Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

A evolução da Psicologia

No description
by

on 7 November 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of A evolução da Psicologia

A evolução da Psicologia
História
Novas Teorias
O que é Psicologia e seus objetos de estudo ?
Conclusão
Etapas
A Psicologia se beneficia com as descobertas feitas para Neurologia (estudos relacionados às células cerebrais), Neuroanatomia (estudos relacionados ao reflexo) e Psicofísica (estudos relacionados à percepção).
Assim, instaurou-se a possibilidade de medida do fenômeno psicológico. Logo, esses fenômenos vão adquirindo o status de científicos, pois para a concepção de ciência da época, o que não era mensurável não era passível de estudo científico.

História e Evolução
A criação da Psicologia está diretamente ligada a filosofia, até meados do século XIX , os problemas e temas da psicologia eram estudados pela Filosofia, a partir desse tempo, começaram ser estudados também pela Fisiologia e Neurofisiologia.
Etapas
Surgimento da máquina => determina uma forma de ver o mundo.

O cérebro => Máquina de pensar do homem => precisa ser conhecido para saber do psiquismo humano. A Psicologia começa, então, a trilhar os caminhos da Fisiologia, Neuroanatomia e Neurofisiologia.

Behaviorismo
Nasce com Watson e tem um grande desenvolvimento nos Estados Unidos. Behavorismo – conjunto das teorias psicológicas que postulam o comportamento como o mais adequado objeto de estudo da Psicologia. O comportamento geralmente é definido por meio das unidades analíticas respostas e estímulos investigados pelos métodos utilizados pela ciência natural chamada Análise do Comportamento.

Gestalt
Nasce na Europa, surge como negação da fragmentação das ações e processos humanos, realizada pelas tendências da Psicologia científica do século XIX, postulando a necessidade de se compreender o homem como uma totalidade. A Gestalt é a tendência teórica mais ligada à Filosofia.

Psicanálise
Nasce com Freud na Áustria. A partir da prática médica, recupera para a Psicologia a importância da afetividade e postula o inconsciente como objeto de estudo, quebrando a tradição da Psicologia como ciência da consciência e da razão.Abrange três áreas:
1. um método de investigação da mente e seu funcionamento;
2. um sistema teórico sobre a vivência e o comportamento humano;
3. um método de tratamento psicoterapêutico.:
Psicologia é a ciência que estuda o comportamento humano e seus processos mentais. Melhor dizendo, a Psicologia estuda o que motiva o comportamento humano – o que o sustenta, o que o finaliza e seus processos mentais, que passam pela sensação, emoção, percepção, aprendizagem, inteligência
Objetos
Se perguntarmos a um psicólogo comportamentalista, ele dirá: “o objeto de estudo da Psicologia é o comportamento humano”. Se a palavra for dada a um psicólogo psicanalista, ele dirá: “O objeto de estudo da Psicologia é o inconsciente”. Outros dirão que é a consciência humana, e outros, ainda, a personalidade.

Identidade
A identidade da Psicologia é o que a diferencia dos demais ramos das ciências humanas como a Economia, a Política, a História etc que trabalha o homem de maneira particular, construindo conhecimentos distintos e específicos. A Psicologia colabora com o estudo da subjetividade: essa a sua forma particular, específica de contribuição para a compreensão da totalidade da vida humana.
Fim
A Psicologia é, portanto, um ramo das Ciências Humanas e o que a diferencia é a forma como aborda o objeto de estudo – o homem – a sua subjetividade. É claro que a forma de se abordar a subjetividade, e mesmo a forma de concebe-la, dependerá da concepção de homem adotada pelas diferentes escolas psicológicas.
Matéria
A matéria-prima, portanto, é o homem em todas as suas expressões, as visíveis (nosso comportamento) e as invisíveis (nossos sentimentos), as singulares (porque somos o que somos) e as genéricas (porque somos todos assim) – é o homem-corpo, homem-pensamento, homem-afeto, homem-ação e tudo isso está sintetizado no termo subjetividade.
Criador
A contribuição mais importante à Psicologia Científica foi a criação por Wilhelm Wundt (1832-1926), na Universidade de Leipizig, na Alemanha, do primeiro laboratório para realizar experimentos na área da Psicofisiologia. Pela extensa produção teórica na área e importância deste fato, ele é considerado o pai da Psicologia moderna ou científica. Junto a Wundt estiveram outros estudiosos da nova ciência como: Weber e Fechner; Edward B. Titchner (inglês) e William James (americano).

Funcionalismo
Se importa em responder “o que fazem os homens” e “por que o fazem”. Para responder a isto, elege-se a consciência como o centro de suas preocupações e busca a compreensão de seu funcionamento, na medida em que o homem a usa para adaptar-se ao meio.
Estruturalismo
Preocupação idêntica à do funcionalismo, Mas, diferentemente irá estudar a consciência em seus aspectos estruturais, como estrutura do sistema nervoso central. Os conhecimentos psicológicos produzidos são eminentemente experimentais, ou seja, produzidos a partir do laboratório.
Associacionismo
Associacionismo- origina-se da concepção de que a aprendizagem se dá por um processo de associação das ideias – das mais simples às mais complexas. Para aprender um conteúdo complexo é preciso aprender as ideias mais simples, que estariam associadas àquele conteúdo. ( Lei do Efeito, De acordo com essa lei, todo comportamento de um organismo vivo (um homem, um pombo, um rato etc.) tende a se repetir, se nós recompensarmos (efeito) o organismo assim que este emitir o comportamento.)
Teorias Antigas
Full transcript