Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Automação da Produção

No description
by

Carla Rocha

on 8 September 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Automação da Produção

Automação da Produção
CONCEITO
Quando surgiu?
CLASSIFICAÇÃO DE PROCESSO
Conclusão:
Automação vem do latim
Automatus
, que significa mover-se por si. E um sistema automático de controle que efetua medições introduzindo correções, sem a necessidade da interferência do homem.
Automação é a aplicação de técnicas computadorizadas ou mecânicas para diminuir o uso de mão-de-obra em qualquer processo, especialmente o uso de robôs nas linhas de produção. A automação diminui os custos e aumenta a velocidade da produção.
Também pode ser definida como um conjunto de técnicas que podem ser aplicadas sobre um processo objetivando torná-lo mais eficiente, ou seja maximizando a produção com menor consumo de energia, menor emissão de resíduos e melhores condições de segurança, tanto humana e material quanto das informações inerentes ao processo.
Essa tem por foco o processo, os ativos de produção e os especialistas envolvidos nas atividades de operação e gerenciamento do negócio. Deixa para o homem, fazer no máximo intervenções sob demanda, análise e tomada de decisões.
1941
1946
1980
1880
1820
A história da automação industrial começa com a criação das linhas de montagens automobilísticas com Henry Ford, na década de 20. Daí para cá o avanço tecnológico nas mais diversas áreas da automação Industrial tem sido cada vez maior, proporcionando um aumento na qualidade e quantidade de produção e reduzindo custos.


Em 1946, foi desenvolvido o primeiro computador de grande porte totalmente eletrônico usando válvulas. Chamado
ENIAC
.


Nos anos 50, surge a ideia da computação gráfica Interativa.
Em 1959, a GM começou a explorar a computação gráfica.


Nesse contexto, ao final do Séc. XIX a indústria automobilística é alavancada
pelo notável desenvolvimento econômico norte-americano.
Fatos importantes para a automação da produção.

O ENIAC era capaz de realizar
cinco mil somas e
360 multiplicações
por segundo.
Pesava 32 toneladas e
media 30 metros, e no
local onde funcionava,
a temperatura se elevava
a uns 50 graus.
Anos 50:
Anos 60:
1968: Primeiro dispositivo lógico programável (GM)
O termo CAD (do inglês Computer Aided Designou “Projeto Auxiliado por Computador”)


Anos 70:
Componentes integrados em Larga Escala(LSI);
Setores governamentais e industriais passaram a reconhecer a importância da computação gráfica como forma de aumentar a produtividade.
Controlador lógico programável (CLP’s)


Anos 80:
Pesquisas visaram à integração e/ou automatização dos diversos elementos de projeto e manufatura com o objetivo de criar a fábrica do futuro.
Vantagens:
Desvantagens:
Desde a pré-história, o homem se preocupa em poupar o esforço. A invenção da roda, do moinho de vento, do uso da força animal, e o uso da roda de agua, concretizam a afirmação.
Até os primórdios do Séc. XIX, a produção era artesanal e voltada para o atendimento das necessidades locais. O surgimento da máquina a vapor e de tear a partir da Primeira Revolução Industrial (1820-1870) trouxe novos rumos aos sistemas de produção e, somente após a Segunda Revolução, (1870-1900), a produção passou a apresentar um elevado crescimento de quantidade e qualidade devido à padronização dos processos produtivos.
 1760: Revolução Industrial
 1788: Controle de vazão de vapor (James Watt)
 1870: Energia elétrica na indústria
 1880: Censo americano (Herman Hollerith) Nasce a International Business
Machines (IBM)
 1909: Linha de montagem (Henry Ford)
 1921: Karel Capek (Robot: tcheco robot)


 1941: Máquina eletromecânica programável (Konrad Zuse)
Foto: Konrad Zuse ao lado de sua criação.
Automação nos dias Atuais
Automação hoje é o conceito de integração total do ambiente produtivo como uso dos sistemas de comunicação de dados e novas técnicas de gerenciamento de processos, que cada vez mais evoluem pelo avanço da tecnologia.


Classificação da Automação
Automação industrial - A automação industrial de uma máquina/processo consiste essencialmente em escolher, entre as diversas tecnologias que se encontram ao nosso dispor, as que melhor se adaptam ao processo a desenvolver e a melhor maneira de as interligar para garantir sempre a melhor relação custo/benefício. A automação industrial é normalmente dividida em 3 níveis:
 Nível de Campo - Constituído pelos elementos a controlar: (ex: Motores)
e pelos elementos de detecção (ex: Sensores)

 Nível de Controle - Como o próprio nome indica, é o nível onde se encontram os elementos que vão controlar o
processo (ex: Autómatos – são maquinas que se movem sem a ajuda de eletricidade,
especialmente aquelas que realizam ações que lembram humanos e animais, como é o caso do
cuco e do relógio de paredes)

 Nível de Supervisão - É composto pelos programas de interface homem-máquina e aquisição de dados
(este nível não deve interferir diretamente no funcionamento do processo)

Outro ponto importante quando se faz a automação de uma máquina/processo é pensar no futuro, pensar que as funcionalidades iniciais de uma máquina/processo, na maioria dos casos, podem estar muito longe das que vão ter no futuro.
Automação comercial -
Ramo da automação onde ocorre a aplicação de técnicas específicas na otimização de processos comerciais, geralmente utilizando-se mais software do que hardware, tais como: sistemas controle de estoques, contas a pagar e receber, folha de pagamentos, identificação de mercadorias por códigos de barras ou por rádio frequência RFID, etc.
Automação residencial -
Aplicação da técnicas de automação para melhoria no conforto e segurança de residências e conjuntos habitacionais, tais como: Controle de acesso por biometria, porteiro e portões eletrônicos, circuitos Fechados de Televisão (CFTV), controle de luminosidade de ambientes, controle de umidade, temperatura e ar condicionado (HVAC), etc.
Para viabilizar a automação de um determinado processo, existe uma necessidade preliminar de realização de um estudo técnico (também chamado de engenharia básica ou levantamento de dados) que verificará todas as necessidades para o processo desejado, servindo como subsídio para a identificação, análise e determinação da melhor estratégia de controle e para a escolha dos recursos de hardware e/ou software necessários para a aplicação.
Atualmente, a automação está presente em diferentes níveis de atividades do homem, desde as residências, no trânsito, através de sistemas de controle de tráfego e sinalização, nos edifícios comerciais, processos de compra, venda e transporte de bens, processos industriais primários e secundários, e até nas jornadas espaciais.
A automação de produção pode ser classificada também quanto ao grau de flexibilidade. A flexibilidade de um sistema de automação de produção depende do tipo e da quantidade do produto desejado. Isto significa que quanto mais variados forem os produtos e menor a sua quantidade, mais flexível será o sistema de automação.
 - Escassez dos recursos
- Poluição
- Usabilidade
- Desemprego: assunto controverso
- Experiência de um empregador tem vida curta
- Fim de alguns tipos de empregos
- Problemas sociais e psicológicos em
decorrência da submissão aos
ritmos das máquinas

 - Redução de custos
 -Aumento de Produtividade
 - Reduz a exposição de trabalho monótonas
 - Mais tempo livre
 - Aumento de salários
 - Na regularidade da qualidade de um produto
 - Na economia de energia
- Segurança de funcionamento
- Flexibilidade

Vantagens e Desvantagens
"As pessoas sempre temem as mudanças. Temeram a eletricidade quando foi inventada, não foi? Temeram o carvão, temeram as máquinas a gás... Sempre haverá a ignorância, e a ignorância leva ao medo. Mas com o tempo, as pessoas acabarão aceitando seus mestres de silício”.
[Bill Gates]
A automação veio para facilitar e desenvolver benefícios para a sociedade como um todo, algumas funções são eliminadas, porém muitas são criadas. O desenvolvimento se completa com o equilíbrio entre o que se vai e o que se cria; e a busca da especialização do ser humano é
primordial para a automação da produção.
A primeira regra de qualquer tecnologia utilizada nos negócios é que a automação aplicada a uma operação eficiente aumentará a eficiência.
A segunda é que a automação aplicada a uma operação ineficiente aumentará a ineficiência.
[Bill Gates]
AUTOMAÇÃO
OPERAÇÃO EFICIENTE
EFICIÊNCIA
AUTOMAÇÃO
OPERAÇÃO INEFICIENTE
INEFICIÊNCIA
Ou seja:
O resultado depende de nós!
APLICADA
APLICADA
=
AUMENTO DA
AUMENTO DA
Full transcript