Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

UNESCO- Secção de Comunicação e Informação

No description
by

Inês Fonseca

on 13 January 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of UNESCO- Secção de Comunicação e Informação

O que se encontrou no final da Segunda Grande Guerra:

Fome;
Refugiados;
Desequilíbrios ambientais;
Desigualdades socioeconómicas.
Próximo passo:

Dá-se a criação da Organização das Nações Unidas (ONU),em 1945 pelos Aliados, para promover a paz mundial e a cooperação internacional na solução dos problemas económicos, sociais e humanitários.
Em 1945, foi feita uma Conferência das Nações Unidas com propostas apresentadas pela Conferência dos Ministros Aliados da Educação (CAME).
Fim da Segunda Guerra Mundial
Tem como objectivo estabelecer uma organização educacional e cultural (ECO/CONF).
UNESCO
Esta conferência foi assinada por 37 países.
Programa RAMP
O programa RAMP (Records and Archives Management Programme) consiste em estudos realizados por especialistas da UNESCO na área de registos e de administração de arquivos, que abrangem questões como:

Desenvolvimento de infra-estrutura de arquivo;
Legislação de Arquivo;
Formação e educação;
Protecção do património arquivístico;
Pesquisa em teoria e prática de arquivo.
O programa RAMP foi criado em 1979, com o objectivo de consciencializar o público da importância dos arquivos e dos registos para o planeamento e desenvolvimento da protecção do património nacional.
Teve também como objectivo apoiar os Estados Membro da UNESCO em relação ao estabelecimento de registos eficientes e infraestruturantes de gestão de arquivo através da padronização, da legislação arquivística, do treino e das infraestruturas de reforço, tanto de edifícios como de equipamentos.
O RAMP promove debates internacionais sobre tudo o que engloba a área arquivística.
Até 2010 foram publicados mais de 100 estudos RAMP.
Explicação do apoio da UNESCO às bibliotecas
Para que exista um progresso numa sociedade é preciso que os indivíduos possuam conhecimentos/ informações que lhes permita exercer os seus direitos democráticos e ter um papel activo na sociedade.
Mas para que o indivíduo possua informações é necessário ter uma educação satisfatória e acesso ao conhecimento, à cultura e à informação.
As bibliotecas são portas abertas ao conhecimento, já que fornecem as condições básicas para uma aprendizagem e para um desenvolvimento cultural, tanto do indivíduo como da sociedade.
O Manifesto da IFLA (fundação da IFLA em 1927) mostra-nos o nível de confiança que a UNESCO deposita na Biblioteca Pública, como sendo uma peça fundamental para a educação, para a informação, para a cultura e como um agente fundamental para a promoção da paz e do bem- estar, graças a um pensamento mais completo.

A UNESCO apoia vivamente as autoridades nacionais/ locais a comprometerem-se no que diz respeito ao desenvolvimento das bibliotecas públicas.
Os serviços bibliotecários devem ter como base a igualdade de acesso para todos, sem distinção de idade, raça, sexo, religião, nacionalidade, língua ou condição social.
Tanto os materais/equipamentos como os serviços devem ser postos à disposição dos utilizadores que, por alguma razão, não os possam usar, como por exemplo, pessoas com deficiências, hospitalizadas ou reclusas.
PGI - Programa Geral de Informação
O conselho intergovernamental para o PGI estabeleceu-se em 1977, e é composto por 36 estados membro, actualmente.
Respectivamente à informação e aprendizagem, o PGI:

Combate o analfabetismo;
Melhora a educação;
Permite uma aprendizagem permanente;
Promove os Direitos Humanos.
Respectivamenta a outras áreas:

O PGI ajuda também os estados membros a formar políticas, planos e sistemas nacionais de informação;
Contribui para o estabelecimento de sistemas e redes de informação privilegiando as novas tecnologias;
Assiste as organizações e instituições de informação para que consigam dar resposta à evolução sentida a nível mundial e para assim assumir novas funções;
Ajuda os governos, instituições privadas e instituições públicas a resolver as suas necessidades de informação.
Em 2000, o PGI foi substituído pelo Programa Informação para Todos ( PIPT).

Objectivos do PIPT:

"Promover a reflexão e o debate internacionais sobre as exigências éticas e jurídicas e sociais que se encontram na sociedade de informação";
"Fomentar e ampliar o acesso à informação de domínio público mediante a organização, digitalização e conservação da informação";
"Prestar apoio à formação, à educação permanente e aprendizagem ao longo da vida no âmbito da comunicação, informação e informática";
"Apoiar a produção de conteúdos locais e proporcionar a difusão do conhecimento autónomo mediante a alfabetização básica e a iniciação às tecnologias da informação e a comunicação";
"Promover a constituição de redes de informática e conhecimento nos planos local, nacional, regional e internacional".
Programa Memória do Mundo
Este programa foi iniciado em 1992 na Polónia, com o objetivo de identificar e preservar documentos e arquivos de grande valor histórico.
O principal impulso para a criação deste programa surge com a noção do lamentável estado de conservação do património documental e com a perceção que o acesso era difícil.

•Em 1993 reúne-se pela primeira vez, na Polónia, o Comité Consultivo Internacional.

Onde foi preparado um plano de acção onde era definido a função da UNESCO. Função essa que era o de ser coordenadora e catalisadora a fim de sensibilizar vários órgãos para esta questão e, também, criar associações com o objetivo de concretizar os projetos.
•Foram preparadas diretrizes gerais entre a UNESCO e a IFLA.
•A CIA e a IFLA tiveram a “função” de criar listas de colecções de bibliotecas e fundos de arquivos que tivessem sofrido danos irreparáveis.
•A par disto, a UNESCO preparou uma lista das bibliotecas e dos fundos de arquivo em perigo e, também, uma lista de património cinematográfico de vários países.
Início de projetos piloto que recorrem à tecnologia para reprodução do património mundial e original para outros suportes. Estes projetos melhoraram o acesso ao património documental e contribuíram para a sua preservação.
(Ex: Memória Ibero América – projeto microfilmagem de jornais em que participam 7 países latino-americanos).

O programa “Memória do Mundo” é o aspeto mais visível para o público. É baseado nas diretrizes de 1995 e foi crescendo com várias aprovações das reuniões do CCI (Comité Consultivo Internacional).
PAC- Preservation and Conservation
Este programa é efectuado pela IFLA à ordem da UNESCO. Surge assim no âmbito do programa "Memória do Mundo".
Tem como principal objectivo que os materiais de biblioteca e arquivo, publicados e não publicados, e em todos os formatos sejam preservados de uma forma acessível por tanto tempo quanto seja possível.

Desde 1986 que o programa cria redes/centros regionais com o objectivo de lidar com os problemas de preservação por todo o mundo.
Tem um forte interesse nas mudanças e desafios apresentados pela preservação digital.

Juntamente com a PAC surge o programa UAP (Universal Availability of Publications), este programa tem como objectivo melhorar o acesso a material publicado (independentemente do quando, onde e formato) quando é pedido e/ou requisitado.
A médio prazo, o PGI propôs concentrar a sua actividade em quarto vertentes:

Informação para o desenvolvimento humano;
Informação para o ensinamento, aprendizagem e investigação científica;
Preservação da memória escrita e audiovisual da humanidade;
Informação para a administração do meio-ambiente.
Princípios globais pretendendo resultados práticos:

Implementar a participação activa e a cooperação de todos os envolvidos no PGI;
Aproveitar a experiência existente e criação de redes institucionais (devendo ser mais dirigidas à cooperação do que à assistência) e pessoas;
Dá especial atenção aos países em desenvolvimento.
Pequena curiosidade
Faculdade de Letras Universidade de Coimbra
Licenciatura em Ciência da Informação, Arquivística e Biblioteconómica

Sistemas e Políticas de Informação
A UNESCO – Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura

Secção de Comunicação e Informação
Docente: Doutora Maria Beatriz Marques
Discentes: Inês Fonseca e Patrícia Santos
1ºano
2º Semestre
2012/2013
Sumário
Fim da Segunda Guerra Mundial
O que se encontrou no final da Segunda Grande Guerra
Próximo Passo
Criação da UNESCO
Programa RAMP
Em que consiste
Objectivos
Explicação do apoio da UNESCO às Bibliotecas
Manifesto da IFLA
PGI- Programa Geral da Informação
Respectivamente à informação e aprendizagem
Respectivamente a outras áreas
As suas activivades em quatro vertentes
Objectivos do PIPT
Princípios globais pretendendo resultados práticos
Programa Memória do Mundo
Objectivos
PAC- Preservation and Conservation
Full transcript