Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Biografias

No description
by

Debora Martins do Amaral

on 29 August 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Biografias

1956
1959
1967
1962
1953
1926
Guerrilha em cuba
Entrada triunfal
Pressionado pela opinião pública e
pela resistência da guerrilha, Fulgêncio Batista renuncia e vai para a República Dominicana. Oito dias depois, Fidel chega à capital, Havana, e
assume o posto que só deixaria de vez
em 2008.
Embargo total e crise nuclear
Um ano
depois da tentativa fracassada
de invasão da baía dos Porcos, os EstadosUnidos
declaram embargo total a Cuba. Aviões espiões americanos descobrem os mísseis nucleares soviéticos que haviam sido instalados em Cuba no começo do ano. É a Crise dos
Mísseis, a mais grave de toda a Guerra Fria. Mas
o presidente John Kennedy e o premiê soviético
Nikita Kruschev chegam a um acordo, e os
mísseis são retirados.
Golpe fracassado
Ex-líder estudantil formado em
Direito, participa de uma ação contra o ditador Fulgêncio Batista. O ataque ao quartel de Moncada, o segundo maior do país, acaba com 61
guerrilheiros mortos. Fidel sobrevive,
mas é levado a tribunal e pega uma
pena de 15 anos.
1980
Guerrilha no mundo
Portas abertas
1991
2008
Despedida
A volta do turismo
Fidel Castro
Filho de fazendeiro
Em agosto, nasce Fidel Castro Ruz,
em Biran, leste de Cuba. Ele é filho de Angel
Castro, soldado espanhol que servira na repressão
ao movimento pró-independência (1890-1902),
mas que se assentara definitivamente
na ilha e acabara se tornando
um grande fazendeiro.
Em dezembro, a União Soviética
é declarada extinta. Com isso, a economia de
Cuba deixa de ganhar, aproximadamente, 5 bilhões de
dólares por ano. Em 14 de agosto de 1993, visando
favorecer o turismo (e, mesmo sem querer, as
remessas dos exilados nos Estados Unidos),
o dólar é readmitido.
Um ano depois de ser libertado por
uma anistia geral e de ter se mudado para o México, onde conheceu o argentino Ernesto Che Guevara e fundou o Movimento 26 de Julho, volta a Cuba a bordo do iate Granma, com 82 rebeldes. Ogoverno
reage ao desembarque, e os 15 sobreviventes
se refugiam na região de Sierra
Maestra.
Depois de
iniciar um movimento para
tomar o poder no Congo, Che Guevara é preso e
assassinado na Bolívia. Por muitos anos, Cuba
financiaria e treinaria guerrilheiros na África e na
América Latina, incluindo os brasileiros
contrários à ditadura.
Em abril, Fidel declara que
todos os cubanos dispostos a deixar o país estão
liberados. Em seis meses, vão embora da ilha cerca
de 125 mil cubanos. A medida gera muita controvérsia
nos Estados Unidos, que acusam o líder cubano, que
depois voltaria a fechar as fronteiras, de
aproveitar a brecha para expulsar
detentos.
Em agosto de 2006, o presidente havia
delegado o controle ao irmão Raúl. Em 19 de fevereiro
de 2008, ele renuncia ao poder definitivamente; cinco
dias depois, seu irmão é eleito para um mandato de
cinco anos. É o fim definitivo de 49 anos
de governo de Fidel Castro em Cuba.
1954
1958
1961
1959
1953
1928
solução possível
Guerrilha em cuba
A fins da
década de 1950, quando
Fidel e os guerrilheiros invadem Cuba, Che os
acompanha, primeiro como doutor e logo assumindo o
comando do exército revolucionário. Finalmente, no
dia 31 de dezembro de 1958, cai o ditador
cubano Fulgencio Batista.
Vitória revolucionaria
Motivação revolucionaria
Formou-se em Medicina no
dia 12 de julho de 1953. Realiza uma longa
jornada pela América Latina de moto, junto com seu
amigo Alberto Granados , percorrendo o sul da Argentina,
o Chile, o Peru, a Colômbia e a Venezuela, onde teria
tomado consciência da miséria em que vivia a
maior parte da população dos países da
América do Sul e Central.
1962
Aproximação comunista
Guerrilha no mundo
1967
Captura e morte
Che Guevara
Em 1966, junto a Fidel,
prepara uma nova missão na Bolívia, como líder dos
camponeses e mineiros contrários ao governo militar. A
tentativa acabou significando sua captura e posterior
execução no dia 9 de outubro de 1967. Os restos de
Che descansam no mausoléu da Praça Ernesto
Che Guevara em Santa Clara, Cuba.
Convencido de que a revolução era a única
solução possível para acabar com as
injustiças sociais existentes na América
Latina, Guevara marcha rumo ao México,
onde se une ao movimento integrado por
revolucionários cubanos seguidores de Fidel
Castro. Foi aí onde ele ganhou o apelido de
"Che", por seu jeito argentino de falar.
Oposto energicamente à
influência norte-americana no Terceiro Mundo, a
presença de Guevara foi decisiva na configuração do
regime de Fidel e na aproximação cubana ao bloco
comunista, abandonando os tradicionais laços
que tinham unido Cuba e Estados
Unidos.

Ernesto Guevara de la Serna nasce na cidade
argentina de Rosário no dia 14 de junho,
numa família aristocrática porém de idéias
socialistas. Desde pequeno sofre ataques de
asma e por essa razão em 1932 se muda para
as serras de Córdoba. Estudou grande parte
do ensino fundamental em casa com sua mãe.
Na biblioteca de sua casa havia obras de
Marx, Engels e Lenin, com os quais se
familiarizou em sua adolescência.
Infância
Após o triunfo da Revolução, Che Guevara se transforma na mão direita de Fidel Castro no novo governo de Cuba. É nomeado Ministro da Indústria e posteriormente Presidente do Banco Nacional. Desempenha simultaneamente outras tarefas diversas, de caráter militar, político e diplomático.
Em 1962, após uma conferência no Uruguai, volta à Argentina e também visita o Brasil. Che Guevara esteve ainda em vários países africanos, principalmente no Congo. Lá lutou junto com os revolucionários antibelgas, levando uma força de 120 cubanos. Depois de muitas batalhas, terminaram derrotados e no outono de 1965 ele pediu a Fidel que retirasse a ajuda cubana.
História
Biografias:
Fidel Castro e
Che Guevara

Conclusão
Fidel Castro nunca foi eleito através de eleições diretas, não permitiu a criação de partidos de oposição, nem liberdade de imprensa durante o período em que esteve como líder do regime ditatorial cubano. Seu governo foi e continua sendo amplamente criticado pela comunidade internacional por violações aos direitos humanos.
Che Guevara foi um dos ideólogos e comandantes que lideraram a Revolução Cubana que levou a um novo regime político em Cuba. A sua figura desperta grandes paixões, a favor e contra, na opinião pública, e converteu-se em um símbolo de importância mundial. Para muitos dos seus partidários, representa a rebeldia, a luta contra a injustiça social e o espírito incorruptível. Em contrapartida, muitos dos seus detratores o consideram como um criminoso, responsável por assassinatos em massa, e acusam-no de má gestão como ministro da Indústria.
"Sonha e serás livre de espírito... luta e serás livre na vida."
Che Guevara
Full transcript