Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Empatia em sala de aula

No description
by

Ana Luíza Castro

on 23 June 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Empatia em sala de aula

Empatia em sala de aula
design by Dóri Sirály for Prezi
Embora possa parecer estranho a quantidade de professores que são malsucedidos por nunca terem se preocupado em estabelecer um sentimento de
empatia
com seus alunos, é enorme.
Não é suficiente apenas entender ou procurar compreender superficialmente. É necessário, de fato, sentir o que sente a outra pessoa com quem se estabelece a comunicação, colocando-se em seu lugar para realmente saber o que se passa com ela.
O professor não é bem pago, trabalha em condições precárias, enfrenta classes superlotadas e encontra uma dificuldade enorme no sentido de controlá-las. Essa é a escola do século XXI. Daí a razão de termos a necessidade de estarmos minimamente preparados para conseguir despertar e manter atenção de nossos alunos.

Algumas dicas podem ajudar no que você deve ou não fazer.

Ninguém nega o valor da educação e que um bom professor é imprescindível. Mas, ainda que desejem bons professores para seus filhos, poucos pais desejam que seus filhos sejam professores. Isso nos mostra o reconhecimento que o trabalho de educar é duro, difícil e necessário, mas que permitimos que esses profissionais continuem sendo desvalorizados. Apesar de mal remunerados, com baixo prestígio social e responsabilizados pelo fracasso da educação, grande parte resiste e continua apaixonada pelo seu trabalho.
A data é um convite para que todos, pais, alunos, sociedade, repensemos nossos papéis e nossas atitudes, pois com elas demonstramos o compromisso com a educação que queremos. Aos professores, fica o convite para que não descuidem de sua missão de educar, nem desanimem diante dos desafios, nem deixem de educar as pessoas para serem “águias” e não apenas “galinhas”. Pois, se a educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela, tampouco, a sociedade muda.
Despertar e manter a atenção dos alunos.
É preciso, que o professor ajuste sua aula para a capacidade de compreeão de seus alunos. Agindo dessa forma, a aula terá grandes chances de ter todos os seus objetivos atingidos e os alunos terão as suas necessidades de aprendizagem atendidas.
A correta aplicação das regras de comunicação que já aprendemos, o conhecimento e a utilização da empatia e o empenho do professor em fazer o melhor que puder.
O ajuste não ocorrerá, se o professor tiver dificuldades em expressar-se adequadamente.
Investimento pessoal: Como fazer para se expressar melhor.
Ao citarmos a maneira de falar do professor, olhamos para dois lados. O primeiro lado é a forma de tratamento, ou seja, o grau de educação com o qual nos dirigimos, ao falar, a outras pessoas. O segundo lado tem a ver com a maneira pela qual utilizamos o nosso aparelho fonador, ou seja, a forma ou o jeito como emitimos os sons e pronunciamos as palavras.

Os dois lados estão ligados a comunicação e, por consequência, com a atividade do ensino.
O professor e a maneira de falar
O que não se deve fazer:
1)Evite falar vagarosamente ou depressa demais. No primeiro caso, os alunos ficarão rapidamente com sono, no segundo, ficarão anciosos.

2)Não faça discursos ou sermões. Você está numa sala de aula e não num comício político ou numa igreja.

3)Não grite com os seus alunos, por qualquer motivo, Simplesmente fale com segurança e firmeza.

4)Não seja jamais mal-educado. Os alunos sempre retribuem na mesma moeda.

5)Tire de sua cabeça que dentro da sala de aula você é a
autoridade máxima. Faça com que seus alunos o sintam acessível, sem temor de aborda-ló.
O que se deve fazer:
1)Fale de maneira firme e calma. Demonstre, pela sua forma de falar, que está seguro do que quer ensinare aonde quer chegar com o seu ensino.

2)Mantenha contato visual com cada um de seus alunos, Isso faz com que se mantenham atentos e é muito importante para a autoestima deles.

3)Aprenda a fazer uso do suspense. Além de os alunos adorarem, isso acaba com qualquer desinteresse.

4)Utilize frequentemente o silêncio. Nada melhor para chamar a atenção do aluno do que as pausas repentinas que o professor faz.

5)Seja sempre cortês e demonstre amizade sincera. Não há aluno que não goste de dizer a frase "O professor fulano é meu amigo."
Dicas:
1) Prefira a simplicidade

2) Procure organizar as ideias

3)Aprenda a pensar consequentemente

4) Leia muito

Paulo Freire
Verdades da profissão de professor
Maneiras:
1) Maneira de falar = grau de educação

2) A maneira de falar = utilização do aparelho fonador.
Full transcript