Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Projeto Mestrado

Apresentação referente ao projeto defendido junto a banca de avaliação da seleção para o curso de mestrado em administração da UFPE.
by

Marcus Araújo

on 15 April 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Projeto Mestrado

Objetivos da Pesquisa
Objetivo Específico 1
Objetivo Específico 2
Objetivo Específico 3
Sucesso e fracasso em projetos de tecnologia da informação:
uma visão à luz dos fatores promotores e inibidores do alinhamento estratégico

Problema da Pesquisa
Como os fatores promotores e inibidores do alinhamento estratégico da TI com o negócio relacionam-se com o sucesso e o fracasso dos projetos de tecnologia da informação?
Justificativa
A persistência na obtenção de resultados negativos mesmo adotando práticas de gerenciamento de projetos (THE STANDISH ..., 2011; 2013);
Novo fôlego ao debate sobre o alinhamento estratégico na academia brasileira (ARAÚJO, 2014);
Ampliar o debate sobre o sucesso e o fracasso de projetos, contribuindo para a abordagem contingencial;
Fornecer às empresas um suporte na promoção do sucesso dos projetos por intermédio do alinhamento estratégico;
Lançar luz sobre elementos ainda não contemplados pelo PMBoK® e o CMMI®.
Objetivo Geral
Averiguar a relação entre fatores promotores e inibidores do alinhamento estratégico da TI e o sucesso ou fracasso dos projetos de tecnologia da informação.
Referencial Teórico
Escolas do pensamento de formulação estatégica (MINTZBERG; LAMPEL, 1999) e planejamento estratégico de TI (McLEAN; SODEN, 1977; KING, 1988; REZENDE; ABREU, 2002);
Principais modelos de alinhamento estratégico (HENDERSON; VENKATRAMAN, 1993; REICH; BENBASAT, 1996; CHAN
et al
, 1997;

TEO; KING, 1997;

HIRSCHHEIM; SABHERWAL, 2001; BRODBECK; HOPPEN, 2003;

KEARNS; SABHERWAL, 2006);
Gerenciamento de projetos (KERZNER, 2006; MULLAY, 2006; PRADO, 2008; PROJECT ..., 2008a; 2008b)
Referências
BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977.

BRODBECK, A. F.; HOPPEN, N. Alinhamento estratégico entre os planos de negócio e de tecnologia de informação: um modelo operacional para implementação. Revista de Administração Contemporânea, v. 7, n. 3, p. 9-33, 2003.

BRONZATTO, T. A Eletrobras vive o seu pior momento e tenta se reestruturar. Revista Exame, São Paulo, 05 de ago. de 2013. Energia, p. 2. Disponível em: <http://goo.gl/cD4c7R>. Acesso em 25 de out. de 2013.

CAMARGO, I. Análise do processo de reestruturação do setor elétrico brasileiro. Revista Brasileira de Energia, v. 11, n. 2, p. 1-9. Disponível em: <http://goo.gl/cTQ1Ou>. Acesso em 24 de out. de 2013.

CHAN, Y. E.; HUFF, S. L.; BARCLAY, D. W.; COPELAND, D. G. Business strategic orientation, information systems strategic orientation, and strategic alignment. Information Systems Research, v. 8, n. 2, p. 125-150, 1997.

COOPER, D. R.; SCHINDLER, P. S. Métodos de pesquisa em administração. 7. ed. São Paulo: Bookman, 2003.

DELLAGNELO, E. H. L.; SILVA, R. C. Análise de conteúdo e sua aplicação em pesquisa na administração. In: VIEIRA, M. M. F.; ZOUAIN, D. M. Pesquisa qualitativa em administração. Rio de Janeiro: FGV, 2005.

ELETROBRAS. Relatório de sustentabilidade - 2010. Rio de Janeiro: Eletrobras, 2011. 158 p.

FONTES, B. A. S. M.; EICHNER, K. A formação do capital social em uma comunidade de baixa renda. REDES, v. 7, n. 2, p. 1-33, 2004.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 3. ed. São Paulo: Atlas, 1991.

GODOY, Arilda Schimit. Introdução à Pesquisa Qualitativa e suas Possibilidades. Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 35, n. 2, p. 57-63, 1995.

GRANOVETTER, M. The strength of weak ties. American Journal of Sociology, v. 78, n. 6, p. 1930-1938, 1973.

______. The strength of weak ties: a network theory revisited. Sociological Theory, v.1, p. 2001-2233, 1983.

GREGÓRIO, T. A. O custo de uma concessão e a privatização no setor elétrico brasileiro. In: SEMINÁRIO DE PLANEJAMENTO ECONÔMICO FINANCEIRO DO SETOR ELÉTRICO, 8. 2000, Brasília. Anais... Brasília: Centrais Elétrica do Norte do Brasil, 2010. Disponível em: <http://goo.gl/MqmtPz>. Acesso em 22 de out. de 2013.

GUIMARÃES, N. A. Como sair do desemprego? Laços fortes e laços fracos na procura de trabalho em São Paulo. In: BRAZILIAN STUDIES ASSOCIATION, 9. 2008, New Orleans. Anais… New Orleans: BRASA, 2008. Disponível em: <http://goo.gl/wKUAUg>. Acesso em 21 de out. de 2013.

HENDERSON, J. C.; VENKATRAMAN, N. Strategic alignment: leveraging information technology for transforming organizations. IBM System Journal, v. 32, n. 1, p. 472-484, 1993.

HIRSCHHEIM, R.; SABHERWAL, R. Detours in the path toward strategic information systems alignment. California Management Review, v.44, n.1, p.87-108, 2001.

KAUFMAN, D. A força dos “laços fracos” de Mark Granovetter no ambiente do ciberespaço. Galaxia, n. 23, p. 207-218, 2012.
Apresentação
Marcus Araújo (29), administrador (UFRN) na Chesf. Gerente de relacionamento com o cliente de TI. MBA em gestão da TI (CIn/UFPE). Cursando mestrado em administração (Propad/UFPE).

envieparamarcus@gmail.com

br.linkedin.com/in/araujomarcus
Contexto da Pesquisa
Contexto do Alinhamento Estratégico
25 anos de estudos (HENDERSON; VENKATRAMAN, 1989);
Salto estratégico da TI (VAN GREMBERGEN; DE HAES, 2009);
Vários modelos e
frameworks
propostos (JOIA; SOUZA, 2009);
É um conceito de difícil implementação. Problemas relacionados: foco interno, falta clareza aos projetos de TI e ausência de intrumentos de medição de sua eficiência (MAES et al., 2000; WEIS; THOROGOOD; CLARK, 2007);
TI ainda é, majoritariamente, vista como um custo pelo negócio (NASH, 2014).
Identificar quais fatores promotores e inibidores do alinhamento estratégico da TI estão relacionados com o sucesso ou o fracasso dos projetos.
Apontar quais fatores promotores e inibidores do alinhamento estratégico da TI estão relacionados com o sucesso ou o fracasso no gerenciamento dos projetos.
Discutir variações associadas à flutuação dos fatores promotores e inibidores do alinhamento estratégico da TI para o sucesso ou o fracasso dos projetos e em seu gerenciamento de acordo com os grupos pesquisados.
Metodologia da Pesquisa
Pesquisa pós-positivista, quanto a seu posicionamento paradigmático, exploratória e descritiva, quanto aos seus objetivos, e quantitativa, quanto a forma de abordagem (RICHARDSON et al., 1999; GIL, 2008);
Adotará as estratégias metodológicas da pesquisa documental (LAKATOS; MARCONI, 2010) e do
survey
(BABBIE, 1999);
Coleta de dados secundários, por meio de uma grade de informações, junto ao escritório de projetos (projetos de 2011 a 2015);
Coleta de dados primários, por meio de questionário, junto a uma amostra da população da pesquisa.
Metodologia da Pesquisa
População: patrocinadores, demandantes, gerentes de projetos e membros de equipes de projetos;
Amostra probabilística do tipo estratificada (HAIR JUNIOR et al., 2005) com abordagem proporcional (FÁVERO et al., 2009);
Natureza parametríca ou não-paramétrica dos dados avaliadas pelo testes Kolmogorov-Smirnov (K-S) e Lillefors (RODRIGUES; PAULO, 2012);
Na análise dos dados serão empregadas técnicas estatísticas univariadas, bivariadas e multivariadas (COOPER; SCHINDLER, 2003; HAIR JUNIOR et al., 2009);
Emprego da teoria das facetas para o enriquecimento da análise (GREENBAUM, 2009).
Contexto do Alinhamento Estratégico
É um conceito tautológico;
Alinhamento é um produto ou um processo? (BARCLAY et al., 1997; HIRSCHHEIM; SABHERWAL, 2001);
A literatura aponta a existência de fatores que promovem ou inibem a ocorrência do alinhamento estratégico (LUFTMAN; PAPP; BRIER, 1999; REICH; BENBASAT, 2000);
Carência de pesquisas que observem os fatos como eles são e desprezem modelos e conceitos genéricos (CIBORRA, 1997).
Contexto da Gestão de Projetos
Mais de 3 décadas de estudos (ADAMS; BARNDT, 1983; KING; CLELAND, 1983);
Escalada na adoção de práticas de gerenciamento de projetos nas organizações (GRAY; LARSON, 2009; REHDER, 2010);
Ausência de consenso sobre o conceito de sucesso de projeto (NGUYEN; OGUNLANA; LAN, 2004; MARQUES JÚNIOR; PLONSKI, 2011);
Fatores críticos de sucesso no gerenciamentoo de projetos (SLEVIN; PINTO, 1986);
Referências
KEARNS, G. S.; SABHERWAL, R. Strategic alignment between business and information technology: a knowledge-based view of behaviors, outcome, and consequences. Journal of Management Information Systems, v.23, n.3, p.129-162, 2006.

LOPES, F. D.; BALDI, M. Laços sociais e formação de arranjos organizacionais cooperativos – proposição de um modelo de análise. Revista de Administração Contemporânea, v. 9, n. 2, p. 81-101, 2005.

LUFTMAN, J. N. Assessing business – IT alignment maturity. Communication of AIS, v. 4, n. 1, p. 5-9, 2000.

MINAYO, M. C. S.; SANCHES, O. Quantitativo-qualitativo: oposição ou complementaridade? Caderno Saúde Pública, v. 9, n. 3, p. 237-248, 1993.

NUNES, F; CIARELLI, M. Eletrobras abandona sonho de virar uma Petrobras e já fala em demissões. O Estado de São Paulo, São Paulo, 16 de nov. de 2012. Economia, p. 2. Disponível em: <http://goo.gl/dXsqG1>. Acesso em 24 de out. de 2013.

OLIVEIRA, D. C. Análise de conteúdo temático-categorial: uma proposta de sistematização. Rev Enferm UERJ. v. 16, n. 4, p.569-576, 2008.

PEREIRA, C. M. L. P.; DORNELAS, J. S. Fatores promotores e inibidores do alinhamento estratégico da tecnologia da informação em uma situação de fusão: o caso de uma rede varejista. Revista de Administração Contemporânea, v.14, n.3, p. 495-515, 2010.

PINTO, M. S. L.; OLIVEIRA, R. R. Estratégias competitivas no setor elétrico brasileiro: uma análise dos interesses e expectativas dos atores da Chesf. Revista de Administração Contemporânea, v. 8, n. spe, p. 131-155, 2004.

PIRES, J. C. L. Desafios da reestruturação do setor elétrico brasileiro. Texto para discussão, n. 76, 2000. Disponível em: <http://goo.gl/Y8xXap>. Acesso em 22 de out. de 2013.

PRATES, A. A. P. Redes sociais em comunidades de baixa renda: os efeitos diferenciais dos laços fracos e dos laços fortes. Revista de Administração Pública, v. 43, n. 5, p. 1117-1146.

PUGLISI, M. L.; FRANCO, B. Análise de conteúdo. 2. ed. Brasília: Líber Livro, 2005.

REICH, B. H.; BENBASAT, I. Measuring the linkage between business and information technology objectives. MIS Quarterly, v. 20, n. 1, p. 55-81, 1996.

SACCOL, A. I. C. Z. Alinhamento estratégico da utilização da internet e do comércio eletrônico: os casos Magazine Luiza e Fleury. Revista de Administração Contemporânea, v.9, n.2, p. 59-80, 2005.

SANTOS, M. Perfis de gerenciamento estratégico da informação nas empresas brasileiras. Brazilian Business Review, v.3, n.1, p.118-136, jan./jun. 2006.

SCHÜFFNER, C.; ROSAS, R. Ser a Petrobras do setor ainda é sonho para a Eletrobras. Valor Econômico, São Paulo, 20 de jul. de 2011. Notícias, p. 2. Disponível em <http://goo.gl/8zudR3>. Acesso em 25 de out. de 2013.

SILVA, E. L.; MENEZES, E. M. Metodologia da Pesquisa e Elaboração de Dissertação. 3 ed. Florianópolis, Laboratório de Ensino a Distância da UFSC, 2001

TRIVIÑOS, A. N. S. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. Porto Alegre: Bookman, 2010.
Contexto da Gestão de Projetos
Abordagem tradicional (PROJECT... 2008a; 2012)
versus
abordagem contigencial (SHENHAR; DVIR, 2007) do gerenciamento de projetos;
Elevadas taxas de não cumprimento das metas de escopo, tempo e custo (KPMG, 2013);
Diferentes fatores afetam, em intensidades distintas, o sucesso ou o fracasso do projeto ao longo do seu ciclo de vida (LARSEN; MYERS, 1999).
Figura 2: Responsabilidades da TI e crescente de valor.
Fonte: Adaptado de Cassidy (2006).
Figura 1: Elementos do alinhamento estratégico da tecnologia da informação.
Fonte: Adaptado de Henderson e Venkatraman (1993).
Figura 3: Responsabilidades da TI e crescente de valor.
Fonte: Adaptado de Nash (2014).
Figura 4: Triângulo de ferro da relação escopo-custo-tempo para a qualidade de um projeto.
Fonte: Adaptado de Gray e Larson (2009).
Figura 5: Fatores críticos de sucesso do
framework Project Implementation Profile
.
Fonte: Adaptado de Gray e Larson (2009).
Figura 6: Evolução do fracasso no gerenciamento dos projetos de TI nos Estados Unidos.
Fonte: Adaptado de The Standish Group International (2011; 2013).
Figura 7: Fases do ciclo de vida do projeto.
Fonte: Adaptado de Adams e Barndt (1983) e King e Cleland (1983).
Figura 8: Cronologia dos eventos antecedentes aos resultados dos projetos de TI.
Fonte: Inspirado em Slvelin e Pinto (1986), Pinto e Slvelin (1987), Henderson e Venkatraman (1993), Luftman, Papp e Brier (1999), Mintzberg (2004), Cassidy (2006), Kearns e Sahberwal (2006) e Weiss e Thorogood (2011).
Full transcript