Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Semana da Arte Moderna (1922)

No description
by

Malu Alves

on 5 March 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Semana da Arte Moderna (1922)

Semana da Arte Moderna (1922)
Iara Carolina, Iza Monteiro, Maria Luiza, Marina Carvalho e Samuel Vendramini

3° EM - COMAR

Belo Horizonte, 2014.
O conceito de Arte Moderna abrange toda a produção artística que se iniciou no fim do século XIX e acabou nos anos de 1970. Segundo alguns estudiosos, a arte moderna “conversa” com outros movimentos artísticos a fim de experimentar novas visões.
O Modernismo teve início com a Semana da Arte Moderna,realizada no Teatro Municipal de São Paulo, nos dias 13,15 e 17 de Fevereiro de 1922.
Idealizada por artistas, a Semana pretendia colocar a cultura brasileira a par das correntes de vanguarda europeia,mas tomando consciência da realidade brasileira.
Tarsila do Amaral
Tarsila do Amaral nasceu no estado de São Paulo, em 1886 e faleceu em 1973. No final da década de 20, Tarsila criou os movimentos Pau-brasil e Antropofágico, ambos defendendo a ideia de que o artista deveria sim conhecer bem a arte europeia, contudo deveria criar uma estética genuinamente brasileira.
Ismael Nery
Ismael Nery nasceu em Belém do Pará em 1900 e faleceu em 1934 na cidade do Rio de Janeiro. Não defendia a ideia de nacionalidade como os artistas de sua época; ao contrário, estendia sua expressão artística em seu sentido mais amplo, entrelaçando todas as correntes de pensamento.
Di Cavalcanti
Emiliano Augusto Cavalcanti de Albuquerque e Melo,
nasceu em 1897, no Rio de Janeiro, e faleceu em 1976 naquela mesma cidade.
Samba (1925)
Confissão (1933)
Abaporu (1928)
Anita Malfatti
Motivada por amigos, resolveu participar da Semana de Arte Moderna de 1922 e, no ano seguinte, viajou para Paris, munida de uma bolsa de estudos, onde encontrou Tarsila do Amaral, Oswald de Andrade, Vitor Brecheret e Di Cavalcanti. Retornou depois de algum tempo ao solo brasileiro, já com a confiança recuperada, no entanto não estava mais disposta em se aventurar em novas “investidas culturais”.
O Modernismo Brasileiro foi um movimento cultural que aconteceu no século XX, mais especificamente, na década de 20. Em 1917, na Rússia, se deu a criação de um partido que batia de frente com as idéias capitalistas, o Partido Comunista. O partido político nasceu de um protesto, denominado de Revolução Russa.
Os sapos. Manoel Bandeira


Enfunando os papos,
Saem da penumbra,
Aos pulos, os sapos.
A luz os deslumbra.

Em ronco que aterra,
Berra o sapo-boi:
- "Meu pai foi à guerra!"
- "Não foi!" - "Foi!" - "Não foi!".

O sapo-tanoeiro,
Parnasiano aguado,
Diz: - "Meu cancioneiro
É bem martelado.

Vede como primo
Em comer os hiatos!
Que arte! E nunca rimo
Os termos cognatos.
Impactos para o mundo
A Semana de 22 representou um processo de organização e celebração dos modernistas brasileiros que não causou impacto no cenário latino-americano. A divulgação da arte brasileira foi mais forte em Paris, com a presença de Tarsila do Amaral, Oswald de Andrade e Vicente do Rego Monteiro. Essa idéia de integração cultural latino-americana aconteceu no pós-guerra. No período modernista, o Brasil seguia referências européias nas artes.
Modernismo no Brasil
Semana da Arte Moderna
Mario de Andrade I. (1921-22)
Movimentos
Futurismo
Anitta Malfatti e Fernando Pessoa
Dadaismo
Tristan Tzara
e Marcel Duchamp
Critica a Sociedade
Cubista e Abstracionismo
Expressionismo
Candido Portinari e Lasar Segall
Ressaltam a subjetividade
Surrealismo
Sonho e Realidade
Salvador Dalí e Frida Kahlo
O meu verso é bom
Frumento sem joio.
Faço rimas com
Consoantes de apoio.

Vai por cinquüenta anos
Que lhes dei a norma:
Reduzi sem danos
A fôrmas a forma.

Clame a saparia
Em críticas céticas:
Não há mais poesia,
Mas há artes poéticas..."
Full transcript