Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Genética

Estrutura dos cromossomos, cariótipo humano, síntese protéica, leis de Mendel.
by

Thiago Rennó

on 3 October 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Genética

Material Genético:
DNA - contém informações
RNA - mensageiro (transporta informações), ribossômico e transportador (alinha aminoácidos na cadeia proteica)

Eucromatina:
encontra-se desespiralada e pode
realizar a síntese proteica.
Heterocromatina:
encontra-se enovelada pela ação
das histonas e não pode realizar
a síntese proteica.

Primeira Lei de Mendel
Gregor Mendel, monge austríaco, botânico, professor
universitário.
Nasceu em 1822, na cidade de Heinzendorf, e ingressou
na Ordem Agostiniana de Brünn em 1843.
Seus trabalhos foram publicados em 1866, porém apenas
no início do século XX ganharam fama na comunidade
científica
Em sua época, Mendel foi ofuscado pela agitação gerada
pelos estudos de Charles Darwin.
O experimento da primeira lei de Mendel:
Conclusões:
há um par de fatores para cada característica (monohibridismo)
um fator tem origem paterna e o outro materna
existem fatores chamados dominantes, que sempre manifestam suas características
existem fatores chamados recessivos, que manifestam sua característica apenas na ausência do dominante
Dessa forma, temos:
Características estudadas:
textura da semente
cor da semente
cor da flor
textura da vagem
cor da vagem
posição da flor
altura do pé
Exceções da Primeira Lei de Mendel:
co-dominância
genes letais
A co-dominância ocorre quando ambos os fatores manifestam suas características, ou seja, ambos são dominantes.
Para tanto, quanto o indivíduo apresenta genótipo heterozigoto, o fenótipo é intermediário, ou seja, apresenta uma mistura das duas características dominantes presentes.
Disponível em: <http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=1666>
Os genes letais foram descobertos em 1905 por Lucien Cuénot, em um experimento com camundongos.
Determina-se que genes letais são aqueles cujos uma combinação homozigótica (recessiva ou dominante) de alelos levam o indivíduo à morte.
Disponível em: <http://dc246.4shared.com/doc/BmaHP5Kr/preview005.png>
Alelos Múltiplos
Ocorrem quando há mais de dois tipos de alelos (dominante e recessivo) para uma mesma característica.
Sistemas Sanguíneos
Sistema ABO:

Determinado por dois alelos domintantes e um alelo recessivo, indicados pela letra "I".
Promove a existência de um antígeno de membrana (aglutinogênio) que induz resposta imunológica de aglutinação do sangue quando colocado na presença de anticorpos.
Sistema Rh:

Determinado pela Primeira Lei de Mendel, foi descoberto pela injeção de hemácias em macacos.
O Rh é considerado positivo quando há a produção de antígeno e negativo em sua ausência.
A herança positiva é de caráter dominante, determinada pelo gene "R".
A eritroblastose fetal é uma doença relacionada ao fator Rh de grande interesse clínico.
O quadro ocorre quando a mãe possui Rh negativo (rr) e o filho positivo (RR ou Rr).
Na ruptura da placenta da primeira gravidez há o contado do sangue da mãe com o do feto, o que permite a sensibilização do sistema imunológico.
Em uma segunda gravidez com os mesmos genótipo e fenótipo para o filho, os anticorpos da mãe atravessam a placenta e ataca as hemácias do feto.
Para se evitar tal doença é necessária a administração de soro anti-Rh na primeira gestação, o que evita a sensibilização da mãe.
Sistema MN:

Determinado pela presença de dois antígenos nas hemácias, conhecidos como M e N.
É um caso de co-dominância, exceção da Primeira Lei de Mendel.
Ao contrário dos sitemas ABO e Rh, não promove aglutinação do sangue.
Os genótipos possíveis são:
MM - Sangue M
NN - Sangue N
MN - Sangue MN
Segunda Lei de Mendel
Com o segundo experimento, Mendel quis verificar se uma característica atua sobre a transmissão de outra.
Dessa forma, duas características foram observadas ao memo tempo.
A segunda lei de Mendel também é conhecida como lei da segregação independente.
A geração P do experimento da segunda lei de Mendel foi formada por ervilhas puras amarelas lisas (VVRR) e verdes rugosas (vvrr).
A exemplo da primeira lei de Mendel, a geração F1 foi representada apenas por ervilhas amarelas lisas, posto que estas duas eram as características dominantes.
A proporção fenotípica para o cruzamento das ervilhas heterozigotas para as duas características é 9:3:3:1.
No quadro de cruzamento se colocam os gametas com dois dos genes que podem ser transmitidos, o que para este caso é, para ambos os indivíduos, VR, Vr, vR, vr.
Em um quadro de cruzamentos, teremos o total de 16 quadrados de genótipos, cada um correspondente a 6,25%.
Como conclusão, Mendel afirmou que quando observadas duas características do monohibridismo uma não interfere na transmissão da outra.
Deve-se ressaltar que ambas as características, para serem enquadradas na segunda lei de Mendel, devem estar em cromossomos diferentes.
Caso estejam no mesmo cromossomo, apenas dois gametas poderiam ser produzidos.
Full transcript