Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Relatório Atividade Experimental

No description
by

Laura Marques

on 27 November 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Relatório Atividade Experimental

Relatório Atividade Experimental
Material
Para proceder à atividade experimental foi necessário os seguintes materiais:

• Caixa de cartão (de sapatos) com tampa
• minhocas
• Candeeiro
• Tesoura
• 3 tinas de vidro
• 3 vidros de relógio
• Pinças de dissecação
• Cubos de gelo
• Água a diferentes temperaturas
• Termómetro
• Papel
• Esguicho de água

Procedimento
Na primeira parte da atividade experimental observámos o comportamento das minhocas em função da luz e, para isso, começámos por cortar cerca de um terço da tampa da caixa de sapatos. De seguida colocámos a tampa na caixa e as minhocas na parte mais sobria, ou seja, por baixo da tampa. O candeeiro foi posto na zona sem tampa da caixa, de forma a iluminar esta mesma parte. Por fim observámos e registámos o comportamento das minhocas, neste caso, em função da luz.
Na segunda parte desta atividade observamos o comportamento das minhocas em função da temperatura. Inicialmente colocámos cubos de gelo numa tina com água e um vidro de relógio a flutuar. Com a ajuda do termómetro registámos a temperatura na tina. Seguidamente, com a ajuda da pinça, colocámos algumas minhocas dentro do vidro de relógio e observámos e registámos o seu comportamento.
Na terceira parte da atividade experimental observámos o comportamento das minhocas em função da humidade. Em primeiro lugar retirámos a tampa da caixa, colocámos camadas de papel e forrámos metade da mesma. Depois humedecemos o papel com o esguicho de água e colocámos a minhoca na zona sca, com a juda da pinça de dissecação. De seguida observámos o comportamento da primeira minhoca e colocámos mais duas minhocas na zona seca. Finalmente observámos e registámos o seu comportamento.



Resultados
Na primeira parte da atividade experimental, seguidamente de colocármos as minhocas na zona mais sombria da caixa, passado alguns minutos observámos que estas, quando expostas à luz, refugiam-se na zona mais sombria (por baixo da tampa da caixa).
Na segunda parte da atividade experimental, depois de pormos as minhocas em cima do vidro de relógio e, posteriormente a flutuar na tina de água e gelo, observámos que estas, a uma temperatura de 5ºC, se enrolaram e ficaram inativas. Contrariamente, quando estavam a uma temperatura de 30ºC, começaram a dispersar e a ficarem bastante irrequietas e ativas. A uma temperatura de 16ºC, ou seja, a uma temperatura ambiente, as minhocas moviam-se normalmente e sempre esticadas.
Na terceira parte da atividade, depois de colocar as minhocas na zona seca, estas tendiam a ir para a zona húmida (zona com papel húmido). Quando estavam na zona húmida, as minhocas mantiveram-se lá, movendo-se bastante e permanecendo esticadas.

Conclusão
Objetivo(s)
Com esta atividade experimental pretendia-se observar o comportamento das minhocas em função de três fatores abióticos: a temperatura, a luz e a humidade. De seguida procurava-se refletir sobre o comportamento das minhocas e justificar o mesmo, ou seja, tirar conclusões.
Introdução
Os fatores abióticos são fatores do meio que influenciam os seres vivos. Os que mais influênciam os seres vivos são: a luz, a temperatura, a humidade, a pluviosidade e o substrato. A luz influência o crescimento e desenvolvimento das plantas, visto que é a fonte de energia utilizada por estas para produzirem o seu próprio alimento. Este fator abiótico também influência os animais, sendo que alguns animais só permanecem ativos durante o fotoperíodo; a reprodução de alguns animais também depende do nº de horas de luz; o comportamento dos animais em função da luz pode levar á migração e à atração pela luz (espécies lucifugas e lucifilas). A temperatura influência as adaptações morfológicas e comportamentais dos animais: camada de gordura, cor do pêlo, tamanho das axtremidades (morfológicos), hibernação e estivação (comportamentais). A pluviosidade ou precipitação influência a distribuição das plantas terrestres. Em relação á humidade, os seres vivos classificam-se em: hidrófilos, higrófilos, mesófilos e xerófilos. Por fim mas não menos importante, o substrato (água ou solo) é importante para a sobrevivência dos seres vivos, uma vez que existem espécies que precisam de água profundas, com salinidade ou com luminosidade para sobreviver; existem espécies que habitam no solo e que necessitam de matéria mineral, orgânica, água e ar.


Laura Marques


Professora: Natércia Pires


Disciplina: Ciências Naturais
Nº12


Turma/Ano: 8ºA
Com esta atividade concluímos que, como era nosso objetivo, as minhocas são influenciadas pelos fatores abióticos, temperatura, luz e humidade. Na primeira parte da atividade concluímos que as minhocas são seres lucífugos, ou seja, não suportam a luminosidade. O habitat destes seres vivos (subsolo) não tem muita luminosidade e por isso as minhocas procuraram refugiar-se na parte mais sombria. Na segunda parte da atividade verificámos que as minhocas não reagem bem quando postas a temperaturas muito altas ou muito baixas, sendo que a temperaura ideal para estes seres vivos é a temperatura ambiente. Assim, concluímos que o seu habitat está a uma temperatua ambiente, visto que as minhocas se comportam normalmente quando expostas a esta temperatura. Na última parte da atividade as minhocas quando colocadas na zona seca tendiam em ir para a zona húmida. Confirmamos assim que as minhocas estão habituadas a locais húmidos e por isso são seres higrófilos. Quando não estão em habitats mais secos do que o seu, estes seres vivos desidratam.
Discussão

Na primeira parte da atividade as minhocas refugiaram-se na zona mais sombria visto que, o seu habitat (subsolo) não tem muita luminosidade e por isso as minhocas procuraram refugiar-se na parte mais sombria. Na segunda parte da atividade verificámos que as minhocas não reagem bem quando postas a temperaturas muito altas ou muito baixas, sendo que a temperaura ideal para estes seres vivos é a temperatura ambiente. Assim, concluímos que o seu habitat está a uma temperatua ambiente, visto que as minhocas se comportam normalmente quando expostas a esta temperatura. Na última parte da atividade as minhocas quando colocadas na zona seca tendiam em ir para a zona húmida. Confirmamos assim que as minhocas estão habituadas a locais húmidos e por isso são seres higrófilos. Quando não estão em habitats mais secos do que o seu, estes seres vivos desidratam.
Full transcript