Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

PNPS - Exemplos de Ações de Promoção em Saúde

No description
by

Daniela Bertol

on 2 July 2018

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of PNPS - Exemplos de Ações de Promoção em Saúde

Exemplos de Ações de Promoção em Saúde
Saúde Coletiva II - Famed - 2018/I
Professores: Anderson F, Carla BCG,
Daniela BG, Louise P e Maria Lucia DM.

(Port. 2446/2017)
VACINAÇÃO e IMUNIZAÇÃO
Ex. Campanha nacional de vacinação contra a gripe.
Alimentação Saudável
Alimentação Saudável
Início da vida fetal;
Ao longo da primeira infância;
Alimentação da gestante;
Aleitamento materno;
Introdução oportuna de alimentação complementar.
Atividade Física
Várias doenças (câncer, diabetes, cardiovasculares, osteoporose, etc);
Fatores de risco (HAS, obesidade, etc).

Início: populações de risco.
Portanto,
PREVENÇÃO
Campanha para toda a população.
PROMOÇÃO
em saúde
Alimentação Saudável, deve ser:
Acessível (finaceiro e físico);
Variada;
Adequada quantidade e qualidade;
Naturalmente colorida;
Segura sanitariamente.
(GUSSO & LOPES, 2012)
(GUSSO & LOPES, 2012)
Alimentação inadequada
Desnutrição
Obesidade
(VIGITEL, 2017)
(MAZO, 2008)
DEMARZO, MMP.; AQUILANTE, AG. Abordagem à Saúde Escolar. In: GUSSO, G.; LOPES, JMC.
Tratado de Medicina de Família e Comunidade
. Vol.I. Porto Alegre: Artmed, 2012. p.580-590.
GUSSO, G.; LOPES, JMC.
Tratado de Medicina de Família e Comunidade
. Vol.I. Porto Alegre: Artmed, 2012.
MAZO, GZ. Atividade física, qualidade de vida e envelhecimento. Porto Alegre: Sulina, 2008.
MENDES, EV. Cuidado das condições crônicas na atenção primária à saúde: o imperativo da consolidação da estratégia da saúde da família. Brasília: Organização Pan-Americana da Saúde, 2012.
MIRANDA, SMRC.; MALAGUTTI, W. Educação em saúde. São Paulo: Phorte, 2010.
VIGITEL, 2017 - Disponível em: http://portalarquivos.saude.gov.br/images/pdf/2017/abril/17/Vigitel.pdf
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
Vantagens e barreiras para a
promoção da ATIVIDADE FÍSICA na APS
(GUSSO & LOPES, 2012)
Mudança de hábitos na comunidade;
Deveria ser uma prioridade em saúde pública;
Cuidado individual e coletivo;
APS tem grande potencial de contribuição pelo contato contínuo (longitudinalidade).
(VIGITEL, 2017)
AÇÕES
Estratégia Global de Alimetação e Atividade Física lançada pelo OMS em 2004;
DESAFIOS
Adesão
Colaboração da comunidade (ações e preservação espaços)
Prescrição (utopia)???
Quantos fazem atividade física em casa, continuada e regrada???
Exemplos em Passo Fundo
Espaços físicos "apropriados"
UPF;
Ciclovia;
Academias da Saúde;
Pistas corrida (BM e UPF);
Praças;
Ginásios.
Ações/grupos que estimulam/oportunizam
(gratuito ou baixo custo)
Grupos de ciclismo;
Grupos de Terceira Idade (Dati, Creati, Sesc, clubes recreativos);
Provas esportivas para amadores (corridas de rua, audax...)



Creati
Exemplo de práticas extensionistas universitárias.
Programa Nacional de Controle do Tabagismo
Saúde na Escola
Ministério da Saúde, em 1998.
Apoiar os fumantes a deixar de fumar;
Prevenir a iniciação no consumo - crianças e adolescentes;
Estimular o abandono entre os dependentes.
(MIRANDA & MALAGUTTI, 2010)
Estratégias
Mudança de paradigma (do comportamento elegante e charmoso para o indesejável);

(MIRANDA & MALAGUTTI, 2010)
2013 - 11,3%
2006 = 15,7%
Fumantes na população brasileira vem diminuindo com essas estratégias:
(INCA, 2014)
A escola é um lócus privilegiado para a PROMOÇÃO DA SAÚDE, pois pode integrar:
estudantes, pais, professores,
funcionários
como cidadãos críticos.

(DEMARZO & AQUILANTE, 2012)
Resumindo...
Promoção e Prevenção em saúde
MACRO
Elaboração de legislação específica para os fatores de risco;
Aumento de impostos dos bens produtores das condições de saúde (álcool e tabaco);
Governos têm atuado de forma insuficiente;
Dificuldades de medir e atuar no longo prazo;
Deixando a critério de cada pessoa mudar seu comportamento.

(MENDES, 2012)
MESO
Ações nas comunidades, nos ambientes de trabalho e nos ambientes escolares;
Ótimo retorno econômico - custos com atenção à saúde.
(MENDES, 2012)
MICRO
Ações em pequenos grupos e individuais;
Complemento das ações comunitárias/populacionais;
ESF (longitudinalidade).

(MENDES, 2012)
Política Nacional de Promoção da Saúde: incluiu a atividade física na agenda nacional, incentivando a destinação de recursos a todos os Estados para investimento em projetos locais.
Dati/Comai

Prefeitura - Gratuito
Vários locais públicos proibido fumar por lei.
Envolvimento de mais profissionais da saúde;
Meta de implantar o atendimento nas UBS;
Mídia;
Advertências impressas nos maços de cigarro;
Art. 10.
São temas prioritários da PNPS
I - formação e educação permanente;
II - alimentação adequada e saudável;

IV - enfrentamento do uso do tabaco e seus derivados;
V - enfrentamento do uso abusivo de álcool e outras drogas.
VI - promoção da mobilidade segura

a) envolvendo a vigilância em saúde, a atenção básica e as redes de urgência e emergência do território na produção do cuidado e na
redução da morbimortalidade
decorrente do trânsito.

b) saúde, educação, trânsito, fiscalização, ambiente e demais setores envolvidos, além da sociedade, visando a
mobilidade segura
.

VII - promoção da cultura da paz e de direitos humanos;
VIII - promoção do desenvolvimento sustentável.
III - práticas corporais e atividades físicas;
Full transcript