Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Comigo me desavim

No description
by

joey sampaio

on 7 October 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Comigo me desavim

Comigo me desavim
Análise Formal
Sá de Miranda
René Magritte
Comigo me desavim
Comigo me desavim,
sou posto em todo perigo;
não posso viver comigo
nem posso fugir de mim

Com dor, da gente fugir,
antes que esta assi crecesse;
agora já fugiria
de mim, se de mim podesse.
Que meo espero ou que fim
do vão trabalho que sigo,
pois que que trago a mim comigo,
tamaho imigo de mim?


Bibliografia

Google
Youtube
Wikipedia
Citador
Manual Diálogos 8 ano
Francisco Sá de Miranda nasceu em Coimbra em 1481 e morreu em 1558. Vivia em Barcelos
Biografia
Sá de
Miranda
a Co|mi|go| me| de|sa|vim,
consoante ,rica
b sou| pos|to |do |pe|ri|go;
b não| pos|so |vi|ver |co|mi go
a nem pos|so |fu|gir| de| mim consoante ,pobre

c Com|dor|, da| gente| fu|gia, toante, pobre
d an|tes| que| esta| assi |crec|esse;
c ago|ra |já| fugi|ria
consoante, pobre
d de|mim|, se| de |mim| po|de|sse.
a Que| meu |es|pe|ro|ou |que|fim
b do| vão| tra|ba|lho|que| si|go, consoante, rica
b pois| que| tra|go a| mim| co|migo,
a ta|ma|nho i|migo |de |mim?
consoante, pobre


Nada se sabe da vida de Sá de Miranda nos seus primeiros anos. Meras hipóteses, mais ou menos aceitáveis, nos indicam o caminho que seguira, desde o seu nascimento em Coimbra até à Universidade em Lisboa.
Estudou Gramática, Retórica e Humanidades na Escola de Santa Cruz.

Frequentou depois a univeridade de Lisboa, ao tempo estabelecida em Lisboa, onde fez o curso de Leis alcançando o grau de doutor em Direito.
alguns poemas escritos :
Por estes campos sem Fim ;
Esparsa ;
Ó meus castelos de vento.
Comigo me Desavim
Interpretação
Este poema de Sá de Miranda antecipa em quatro séculos, segundo o meu ponto de vista, o estilo modernista da poesia portuguesa dos anos vinte da centúria passada. Mais nenhum poeta, antes dos modernistas do século vinte, fez uma incursão no modelo introspectivo, tal como o fez Sá de Miranda neste poema. Eu acho que este poema esta a exprimir os sentimentos de um homem que vive em stress e não tem paz nem liberdade.
interpolada
cruzada
interpolada
Full transcript