Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

primeira guerra

No description
by

elton silva

on 6 March 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of primeira guerra

P R I M E I R A G U E R R A M U N D I A L
(1914-1918)

CORRIDA IMPERIALISTA
ALEMANHA
GUILHERME II
POLÍTICA DA EXPANSÃO PELA FORÇA
DISPUTAR COM A GRÃ-BRETANHA
A LIDERANÇA MARÍTIMA E COMERCIAL
E PRESSIONÁ-LA A CEDER
UMA "FATIA" MAIOR DA ÁFRICA E DA ÁSIA
IRLANDA
IRLANDA
DO NORTE
PAÍS
DE GALES
INGLATERRA
GRÃ-BRETANHA
ESCÓCIA
MANTER INTACTOS
SEU IMPÉRIO COLONIAL
E A LIDERANÇA DOS MARES
FRANÇA
DESEJAVA RECUPERAR A ALSÁCIA-LORENA, CONQUISTADA PELA ALEMANHA NA GUERRA FRANCO-PRUSSIANA (1870-1871)
ENTENTE CORDIALE (1904)
RÚSSIA
GRÃ-BRETANHA
FRANÇA
T R Í P L I C E
E N T E N T E
(1907)
ALEMANHA
IMPÉRIO
ÁUSTRO-HÚNGARO
ITÁLIA
T R Í P L I C E A L I A N Ç A
POLÍTCA
DE ALIANÇAS
POLÍTCA
DE ALIANÇAS
SÉRVIA
CORRIDA ARMAMENTISTA
PAZ ARMADA
SERVIÇO MILITAR OBRIGATÓRIO
FABRICAÇÃO EM MASSA
DE ARMAS E MUNÍÇÕES
PACIFISTAS X BELICISTAS
PAÍS INDEPENDENTE
LUTAVA PELO PAN-ESLAVISMO (GRANDE SÉRVIA)
LIBERTAR PAÍSES ESLAVOS
LUTAR CONTRA O IMPÉRIO ÁUSTRO-HÚNGARO
FRANCISCO FERDINANDO
GOTA D'ÁGUA
ASSASSINATO DE FRANCISCO FERDINANDO
28/06/1914
BÓSNIA
MÃO NEGRA
GRUPO NACIONALISTA SÉRVIO
(1882)
ÁUSTRIA
DECLARA
GUERRA
CONTRA
FASES DA GUERRA
GUERRA DE MOVIMENTO
BÉLGICA
PARIS *
BATALHA
DE
MARNE
GUERRA DE TRINCHEIRAS
RÚSSIA
MARIANAS
CAROLINAS
MARSHALL
CHINA
JAPÃO
OCEANO PACÍFICO
TSINGTAO
ITÁLIA
ROMPE COM A ALEMANHA
E ALIA-SE À ENTENTE
ENTRA NA GUERRA EM 1915
GRÉCIA
GRÉCIA
ROMÊNIA
IMPÉRIO TURCO OTOMOANO
BULGÁRIA
ITÁLIA
ESTADOS UNIDOS
na guerra 1917
No dia 05/04/1917, um dos maiores navios da frota Mercante brasileira, o Paraná, carregado com café foi torpedeado por um submarino alemão na costa francesa. Três tripulantes morreram. Os agressores ainda dispararam cinco tiros de canhão contra os náufragos.
BRASIL
GUERREIRO1 9 1 7
SUBMARINO ALEMÃO
1917
A participação brasileira na primeira guerra se deu enviando medicamentos e equipes de assistência médica para ajudar os feridos da Tríplice Entente. Participou também com missões de patrulhamento no Oceano Atlântico, com embarcações militares. Por não ter enviado soldados para os campos de batalha na Europa, nenhum militar Brasileiro foi morto durante o conflito armado mundial.
FRANÇA
GRÃ-BRETANHA
INTERROMPER
O ABASTECIMENTO
NOS PAÍSES INIMIGOS
discreta e
tardia
D
N
O
G
IVISÃO
AVAL
PERAÇÕES de
UERRA
MISSÃO:
PATRULHAR O ATLÂNTICO
Navio Lusitânia torpedeado
Rússia fora da guerra
Risco de derrota da Entente
Nesse momento a neutralidade norte-americana se tornava insustentável por duas razões fundamentais. Primeiramente, porque a perda das embarcações representava uma clara provocação que exigia uma resposta mais incisiva do governo americano. Além disso, a saída dos russos aumentava o risco da Tríplice Entente ser derrotada e, consequentemente, dos banqueiros estadunidenses não receberem as enormes quantidades de dinheiro emprestado aos países em guerra.
ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA
REVOLUÇÃO RUSSA 1917
NOVA GUERRA DE MOVIMENTO
SEGUNDA
DERROTA E
INVASÃO DA
ALEMANHA
Renúncia de Guilherme II
Revolta popular
República da Alemanha
Full transcript