Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Copy of Foucault - Verdade e Poder

No description
by

Humberto Ribeiro Junior

on 21 May 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Copy of Foucault - Verdade e Poder

Michel Foucault
Poder Soberano
Biopoder
fazer morrer
deixar viver
fazer viver
deixar morrer
Disciplina
adestramento do corpo
indivíduo
Biopolítica
controle da população
espécie
Sociedade Disciplinar
A formação da sociedade disciplinar parte da reforma e reorganização do sistema penal
As propostas dos reformadores
x
a prisão como instituição de fato
O sistema penal passará a perseguir o CONTROLE e a REFORMA MORAL e PSICOLÓGICA dos indivíduos
Desta forma, ao lado do Poder Judiciário, são agregados uma série de PODERES LATERAIS com função de vigilância e correção
Panoptismo
A utopia concretizada não foi a dos reformadores, mas sim a de Jeremy Bentham
Porém, o panóptico não é apenas o modelo arquitetônico de uma prisão, mas é uma nova arquitetura de poder
Trata-se de um modelo de vigilância total e ininterrupta
"é uma forma de poder que se exerce sobre os indivíduos em forma de vigilância individual e contínua, em forma de controle de punição e recompensa e em forma de correção, isto é, de formação e transformação dos indivíduos em função de certas normas"
Porém uma vigilância que se exerce sobre os indivíduos não ao nível do que se faz, mas do que se é e do que se pode fazer.
Vigilância, sanção e exame
Tríplice aspecto da disciplina
Vigilância hierárquica
O exercício da disciplina supõe um dispositivo que obrigue pelo jogo do olhar, pela vigilância
toda arquitetura (física e de poder) é construída para tornar visíveis os que nela se encontram
Sanção normalizadora
na essência de todos os sistemas disciplinares, funciona um pequeno mecanismo penal com leis próprias, delitos e formas específicas de sanção
se orienta por um sistema de gratificação-sanção
construção de divisões segundo classificações e graus que marcam desvios, hierarquizam qualidades, castigam e recompensam
Exame
o exame combina as técnicas da hierarquia que vigia e as da sanção que normaliza.
as instituições disciplinares se tornam aparelhos de exame ininterrupto: um ritual de poder constantemente renovado
O exame é uma técnica por meio da qual o poder se torna invisível impondo aos que se submetem a ele uma visibilidade obrigatória
O exame permite que a individualidade entre num campo inteiramente documentado
cada indivíduo se torna um "caso"
Instituições disciplinares
Elas visam fixar os indivíduos, e não exclui-los:

a fábrica fixa a um aparelho de produção
a escola a um aparelho de transmissão do saber
o hospital a um aparelho de normalização
etc
Assim, não são instituições de exclusão, mas de sequestro (inclusão e normalização)
“A primeira função do seqüestro era de extrair o tempo, fazendo com que o tempo dos homens, o tempo de sua vida, se transformasse em tempo de trabalho. Sua segunda função consiste em fazer com que o corpo dos homens se torne força de trabalho. A função de transformação do corpo em força de trabalho responde à função de transformação do tempo em tempo de trabalho”
A fábrica, a escola, a prisão ou os hospitais têm por objetivo ligar o indivíduo a um processo de produção, de formação ou correção dos produtores. Trata-se de garantir a produção ou os produtores em função de uma determinada norma
por isso é necessário lembrar da nova forma assumida pela produção
na sociedade industrial
Funções:
controlar o tempo
controlar os corpos
criar um novo tipo de poder-saber
E a prisão?
A prisão exerce uma função mais simbólica e exemplar que penal ou corretiva
é a imagem da sociedade transformada em ameaça - não é uma ruptura com o dia-a-dia
porém, ao mesmo tempo que se inocenta de ser prisão pelo fato de se assemelhar a todo o resto, ela inocenta todas as outras instituições de serem prisões já que ela cumpre esse papel
Full transcript