Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Introdução à criatividade e ao processo criativo - Brainstorming

No description
by

SENAI CETIQT

on 18 May 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Introdução à criatividade e ao processo criativo - Brainstorming

Brainstorming
Nesta aula você:

1. Identificará os procedimentos para aplicar a técnica conhecida como brainstorming que, em livre tradução, significa "tempestade de ideias".

2. Realizará um exercício prático aplicando esta técnica à solução criativa de um problema.
O que é brainstorming?
A técnica do brainstorming surge no início da década de 1950, a partir das observações do norte-americano Alex Osborn, consultor em propaganda, sobre a organização das reuniões entre executivos e os escassos resultados para solucionar problemas. Osborn analisou as causas desses escassos resultados e criou regras comportamentais para evitar a dispersão de ideias e concentrar o esforço coletivo para maximizar o resultado criativo.





A iniciativa de Osborn foi um sucesso e transformou o brainstorming em uma das técnicas mais utilizados do mundo para estimular a geração de ideias genuinas.

Existe, frequentemente, um enorme abismo entre o conceito e a prática de brainstorming. O uso irrestrito do termo acabou sendo associado a momentos de troca de ideias, e não de geração de ideias genuinas.
Alex foi o responsável pela popularização da técnica de brainstorming a partir da publicação de seu livro, Applied Imagination, em 1953.

Osborn concluiu que os grupos podem dobrar sua produção criativa utilizando esta técnica.

Ele fundou uma organização dedicada ao desenvolvimento criativo individual e de empresas, chamada Creative Education Foundation. Para conhecer melhor o trabalho da fundação, acesse: http://www.creativeeducationfoundation.org/
Evitar o juízo crítico estimula aos participantes a centrarem seus esforços criativos em produzir o maior número de ideias (fluidez criativa), superando qualquer temor ao erro, ao ridículo ou eventual inibição por fatores hierárquicos ou de desempenho.
Algumas vantagens da técnica
1. Propicia um ambiente que estimula a participação criativa de todos os envolvidos, multiplicando a quantidade e a qualidade das ideias.

2. Incorpora o conhecimento, experiência, as ideias e visões de todos os membros da equipe.

3. Incentiva o trabalho democrático e participativo em equipe.

4. Integra os membros da equipe e estimula o processo criativo coletivo, que é potencialmente mais rico, produtivo e satisfatório do que o trabalho individual, isolado e independente.

5. Facilita o consenso e a receptividade por soluções inovadoras.

6. Permite manter o "foco" dos participantes nos objetivos a serem alcançados.
Regras
Experimentando o brainstorming na prática
Para aplicar a técnica, siga os seguintes passos:

1. A equipe
Reúna uma equipe entre 5 e 8 pessoas com conhecimentos e experiências variadas e apropriadas ao tema.
Planeje uma sessão de brainstorming com duração de 45 minutos.

2. As regras
Apresente e explique as regras de brainstorming, enfatizando o objetivo de obter o maior número de ideias e eliminar qualquer julgamento crítico às propostas apresentadas.

3. O problema
Apresente de forma clara o problema a ser resolvido.
Expresse o problema com a frase: "Como fazer para...?"

4. A geração de ideias
Inicie a tempestade de ideias com 4 ou 5 ideias listadas previamente para incentivar o processo. Estimule a contribuição com ideias de todos os membros.
O grupo deve gerar o maior número de ideias possíveis.
Registre todas as ideias propostas. O registro pode ser realizado por escrito, gravado ou, eventualmente, filmado.

5. Transcrição
Transcreva as ideias de forma que qualquer um as compreenda.
Dependendo da complexidade do problema (ou grupo de problemas), poderá ser necessário realizar várias sessões.
De acordo com a natureza do problema, a cada sessão os participantes podem ser agregados ou substituídos.

6. Seleção de ideias
Defina alguns fatores que considere mais relevantes para a solução do problema (originalidade, praticidade, aparência estética, aceitação etc).
Selecione as ideias que oferecem a melhor resposta a estes fatores e que considere, em consenso com a sua equipe criativa, ótimas soluções para o problema.
Dicas úteis
1. Exercite a tarefa de facilitador. A prática aumenta a eficiência dos resultados. Um facilitador experiente e capacitado é um fator fundamental para estimular e orientar na geração de ideias novas e realmente originais.

2. Mantenha uma equipe entre 5 a 8 pessoas para que todos possam contribuir com ideias.

3. Evite que a sessão de brainstorming seja dominada ou liderada por uma única pessoa. Assegure a participação coletiva.

4. Mantenha um clima descontraído e informal, porém produtivo.
Caso já tenha estudado Criatividade e Processo Criativo, você já pode realizar as atividades no ambiente virtual.

Bom estudo!
Objetivos
O brainstorming permite que membros de uma equipe, também chamada "célula criativa", partilhem seus conhecimentos, experiências e criatividade em um ambiente aberto e livre de crítica.

No brainstorming, o grupo decide alcançar a solução de um problema específico gerando ideias espontaneamente.

Um aspecto fundamental desta técnica consiste em que os participantes assumam o compromisso de suspender qualquer julgamento crítico sobre as ideias propostas e concentrar seu esforço em gerar a maior quantidade de ideias possível.

No brainstorming, o grupo suspende qualquer crítica às ideias apresentadas e incentiva a produção do maior número de ideias dentro do tempo previsto.
Alex Osborn
Princípios básicos
Para garantir a eficácia da técnica, o grupo criativo deverá respeitar algumas regras básicas durante o andamento da sessão de brainstorming. Cada uma destas regras contribui a manter o grupo dinâmico, participativo e com foco em resultados. Vejamos, a seguir, quais são elas.


1. Estimule a quantidade de ideias:

Quanto maior o número de ideias para resolver um problema, maior será a oportunidade de obter uma solução que seja a síntese de: propósito, economia e beleza.

2. Evite crítica e autocrítica:

Cada vez que formulamos uma ideia, estamos criando conexões entre redes de neurônios. A fluidez criativa opera como estímulo para manter um fluxo constante.

O momento da crítica (ou autocrítica) interrompe abruptamente esta dinâmica, obrigando cada vez a iniciar e reconstruir novamente o processo.

3. Aproveite ideias existentes e conhecidas para gerar novas ideias:

Binica é uma técnica apropriada para estimular a fluidez criativa e consiste em identificar na natureza soluções para problemas similares.

Exemplo: Desenvolver soluções a partir da estrutura da teia de aranha ou da membrana da célula para criar tecidos leves, flexíveis e com alta resistência.
Mãos à obra!
Quer saber mais sobre a vida de Alex Osborn?
Veja o vídeo.
4. Estimule ideias "radicais":

Procure elaborar ideias que representem um desafio às normas e paradigmas existentes.

Adolfo Domínguez, designer espanhol, conquistou a moda mundial na década de 1980 com a frase "o amassado é belo", criando um novo conceito de roupas com tecidos amassados, até então uma ideia inadmissível no mundo da moda.

5. Registre todas as ideias:

Mantenha o registro das ideias em lugar visível para despertar e estimular novas ideias nos outros participantes.

O registro pode ser usado posteriormente como "banco de ideias" para futuras sessões de brainstorming ou eventualmente para futuros projetos.
Full transcript