Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

O Principezinho

Antoine De Saint-Exupéry
by

Rafael Santos

on 3 December 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of O Principezinho

Antoine De Exupéry O Principezinho Capitulo 2
Capitulo 3 Capitulo 5 Capitulo 4 Capitulo 6 Capitulo 7 O autor do livro quando tinha 6 anos,leu um livro "Histórias vividas"onde viu uma jibóia.Onde engolia a sua presa inteira.Ele tentou desenhá-la,e foi mostrar as pessoas crescidas,onde essas disseram que era um chapéu.Assim,ficou com a ideia que as pessoas crescidas,nao entendiam nada,nos tinhamos de lhes explicar tudo.
Frase marcante:As pesoas nunca entendem nada sozinhas e uma criança acaba por se cansar de lhes estar a explicar tudo.
Explicação:As pessoas grandes,nunca entendem a mentalidade das crianças O autor,caiu do deserto do Sara,onde encontro o principezinho que lhe pediu para desenhar uma ovelha,ele desenhou-a três vezes,mas para o principezinho,até que lhe o aviador lhe desenhou uma caixa e o principezinho amou.
Frase marcante:Quando um mistério é grande de mais,não nos atrevemos a desobedecer.
Explicação:Pois temos medo que algo nos aconteça. Falam do planeta do principezinho onde habita o "Asteróide B612".
Frase marcante:Devem calcular como me intrigou aquela inconfidência sobre"os outros planetas".
Explicação:Nem toda a gente percebe que há vida para além da Terra. Falam o Asteróide B612,que foi visto ao telescópio por um astrónauta turco.Atribuem-se números pois interessa mais ás pessoas.E também das saudades que o autor tem do principezinho.
Frase marcante:As crianças tem de ser muuito inteligentes para as pessoas crescidas.
Explicação:As crianças têm de explicar tudo as pessoas crescidas. Fala dos embondeiros que são árvores da altura de uma igreija.
Frase marcante:Ás vezes não faz mal nenhum deixar um trabalho para depois.
Explicação:Não temos que fazer tudo o que queremos no preciso momento. Fala sobre a rosa do principezinho e,por ele,sentir a sua falta começa a chorar.
Frase marcante:E se eu,eu que aqui estou á tua frente,conhecer uma flor única no mundo,uma flor que não existe em mais lado nenhum senão no meu planeta.
Explicação:Refere-se á rosa do principezinho que é única e especial Capítulo 1 Neste capitulo retrata o pôr do sol.
Frase marcante:Assim fui conhecendo, aos poucos, a tua melancólica vidinha!
Explicação:Foi conhecendo a triste vida do principezinho. Capitulo 8 Relata a proteção da rosa do principezinho.
Frase marcante: As flores são tão contraditórias! Mas eu era novo demais para saber gostar dela Explicação: As crianças
são novas de mais para saber amar. Capítulo 9 Neste capitulo relata que o asteróide do principezinho contém. O principezinho tratava dos seus vulcões e da sua rosa.
Frase marcante:Porque ela não queria que ele a visse chorar.
Explicação:Era uma rosa muito orgulhosa. Capitulo 10 O principezinho arranjou uma ocupação,que era visitar os asteróides,mais próximos de si.No primeiro habitava um rei que tinha a mania que era mandão.
Frase marcante:Se conseguires julgar-te bem a ti próprio,es um autêntico sábio.
Explicação:Quem consegue ver os seus próprios defeitos,é uma pessoa humilde. Capitulo 11 No segundo planeta habitava um vaidoso,que só ouvia os elogios,ou seja,ouvia o que lhe convinha.
Frase marcante:Isto é bem mais divertido do que a visita ao rei.
Explicação:O principezinho achava o vaidoso muito mais divertido,do que,o rei,pois o rei era mandão. Capitulo 12
No 3º planeta habitava um bêbado, que bebia, para esquecer, que tinha bebido.
Frase Marcante: A visita durou pouco, mas mergulhou o Principezinho numa grande tristeza.
Explicação: O Principezinho ficou muito triste, pois naquele planeta habitava uma pessoa crescida que tinhas atitudes más, para com ela.
Capítulo 13
No 4º planeta habitava um homem de negócios. Ele dizia que as Estrelas eram suas, pois nunca ninguém, teria pensado nisso antes. No entanto, ele passava o tempo a contá-las, não fazia mais nada sem ser isso.
Frase Marcante: Se tu achares um diamante e ele não for de ninguém, passa a ser teu.
Explicação: Ele pensava que quem achasse algo passaria a ser seu.
Capitulo 14
No quinto planeta vivia um lampianista que passava o tempo a ligar e a desligar o candeeiro, minuto a minuto. Fazia isso para suceder o dia e noite.
Frase marcante: Mas o que o Principezinho não ousava confessar a si próprio é que, acima de tudo, tinha pena de não poder aproveitar os mil e quatrocentos pores-do-sol de vinte e quatro em vinte e quatro horas daquele abençoado planeta!
Capitulo 15
No sexto planeta habitava um geógrafo que passava o tempo a escrever num livro grande o que os exploradores lhe diziam, o que exploravam, não saberia se era mesmo verdade.
Frase marcante: Porque não é o geógrafo que há-de ir á procura de cidades, de rios, de montanhas, de mares, de oceanos e de desertos.
Explicação: Pois esse era o trabalho de um geógrafo.
Capitulo 16
O sétimo ele foi portanto á Terra (fez o que o geógrafo aconselhou). Ele descreve os dias e as noites do planeta.
Frase marcante: Tem cento e onze reis (contando claro está, com os reis pretos), sete mil geógrafos, novecentos mil homens de negócios, sete milhões e meio de bêbados, trezentos e onze milhões de vaidosos, ou seja, aproximadamente, dois mil milhões de pessoas crescidas.
Explicação: No Planeta Terra continha todas as pessoas que o Principezinho visitou nos outros planetas.
Capítulo 17
O Principezinho encontra-se no deserto do Sara, ou seja, no Planeta Terra na África. Onde encontra uma serpente.
Frase marcante: - Quando toco em alguém, devolvo-o imediatamente á terra de onde saiu. Mas tu és puro e vieste de uma estrela…
Explicação: As serpentes são venenosas. Mas como o Principezinho era um bom rapaz, ela não lhe fez nada. Ou seja, não o mordeu.
Capítulo 18
O Principezinho encontra uma flor, e lhe pergunta pelas pessoas crescidas. Mas a flor nunca tinha visto muitas.
Frase marcante: O vento leva-as de um lado para o outro.
Explicação: As pessoas, não param quietas, deslocam-se, são o contrário das flores.


Capitulo 19
Aqui o Principezinho sobe a uma montanha e aí ele fala, e ouve-se o eco. Ele ficou a pensar que os humanos são mesmo esquisitos, pois têm falta de imaginação e repetem tudo o que dissermos.
Frase marcante: Ao menos eu, no meu planta, tinha uma flor: e quem falava sempre primeiro era ela…
Explicação: Pois no planeta Terra, é o contrário falam sempre depois dele, repetindo-o.
Capítulo 20
O Principezinho encontra um jardim cheio de rosas, e ele entende que afinal a sua rosa, não é única. Existe milhares iguais a ela.
Frase marcante: E eu lá tinha de fazer de conta que tratava dela porque, senão, era bem capaz de se deixar morrer mesmo a sério só para eu também ficar humilhado…
Explicação: A rosa do Principezinho queria todas as atenções do mundo, ela era super vaidosa, orgulhosa…
Capítulo 21
O encontro do Principezinho e da raposa. Este é o capítulo mais importante pois aí ele entende que a raposa é uma verdadeira amiga. A raposa ensina lhe um grande lição: a rosa do Principezinho pode ser igual às outras por fora, que por dentro é totalmente diferente. O Principezinho criou intimidades com ela que não tem com mais ninguém, a sua rosa é “especial”.
Frase marcante: - Não há bela sem senão…
Explicação: Não há coisas fantásticas sem algo para a prejudicar atrás.
Capítulo 22
De seguida ele encontra um agulheiro, que passa o tempo a mudar o trajecto dos comboios.
Frase marcante: Só as crianças sabem do que andam á procura.
Explicação: Só as crianças têm a certeza do que querem.
Capítulo 23
Hoje em dia já se inventa tudo. Como neste capítulo, um vendedor de comprimidos para tirar a sede. Poupam-se 53 minutos por semana.
Frase marcante: Porque é uma enorme economia de tempo.
Explicação: Cada minuto é precioso para as pessoas.
Capítulo 24
O Principezinho e o aviador estavam no deserto, e decidiram ir á procura de água, pois já não tinham. Andaram, andaram e não encontravam. Só no dia seguinte ao romper do dia é que o aviador encontrou um poço, enquanto o Principezinho dormia nos seus braços.
Frase marcante: O que me comove tanto neste Principezinho adormecido é a sua fidelidade a uma flor, é a imagem de uma rosa que, mesmo quando ele dorme, brilha lá dentro como a chama de uma vela.
Explicação: O Principezinho era fiel á sua rosa, e quando ele dorme brilha lá dentro uma vela que é necessária protegê-la; pois mal lhes dá o vento apagam-se.
Capítulo 25
O Principezinho e o aviador encontram um poço e beberam a água que o habitava. De seguida, o Principezinho lembrou-se que no dia seguinte, iria fazer um ano que ele estava no Planeta Terra e começou a sentir saudades. O Principezinho para com o aviador disse para ele ir ter com a sua máquina, que esperaria lá até ao dia seguinte.
Frase marcante: Quando nos deixamos cativar, é certo e sabido que algum dia alguma coisa no há-de fazer chorar.
Explicação: Quando criamos intimidades com alguém, torna-se complicado despedir-se dela.
Capítulo 26
O aviador salva o Principezinho de uma serpente venenosa. A seguir o Principezinho começa a pensar que está na hora de partir.
Mas antes de partir deixou-lhe um presente…o seu sorriso e aconselhou-o a todas as noites a olhar para as estrelas, pois ela mora numa delas e iria provavelmente estar a rir-se. É como se fossem guinzinhos a rir.
Frase marcante: Quando se ama uma flor que está plantada numa estrela, é bom olhar para o céu. Todas as estrelas ficam floridas…
Explicação: O que é importante não se vê mas sente-se.
Capítulo 27
Já se passaram seis anos. E o Aviador nunca mais viu o Principezinho, mas ouve todas as noites, a olhar para as estrelas, guinzinhos a rir.
Frase marcante: E nunca nenhuma pessoa crescida há-de entender como isso é importante.
Explicação: Uma pessoa crescida tem uma mentalidade diferente de uma criança.
Figuras de estilo

“Mas lembrei-me que só tinha estudado geografia, história, matemática e gramática…” – enumeração

“ Quando acende o candeeiro, é como se fizesse nascer uma estrela.” – Comparação

“As flores são fracas. São muito ingénuas.” – Adjectivação

“Tenho uma profissão terrível.” – Adjectivação

“ Porque não é o geógrafo que há-de ir á procura de cidades, de rios, de montanhas, de mares, de oceanos e de desertos.” – Enumeração e aliteração

“E a roldana gemeu como um velho catavento geme depois de um longo sono do vento” – personificação e comparação

“Era boa para o coração, como uma prenda.” – Comparação

“Todas as estrelas me vão dar de beber…” – Personificação Moral da história
As coisas mais importantes são muitas vezes invisíveis para os olhos, só com o coração é que podemos vê-las!



Trabalho realizado por: Carla
Filipa
Nuno
Rafael 9ºB
Full transcript