Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

SEGURANÇA DO PACIENTE NO PREPARO E ADMINISTRAÇÃO DE MEDICAME

No description
by

claudiane maria urbano ventura

on 16 October 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of SEGURANÇA DO PACIENTE NO PREPARO E ADMINISTRAÇÃO DE MEDICAME

Etapas da terapia
medicamentosa

Aliança Mundial para a Segurança do Paciente
Como tornar a administração de medicamentos segura?
Área 6: Soluções para segurança do paciente

Administração de medicamentos e concentrados injetáveis;


Garantia da precisão da medicação na transição do cuidado;

Comunicação durante a passagem de caso do paciente;


Melhora da higienização das mãos para prevenir infecções associadas ao cuidado à saúde;

Realização do procedimento correto no lado correto.

$1.25
Vol XCIII, No. 311
Recife, Outubro 16, 2014
Na Administração
Tipos de Erro de Medicação
A terapia medicamentosa é a intervenção mais comum no cuidado à saúde e por esta razão é onde ocorre a maioria dos erros.

SEGURANÇA DO PACIENTE NO PREPARO E ADMINISTRAÇÃO DE MEDICAMENTOS


Enfª Claudiane Ventura

Conceito
:Trata-se da aplicação de fármacos no organismo através de uma das diversas vias possíveis de acordo com a proposta terapêutica.
Segurança do Paciente
Segundo OMS, ocorrem erros entre 4% a 16% em todos os pacientes hospitalizados;

50 a 60% dos eventos são evitáveis;

Estimativa de 44 a 98 mil mortes anuais ocorrem nos EUA em decorrência de erros na assistência à saúde;

Esses danos podem resultar em incapacidade, com sequelas permanentes, além de levar ao aumento do custo hospitar e prolongamento do tempo de internação e, até mesmo, resultar em morte prematura.

Uma das atribuições da prática de enfermagem merecedora de reflexão é a administração de medicamentos


Aliança Mundial para a Segurança do
Paciente

Gerenciar medicamentos com aparência ou com nomes parecidos;


Identificar o paciente;

Promover comunicação adequada durante a transferência de responsabilidade do paciente;

Realizar o procedimento correto na parte correta do corpo;


Controle de soluções eletrolíticas concentradas
;


Segurança da medicação nas transições de cuidado;

Área 7: High 5S Iniciative
Transcrição
Prescrição
Preparo
Distribuição
Dispensação
Administração
Monitoramento
Para administrar medicamentos é necessário formação e capacitação específica
Responsabilidades e Legislação
O Código de Ética do Profissional de Enfermagem destaca no artigo 12: “Assegurar à pessoa, família e coletividade assistência de enfermagem livre de danos decorrentes de imperícia, negligência ou imprudência”.
Resolução COFEN nº 311/2007.
O artigo 30 do Código de Ética do Profissional de Enfermagem, proíbe ao profissional de enfermagem:
“Administrar medicamentos sem conhecer a ação da droga e sem certificar-se da possibilidade dos risco".
Resolução COFEN nº 311/2007
O artigo 38 do Código de Ética do Profissional de Enfermagem atribui ao profissional o direito de:
“…recusar-se a executar prescrição em caso de identificação de erro ou ilegibilidade, ou quando não constar a assinatura e o número de registro do prescritor, exceto em situações de urgência e emergência”.
Resolução COFEN nº 311/2007.
“O ato de delegar não faz refutar a responsabilidade
que o enfermeiro tem no atendimento das necessidades
assistenciais e de cuidados à saúde do paciente como
indivíduo, da família e de outros entes significativos,
mesmo sendo realizados por sua equipe”.
Me arrisco
diariamente!?
É importante
conhecer a
legislação?
A equipe que
trabalha comigo
está preparada?
Eu estou
preparado?
A instituição me
dá suporte?
E agora!?

Erro de prescrição
Erro de Dispensação
Erro de Omissão
Erro de Horário
Erro de administração de medicamento não- autorizado
Erro de Dose
Erro de Apresentação
Erro de Preparo
Erro de Administração
Erro com medicamentos deteriorados
Erro de Monitoração
Erro em razão da não aderência do paciente e família





Medidas para prevenção do erro
Ler criticamente a prescrição medicamentosa;

Preparar a medicação em local adequado;

Uso de EPI’s adequados durante preparo e administração;

Observar as apresentações e concentrações dos medicamentos;

Conferir as medicações antes do preparo e administração;

Realizar dupla checagem;

Esclarecer quaisquer dúvidas antes do preparo e administração;

Procurar orientação com outros profissionais em casos de dúvidas;

Rotular as medicações preparadas com nome do medicamento, horário, via, dose, nome e leito do paciente;

Respeitar limite de 30min entre o preparo e a administração do medicamento

Implantação de prescrição médica eletrônica com limites de doses adequados a pediatria;

Implantação de sistemas de alerta para interação medicamentosa conforme faixa etária da criança e tipo de atendimento e terapêutica medicamentosa prescrita;

Implantação de dispositivos automáticos de distribuição de medicamentos;

Implantação de farmácia para manipulação de medicamentos em comprimidos, cápsulas, drágeas e pílulas em solução líquida para uso em crianças;


Os nove certos !
Reportagens

Paciente certo;
Medicamento certo;
Dose certa;
Via de administração certa;
Horário certo;
Registro certo;
Ação certa;
Forma certa;
Resposta certa
Recomendações
O profissional que administrará o medicamento deve conhecê-lo suficiente para oferecer informações precisas ao paciente ou familiar; as informações mais relevantes estão geralmente relacionadas ao objetivo terapêutico, tempo de tratamento e reações adversas.
O paciente tem o direito de recusar a administração do medicamento;
Distrações e interrupções (25% de falhas);
É importante estar alerta a possíveis reações adversas, alergias e os cuidados relacionados ao período de infusão do medicamento
É fundamental que o profissional que iniciou a administração do medicamento termine o procedimento – e a passagem de plantão?;
O profissional que administrou o medicamento é responsável por monitorar a resposta esperada;
Competências de Enfermagem para
Administração Segura de Medicamentos
Promover segurança no processo de administração de medicamento – identificação de riscos e perigos e propor melhoria contínua;

Comunicação;


Promover colaboração interdisciplinar;


Busca de Informações
Decisão
Teória

Conhecimentos em Anatomia e Fisiologia;

Conhecimento em Farmacologia;

Avaliação e Monitoramento do Paciente.
Prática
Habilidades para cálculo matemático relacionado a medicação;

Administração de Medicamento;

Documentação;

Educação do Paciente.
Fatores que aumentam os erros
Jornadas longas, carga de trabalho excessivo e número insuficiênte de profissionais
Quando o erro acontece a primeira reação é tentar saber quem errou?
Farmacovigilância
Notificação de Suspeitas de Reação Adversa e Desvio da Qualidade a Medicamentos

Notificação de Suspeita de Erro de Medicação

Reconhecimento da existência de erros por parte dos sujeitos;

Instituir cultura de registro do erro;

Criação de postura e filosofia institucional de não punibilidade;

Criação de Comitês de Segurança do Paciente constituída por equipe multidisciplinar;

Incentivo e realização de pesquisas visando evidenciar pontos vulneráveis e criar barreiras de segurança.

Desafios !
“A prática da probidade pode retardar o sucesso da profissão, mas assegura a tranquilidade de consciência e acaba por consagrar o profissional.”


B. Calheiros Bomfim

Obrigada !
“No que diz respeito ao desempenho, ao compromisso, ao esforço, à dedicação, não existe meio termo. Ou você faz uma coisa bem feita ou não faz.”

Ayrton Senna
Full transcript