consultoria e assessoria, centros de pesquisa e desenvolvimento, nos quais os especialistas recebem instrumentos e recursos para o seu trabalho mas não são empregados da organização e nem estão subordinados aos administradores.

- Os especialistas sentem que perdem seu tempo com trabalho administrativo, que é depreciado neste tipo de organização.

Apreciação Crítica da Teoria Estruturalista
- Convergência de várias abordagens
- Ampliação da abordagem
- Dupla tendência teórica
- Análise organizacional mais ampla
- Inadequação das tipologias organizacionais
- Teoria da crise
- Teoria da transição e da mudança



Ferramentas usadas para nossa apresentação:
prezi.com
Windows Live Movie Maker
GRATUITOS
Full transcript