Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Museu Virtual

Projeto de Língua Portuguesa sobre Escola Literárias
by

Nathalia Aoun

on 21 December 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Museu Virtual

Ana Carolina Chatziefstratiou
Bruna Primati
Giovanna Quadros
Letícia Brilho
Luíza Bernardini
Nathalia Aoun Trovadorismo Humanismo Classicismo Barroco Bem - vindo
ao
Museu Virtual! Arcadismo Foi um movimento que teve inicio no século XVIII. Ele faz referencias sobre a mitologia grega. Seu contexto histórico caracteriza o período do Iluminismo que pressupunha o racionalismo, o progresso e a ciência.
Chamado também de Neoclassicismo.
O movimento tem características reformistas, pois ambos queriam dar novos ares às artes, ao estudo, aos hábitos e às atitudes. Arcadismo em Portugal - No século XVIII, houve um fortalecimento na burguesia e o desenvolvimento de filósofos iluministas, mas necessitavam de um uma outra forma de expressão.
- Nesse período, combate-se a mentalidade religiosa e valoriza-se o estudo científico retornando à cultura renascentista. Arcadismo no Brasil - A linguagem árcade é a expressão das idéias e dos sentimentos do artista do século XVIII.
- Seus temas e sua construção adequam-se à nova realidade social vivida pela classe da burguesia.
- Apresenta o uso da razão e simplicidade.
- Uso do “Carpe Diem” em seus poemas, falando sobre o “Aproveite o Dia”
- Fugere urbem ( fuga da cidade) é uma característica comum na literatura árcade, onde os autores (pastores) defendiam uma vida simples e natural, junto ao campo, distante dos centros urbanos. Literatura Destaques da Literatura:

Cláudio Manuel da Costa
Tomás Antônio Gonzaga
Basílio da Gama
Manuel Maria Barbosa du Bocage Tomás Antônio Gonzaga (Dirceu) – Cartas Chilenas (com críticas políticas)e Liras de Marília de Dirceu, veja um trecho de sua poesia:

Eu vi o meu semblante numa fonte,
Dos anos inda não está cortado:
Os pastores, que habitam este monte,
Com tal destreza toco a sanfoninha,
Que inveja até me tem o próprio Alceste:
Ao som dela concerto a voz celeste;
Nem canto letra, que não seja minha,
Graças, Marília bela,
Graças à minha Estrela! Arquiterura A arquitetura no Arcadismo foi uma ação de anti barroco. Além disso, propõe a discussão dos valores clássicos em contraposição ao classicismo renascentista. Os materiais mais usados foram o mármore, o granito e madeiras. As formas tinham características regulares, simétricas e geométricas. Música Arte A musica no arcadismo tende simplificar a arte, assim como nas pinturas, na literatura e na arquitetura. ARCADISMO

Quero uma vida no campo
Que seja muito simplória
Curtindo o Arcadismo
Isso vai ser a glória
Segunda parte no cárcere
Melancolia presente
Satírico também foi
Cartas Chilenas não mentem
Voltou o ideal clássico
Valorizando o bucolismo
Buscando o equilíbrio
Clareza e pastoralismo
E Cláudio Manuel da Costa
No amor é desilusão
Escreva a rusticidade de Minas
E de Portugal a sofisticação
Refrão
Ironiza clero e nobreza
O escrachado do Bocage
Que é um poeta português
Que gosta da sacanagem
Clássica epopéia O Uraguai
Basílio da Gama cria
Retrata o grande conflito
Entre europeus e jesuítas
E não se limita ao bucólico
Antecipa o Romantismo
Ao expressar o sofrimento
Isso é subjetivismo
Outra epopéia famosa
Escreveu Santa Rita Durão
Chamada Caramuru, ou seja
Filho do TrovãoRefrão
Tem Marília de Dirceu
De Tomaz Antônio Gonzaga
A primeira parte exalta
A beleza da musa amada
Que é a estória do naufrágio
De Diogo Álvares Correia
Que enaltece os índios
Fauna e flora brasileiras A arte arcadista busca a simplicidade, a clareza e o equilibrio, alem de obedecer às regras e modelos do renascimento e grecia-romana. pintor francês Watteau espanhol Luis Paret Obra de Antônio Canova – “Cupid and Psyche” Como no Brasil não existiu um Movimento Arcaico como em Portugal,a concentração do arcadismo brasileiro ocorreu em Vila Rica , Minas Gerais, onde um grupo se destacou na arte literária e na prática política ,com grande participação na Inconfidência Mineira. Literatura - Estilo parecido com o Barroco: muito rebuscado, com antítese e frases tortuosas.
- Propunha estilos clássicos como Greco-Latina e Renascentista, pela forma da fonte de equilíbrio e simplicidade.
- Muitas vezes os índios acabam sendo retratados.
- Valoriza a fauna e flora, porem mantém o pensamento material. Destaques na Literatura: Cláudio Manuel da Costa: Seus sonetos apresentam semelhanças com a lírica de Camões. O poeta escreveu poesia lírica e épica. Na lírica tem destaque o tema de desilusão amorosa e a épica, é inspirado nas epopéias clássicas, que trata dos bandeirantes, da descoberta da minas, da fundação de Vila Rica e de revoltas locais. 
Tomás Antônio Gonzaga: Foi amigo de Cláudio Manuel da Costa o qual influenciou-o na produção poética lírica e satírica. Sua obra mais conhecida foi Marília de Dirceu (um conjunto de liras) e Cartas Chilenas.
Frei Santa Rita Durão: Sua obra mais conhecida foi Caramuru e nesta epopéia, há uma grande influência de Os Lusíadas, Camões. Em suas poesias, louva o índio.
Basílio da Gama: Autor do poema épico O Uruguai, que o assunto principal são os índios das missões (Sete Povos das Missões). Música Soneto - Claudio Manuel da Costa

Destes penhascos fez a natureza
O berço, em que nasci: oh quem cuidara,
Que entre penhas tão' duras se criara
Uma alma terna, um peito sem dureza!


Amor, que vence os tigres, por empresa
Tomou logo render-me; ele declara
Contra o meu coração guerra tão rara,
Que não me foi bastante a fortaleza.

Por mais que eu mesmo conhecesse o dano,
A que dava ocasião minha brandura,
Nunca pude fugir ao cego engano:

Vós, que ostentais a condição mais dura,
Temei, penhas, temei; que Amor tirano,
Onde há mais resistência, mas se apura. Tomás Antônio Gonzaga.


Eu, Marília, não sou algum vaqueiro,
que viva de guardar alheio gado,
de tosco trato, de expressões grosseiro,
dos frios gelos e dos sóis queimado.
Tenho próprio casal e nele assisto;
dá-me vinho, legume, fruta, azeite;
Das brancas ovelhinhas tiro o leite,
e mais as finas lãs, de que me visto.
Graças, Marília bela.
graças à minha Estrela!

Eu vi o meu semblante numa fonte:
dos anos inda não está cortado;
os Pastores que habitam este monte
respeitam o poder do meu cajado.
Com tal destreza toco a sanfoninha,
que inveja até me tem o próprio Alceste:
ao som dela concerto a voz celeste
nem canto letra, que não seja minha.
Graças, Marília bela.
graças à minha Estrela!

Mas tendo tantos dotes da ventura,
só apreço lhes dou, gentil Pastora,
depois que o teu afeto me segura
que queres do que tenho ser senhora.
É bom, minha Marília, é bom ser dono
de um rebanho, que cubra monte e prado;
porém, gentil Pastora, o teu agrado
vale mais que um rebanho e mais que um trono.
Graças, Marília bela.
graças à minha Estrela! Arquitetura Arte Emprega a clareza, a eficácia de idéias e a simplicidade formal. Essas características estéticas visavam um equilíbrio racional de expressão atribuído aos clássicos antigos. Corresponde à segunda etapa da Era Clássica
O movimento surgiu como uma forma tentando reencontrar a tradição cristã.
Vivia-se a revolução comercial, a política econômica era o mercantilismo. A burguesia
detinha o poder econômico. O Estado absolutista se consolidava, esse sistema era
voltado para atender às necessidades da burguesia. Literatura Arte Música Arquitetura Barroco em Portugal Barroco no Brasil Literatura Arquitetura Arte Música Corresponde à segunda etapa da Era Clássica
O movimento surgiu como uma forma tentando reencontrar a tradição cristã.
Vivia-se a revolução comercial, a política econômica era o mercantilismo. A burguesia
detinha o poder econômico. O Estado absolutista se consolidava, esse sistema era
voltado para atender às necessidades da burguesia. - Emprego de figuras de linguagem;
- Uso de uma linguagem culta;
- Aborda temas religiosos;
-Consciência de que a vida é passageira: ao mesmo tempo em que o homem pensa na
busca da salvação espiritual ele tem desejo de aproveitar a vida antes que acabe;
- Jogo de idéias: formado por sutilezas do pensamento lógico. A pintura barroca é uma pintura realista, concentrada nos retratos no
interior das casas, nas paisagens nas naturezas mortas e nas cenas populares.
Por outro lado, a expansão e o fortalecimento do protestantismo fizeram
com que os católicos utilizassem a pintura como um instrumento de
divulgação da sua doutrina. A ceia em Emaús (1600-1601), de Caravaggio Francisco de Zurbarán
Sant Bonaventura. 1629. Barroco é o período da arte que vai de 1600 a 1780 e se
caracteriza pela grandeza das dimensões, exagero das
formas e excesso de ornamentação. É o estilo do exagero.
Essas características todas podem ser explicadas pelo fato
de o barroco ter sido um tipo de propaganda clerical. As características mais importantes são o uso do baixo contínuo,
do contraponto e da harmonia tonal, em oposição aos modos
gregorianos.
Pela primeira vez na história, música e instrumento estão em
perfeita igualdade.
Surgem gêneros musicais puramente instrumentais, como a
suíte e o concerto. Explora ao máximo o instrumento musical.
Destaques: Johann Sebastian Bach, Dietrich Buxtehude, Jean
Philipe Rameau, Domenico Scarlatti e François. O barroco brasileiro foi diretamente
influenciado pelo barroco português, porém,
com o tempo, foi assumindo características
próprias.
A grande produção artística barroca no
Brasil ocorreu nas cidade auríferas de Minas
Gerais, no chamado século do ouro (século
XVIII). Estas cidades eram ricas e possuíam
um intensa vida cultura e artística em pleno
desenvolvimento. A pintura barroca é uma pintura realista, concentrada nos retratos no
interior das casas, nas paisagens nas naturezas mortas e nas cenas populares.
Por outro lado, a expansão e o fortalecimento do protestantismo fizeram
com que os católicos utilizassem a pintura como um instrumento de
divulgação da sua doutrina. Detalhe de o Cristo do carregamento da Cruz,
por Aleijadinho Última Ceia, Aleijadinho A arte escultórica do período barroco
brasileiro centraliza-se na imaginária, isto é, na
produção de imagens religiosas representando
os santos da Igreja. A demanda de mercado
para esse tipo de trabalho, ficava por conta
também das irmandades religiosas Foi introduzida pelos portugueses, quando não havia uma
produção cultural significante no país. Por isso, refletindo a
literatura portuguesa, a produção literária nesse período não
é reconhecida como genuinamente nacional, mas um estilo
absorvido e resultante do período colonial.
Sua linguagem é rebuscada e ambígua. Caracteriza-se por
utilizar largamente figuras de linguagem: metáfora; antítese;
o paradoxo; e a sinestesia. A musica barroco é vocal-instrumental, e é
como um texto. Como ela surgiu e como é no
Brasil?
A música barroca no Brasil surgiu com toda
a arte barroca. Ela é baseada principalmente
nos cantos de Igreja. -O Classicismo se inicia em Portugal no ano de 1527.
-O Classicismo surge durante o Período do Renascimento, ou seja, em meio ao
movimento artístico no qual a cultura clássica ocupava o espaço da medieval, o
capitalismo consolidava-se e a Idade Média tinha seu fim.
-São características das obras do Classicismo: a presença de adjetivos, a perfeição
estética, a pureza das formas, a retomada da mitologia pagã e a busca do ideal de
beleza encontrado nos modelos dos autores da Antiguidade Clássica.
-A Era Clássica enfatiza a poesia, a mitologia; os autores clássicos, como Homero, Virgílio
e Horácio; a exaltação da vida no campo e o bucolismo. Literatura Música Arquitetura Arte Literatura Literatura Arquitetura Arquitetura Música Música Arte Arte Os escritores classicistas retomaram a idéia de que a arte deve
fundamentar-se na razão, que controla a expressão das emoções.
Por isso, buscavam o equilíbrio entre os sentimentos e a razão,
procurando assim alcançar uma representação universal da
realidade, desprezando o que fosse puramente ocasional ou
particular.
Os versos deixam de ser escritos em redondilhas (cinco ou sete
sílabas poéticas) – que passa a ser chamada medida velha – e
passam a ser escritos em decassílabos (dez sílabas poéticas) – que
recebeu a denominação de medida nova. Introduz-se o soneto,
14 versos decassilábicos distribuídos em dois quartetos e dois
tercetos.
Camões é o maior autor do período. • Valorização dos aspectos culturais e
filosóficos da cultura das antigas Grécia e
Roma;

• Influência do pensamento humanista: a
compreensão do mundo baseadas em
explicações religiosas. Contrapõe-se
o antropocentrismo, no qual o homem passa
a ser, a medida de todas as coisas. Ao vencer
os assombramentos da Natureza e dominar
o conhecimento científico volta-se para a
realidade material. A primavera, de Sandro Botticelli Pauline Bonaparte, escultor A. Canova Características de moderação, equilíbrio e idealismo como
uma reação contra os excessos de decoração e dramáticos
do Barroco. Harmonia e equilíbrio são as palavras-chaves do Classicismo.
A música era vista como uma diversão leve e refinada, sem
os exageros dramáticos e de ornamentação barrocos. Assim,
ela se torna algo mais despojado, simples, homofônico, mas
em compensação tende a ser uma arte frívola, formalista e
um tanto mecânica. Cultura apresenta a religiosidade como elemento marcante.A vida do homem medieval é norteada pelos valores religiosos e para a salvação da alma. O maior temor humano era a idéia do inferno que torna o ser medieval submisso à Igreja e seus representantes.A arte reflete esse sentimento religioso em que tudo gira em torno de Deus. Por isso, essa época é chamada de Teocêntrica.As relações sociais estão baseadas também na submissão aos senhores feudais. Que habitavam castelos e exerciam o poder absoluto sobre seus servos ou vassalos. Há bastante distanciamento entre as classes sociais, marcando bem a superioridade de uma sobre a outra. Cantigas de Maldizer: através delas, os trovadores faziam sátiras diretas, chegando muitas vezes a agressões verbais. Em algumas situações eram utilizados até palavrões. O nome da pessoa que estava sendo satirizada normalmente aparecia na cantiga.
Cantigas de Escárnio: nestas cantigas o nome da pessoa satirizada não aparecia. As sátiras eram feitas de forma indireta, utilizando duplo sentido.
Cantigas de Amor: neste tipo de cantiga o trovador destaca todas as qualidades da mulher amada, colocando-se numa posição inferior a ela. O tema mais comum é o amor não correspondido. As cantigas de amor reproduzem o sistema hierárquico na época do feudalismo.
Cantigas de Amigo: enquanto nas Cantigas de Amor o eu-lírico é um homem, nas de Amigo é uma mulher. A palavra amigo nestas cantigas tem o significado de namorado. O tema principal é a lamentação da mulher pela falta do amado. A produção artística vai estar impregnada, neste período, do espírito teocêntrico. As artes decorativas predominam, sempre deformando os elementos objetivos do mundo ou procurando simbolizar o universo espiritual e sobrenatural através do qual o homem interpreta sua realidade. O estilo gótico, com suas formas alongadas, ogivais e pontiagudas, parece expressar forte desejo humano de ascender a uma nova e eterna vida. Os Jograis passam a cantar históricos poemas dos trovadores, descrevendo romances, duelos e brigas dos Cavaleiros. Surgem então as Novelas de Cavalarias que cantava os combates entre vilões e heróis, raptos de donzelas e finais felizes. As novelas de cavalaria trazem um exemplo expressivo da influência dos povos ibéricos. A arte românica caracterizou o uso do arco redondo e paredes de pedras grossas. Predominou as linhas horizontais e janelas pequenas que foram construídas por viajantes com mão-de-obra gratuita. Já no estilo gótico é fácil perceber que há uma leveza de estilo. As janelas são imensas, os vitrais são coloridos e as torres parecem mãos que se elevam ao céus em sinal de prece. É nste momento que a pintura e a escultura ganham maior autonomia e humanização. O Humanismo, também conhecido como Pré-Renascimento ou Quatrocentismo,
corresponde ao período de transição da Idade Média para a Idade Clássica. Historicamente, o
Humanismo foi um movimento intelectual italiano que se expandiu por toda a Europa. Além
disso, o humanismo retomava a cultura antiga, valorizava a filosofia de Platão e Sócrates,
criticava a hierarquia medieval e tinha ideias renascentistas. Foi a partir deste movimento que o
homem passou a ser valorizado. A literatura nesse período pode ser dividida em Poesia Palaciana e Teatro de Gil Vicente. Na
Poesia Palaciana a principais características são a separação entre musica e texto, além da
utilização de redondilhas e a temática variada.
Já no Teatro de Gil Vicente, ele costumava criticar toda a sociedade da época, pois dizia que a
sociedade corrompia os seres. Mas, apesar disso, Gil Vicente inovou, pois não seguiu a rigidez do
teatro clássico, mesmo escrevendo em redondilhas. Sua principal obra foi a Farsa de Inês Pereira. O humanismo surgiu para criar uma nova visão de mundo dos artistas. A arquitetura era
clássica, e estendeu-se a uma ideia de perspectiva central (demonstrava uma ideia de espeço
infinito a partir de um ponto de fuga). Além disso, técnicas como cúpulas e arcadas foram
aplicadas de forma diferente, transmitindo uma linguagem clássica. Pinturas
Na pintura as principais características que o humanismo obtinha era o uso da perspectiva, o usa
do claro-escuro(dar ideia de sombra), o realismo e a pintura da tela em tinta à óleo. Os artistas
passaram a ter características próprias, como Botticelli que tinha como objetivo expressar a
beleza em suas obras. Uma característica da musica é que nessa época ela torna-se polifônica. Esculturas
As esculturas no Humanismo buscava representar o homem como ele é realmente. Além disso,
eram esculturas proporcionais em relação a profundidade e perspectiva. Passaram também a
estudar mais o corpo do homem. Um grande escultor da época foi Andrea del Verrochio. Obrigada
Full transcript