Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Camilo Pessanha - Trabalho de Literatura

No description
by

Carolina Ribeiro

on 31 October 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Camilo Pessanha - Trabalho de Literatura

Turma 203 Camilo Pessanha Grupo Ariel Castro
Carolina Ribeiro
Daniel Lima
Geórgia
Lorenna Almeida Biografia Características do autor Foi quem melhor atendeu aos pressupostos teóricos do movimento simbolista.
É considerado hoje a principal expressão do movimento em Portugal.
Sua poesia destaca-se pela musicalidade, pela presença de elipses, sinestesias, metáfora, símbolos, ambiguidades, riquezas de imagens auditivas e visuais.
Os temas são ligados a concepção pessimista, desistente e cética do autor diante da vida.
O exílio do mundo e a desilusão em relação à Pátria também estão presentes em sua obra e passam a impressão de desintegração do seu ser. Camilo de Almeida Pessanha nasceu em 7 de setembro de 1867.
Filho de Francisco António de Almeida Pessanha, e de Maria do Espírito Santo Duarte Nunes Pereira.
Com 16 iniciou os estudos de Direito na Universidade de Coimbra, onde nascera.
Após formar-se foi para Macau, na China, onde exerceu a função de Professor do Liceu de Macau e conservador do registro predial de Macau.
Sofreu com a tuberculose, agravada pela vida devassa que levava (dizem que ele consumia ópio).
É considerado o expoente do Simbolismo português. Se Andava no Jardim Se andava no jardim,
Que cheiro de jasmím!
Tão branca do luar!

. . . . . . . . . . . . .
. . . . . . . . . . . . .
. . . . . . . . . . . . .

. . . . . . . . . . . . .
. . . . . . . . . . . . .
. . . . . . . . . . . . . Obras A obra principal de Camilo Pessanha é Clepsidra, relógio de água, é a reunião de seus poemas com musicalidade marcante e temas até certo ponto dramáticos, publicada em 1922.

Também escreveu alguns manuscritos e ensaios. Além de ter feito algumas traduções.

Alguns de seus textos estão dispersos, como: "San Gabriel", "Rosas de Inverno", "Estética Chinesa", "Violoncelos", "Macau", "Vozes do outono" e outros. Eis tenho-a junto a mim.
Vencida, é minha, emfim,
Após tanto a sonhar...

Porque entristeço assim?...
Não era ela, mas sim
(O que eu quiz abraçar),

A hora do jardim...
O aroma de jasmim...
A onda do luar... Análise Metáfora: (o que eu quis abraçar) / A hora do jardim… / O aroma de jasmim… / A onda do luar...
Tercetos de hexassílabos agudos de rima fixa (esquema AAB) que produz um efeito: Que cheiro || de jasmim; Vencida, || é minha, || enfim).
"Depois das bodas…”, “O meu coração…”, “Porque o melhor enfim”, “Rosas de Inverno”, “Fragmento de Um Hino”, “Água Morrente”, “Branco e Vermelho”.
Rimas idênticas: luar e luar; jardim e jasmim.
Abuso de frases interrompidas ou suspensas.
Na poesia antiga grega e romana, era a tentativa de regressar a uma amada real. O eu-lírico de Pessanha, regressando ao lugar, segue o trilho poético.
Full transcript