Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Contrato de Leitura

Análise do poema "Tenho tanto sentimento" de Fernando Pessoa
by

Mariana Valério

on 4 December 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Contrato de Leitura

Imagem Poema "Tenho tanto sentimento" Contrato de Leitura Tenho tanto sentimento
Que é frequente persuadir-me
De que sou sentimental,
Mas reconheço, ao medir-me,
Que tudo isso é pensamento,
Que não senti afinal.

Temos, todos que vivemos,
Uma vida que é vivida
E outra vida que é pensada,
E a única vida que temos
É essa que é dividida
Entre a verdadeira e a errada.

Qual porém é verdadeira
E qual errada, ninguém
Nos saberá explicar;
E vivemos de maneira
Que a vida que a gente tem
É a que tem que pensar. Contexto do Poema na vida pessoal do ortónimo - Temática em que o poema se insere: oposição entre o fingimento e a realidade;

- O ano de 1933: ano de uma grande crise emocional de Fernando Pessoa, que se sente numa encruzilhada na sua vida. É o ano posterior ao falhanço da sua candidatura a bibliotecário do museu Castro Guimarães em Cascais. Figuras de estilo Hiperbato : "Temos, todos que vivemos"

Perifrase : "... todos que vivemos"

Rima predominantemente pobre: "Nos saberá explicar / É a que tem que pensar." Análise formal do poema Número de estrofes e versos do poema Esquema rimático
ABCBAC //DEEDEE // FGHFGH Ausência de regularidade métrica:
redondilhas maiores: Te/nho/ tan/to /sen/ti/men/to;
octossílabos: E a/ ú/ni/ca /vi/da /que/ te/mos;
hexassílabos: Que/ não/ sen/ti a/fi/nal.
Full transcript