Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

MAQUIAVEL

leadership
by

LUCILENE VELLOSO

on 8 October 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of MAQUIAVEL

ÉTICAS DE FINS E POLÍTICA
O Poder
NICOLAU MAQUIAVEL
VIRTÙ
"Pois um homem que queira fazer em todas as coisas profissão de bondade deve arruinar-se entre tantos que não são bons. Daí ser necessário a um príncipe se quiser manter-se , aprender a poder não ser bom e a valer ou não disto seguando a necessidade"
O PRINCÍPE - Livro vivo: Maquiavel não se centra nem na Lei Natural, nem na Lei Ideal que poderia governar a política-fruto da experiência de política e de poder: Verdade Efetiva(verità effetuale).
ÉTICAS DE FINS E POLÍTICA
VIRTÙ COMO QUALIDADE INATA
"Ora o princípe natural tem menos motivos e menos necessidade de ofender; daí resulta que seja amado;e, se seus vícios excepcionais não o tornarem odioso, é compreensível que seja naturalmente benquisto pelos seus. Com a antiguidade e a continuidade do poder, apagam-se as lembranças e as razões das alterações; pois sempre uma mudança deixa preparadas as fundações da outra."
O poder e as distorções do que
disse Maquiavel
Maquiavel não foi simplesmente um técnico da política e do poder ou um imoralista. Mais que isto foi um filósofo político que formulou uma ética para o campo da política
A virtù do príncipe não é a mesma virtude apregoada pela igreja, constituindo-se somente em uma habilidade mundana de administrar o poder e suas instabilidades.
""Logo deve um príncipe cuidar para que jamais lhe escape da boca qualquer coisa que não contenha as cinco qualidades citadas. Deve parecer, para os que o virem e ouvirem todo piedade, todo fé, todo integridade, todo humanidade e todo religião.(...)"
"Certamente o Princípe é sobre o poder-sua aquisição , manutenção e utilização-isso não ne pode negar; e esse enfoque do poder leva Maquiavel a romper com a moralidade tradicional.(...)"
"Um homem prudente deve sempre seguir os caminhos abertos pelos grandes homens e espelhar-se nos que foram excelentes. Mesmo não alcançando sua virtù , deve pelo menos, mostrar algum indício dela(...)"
O Princípe e o exercício do Poder

O que se pode esperar do princípe? O que se
pode desejar do poder? Como se pode administrar o poder? Quais as características
que definem a manutenção do poder? São essas as questões que movimentam o pensamento de Maquiavel a fim de estabelecer os parâmetros para a atuação política.
""Os principais fundamentos de todos os estados, tanto dos novos como dos velhos ou dos mistos, são boas leis e boas armas. Como não se pode ter boas leis onde não existem boas armas, e onde são boas as armas costumam ser boas as leis, deixareis de refletir sobre as leis e falarei das armas
"Devemos convir que não há coisa mais difícil de se fazer, mais duvidosa de se alcançar, ou mais perigosa de se manejar do que ser o introdutor de uma nova ordem, por que quem oé tem por inimigos todos aqueles que se beneficiam com a antiga ordem, e como tímidos defensores todos aqueles a quem as novas instituições beneficiariam."
CONCLUSÃO
Full transcript