Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Barragens e Hidrelétricas

No description
by

Esdras Brito Oliveira

on 8 October 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Barragens e Hidrelétricas

Barragens

&
Hidrelétricas

Analyze it
Apply it
Break the subject into parts. Tell how it is made.
Describe the subject's uses.
Compreendendo sua necessidade
O que é?
Porque criar?
Onde?
Como?
Para quem?
Barragens
& Hidrelétricas
Social
Ambiental
Técnico
Analyze it
Break the subject into parts. Tell how it is made.
Analyze it
Break the subject into parts. Tell how it is made.
Apply it
Describe the subject's uses.
Apply it
Describe the subject's uses.
http://www.survivalinternational.org/informacao/barragens
Índice
Apresentação geral do tema
Compreendendo sua necessidade
De onde vem a ideia, sua história
Sua Construção
Seu Funcionamento
Exemplos Brasileiros e mundiais
Desafios a serem enfrentados
Fontes de pesquisa

Funcionamento
Usina de Tucuruí
Conduto forçado, d=11 m (vista externa)
"O homem científico não pretende alcançar um resultado imediato. Ele não espera que suas ideias avançadas sejam imediatamente aceitas. Seus trabalhos são como sementes para o futuro. Seu dever é lançar as bases para aqueles que estão por vir e apontar o caminho.
O dia em que descobrirmos exatamente o que é a eletricidade, isso irá marcar um evento provavelmente maior, mais importante que qualquer outro na História da Humanidade. Então, será apenas uma questão de tempo para que o Homem consiga ligar suas máquinas diretamente à própria natureza.

Nikola Tesla.

http://socratesdavinci.blogspot.com.br/
Pontes rolantes
Ponte principal
Ponte auxiliar
Eclusa
Casa de máquinas vista superior
Piso da sala de maquinas
Linha de transmissão que leva a energia da usina até a S.E.
Trafo elevador de 15kv, para 500kv, com barramento isolado.
Sala de controle da usina
Monitores do Sistema elétrico da usina
Desafios da Engenharia.
BARRAGENS
Barragens são definidas como barreiras ou estruturas que cruzam córregos, rios ou canais destinadas à retenção e à acumulação de água. Usualmente, são classificadas em termos do material constituinte e da sua forma.
Definir tipo de acordo com condições geológicas e topográficas do local.

TIPOS
-Barragens de Concreto
Gravidade
Arco
Contraforte

-Barragens de Terra

-Barragem de Enrocamento
ESFORÇOS ATUANTES
Hm – Força aplicada pelo reservatório da montante
Hj - Força aplicada pelo reservatório da jusante
U – Subpressão Carga aplicada em função do nível de água em relação à fundação/laje




FORÇAS ATUANTES
1. Peso Próprio e sobrecargas
2. Pressão Hidrostática
3. Subpressão
4. Empuxos de terra, proveniente de eventuais aterros a montante e a jusante da estrutura.
5. Pressões de gelo (em regiões onde possam ocorrer camadas de gelo na superfície da água).
6. Choques de onda ou ação dinâmica da água.
7. Efeitos da temperatura, retração e deformação lenta do concreto.
8. Ações devido às deformações das encostas e fundações.
9. Forças sísmicas em regiões sujeitas a sismos.


Vertedouros
UHE - Tucuruí
Pórtico
SE. da UHE
Pórtico e vertedouros
A NATUREZA ESTA VIVA.
A CULTURA
A NATUREZA NO OLHAR DO HOMEM.
O HOMEM DE BAIXA RENDA .
O HOMEM VIVE EM CONSTANTE MUDANÇA
SEM LUTA NÃO HÁ CONQUISTA.
as primeiras barragens brasileiras
O HOMEM DESENVOLVIDO.
barragem de Apipucos - Recife : É a barragem mais antiga que se tem registro foi construida por volta do séc XVI.
UMA LUTA DESIGUAL
O CONTROLE DO ENGENHEIRO
LUZ PARA TODOS.
CONHECIMENTO LOGÍSTICO.
INFRA ESTRUTURA.
Tipos de Turbinas
Hidrelétricas
Compreender seu funcionamento é entender sua geologia.
PLANEJAMENTO DE OBRAS = CUSTOS REDUZIDOS.
ANALISE DO AMBIENTE.
SUPORTE PARA O SOCIAL.
CONHECIMENTO TÉCNICOS.
O DESAFIO ALCANÇADO
A NATUREZA SOFRE O AVANÇO
USINA HIDROELÉTRICA EM FUNCIONAMENTO.
NIKOLA TESLA.
1973
1974
1983
1982
1967
O consórcio formado pelas empresas IECO e ELC venceu a concorrência internacional para a realização dos estudos de viabilidade e para a elaboração do projeto da obra.
Em 26 de abril de 1973, Brasil e Paraguai assinaram o Tratado de Itaipu, instrumento legal para o aproveitamento hidrelétrico do Rio Paraná pelos dois países.
Chegada das primeiras máquinas ao futuro canteiro de obras.
As obras da barragem chegam ao fim em outubro. É acionado o mecanismo que levanta automaticamente as 14 comportas do vertedouro, assim, inauguram oficialmente a maior hidrelétrica do mundo.
O sonho transforma-se em energia. O primeiro giro mecânico de uma turbina ocorre em 17 de dezembro. E, finalmente, a Itaipu Binacional começa a produzir energia em 5 de maio de 1984, quando entra em operação a primeira das 20 unidades geradoras do projeto.
1985
A venda de energia começa em 1o. de março de 1985.
2000
O recorde de produção foi atingido em 2000, quando a Itaipu Binacional gerou 93,4 bilhões de quilowatts-hora. Em 2004, quando completou 20 anos de atividade, a usina já havia gerado energia suficiente para abastecer o mundo durante 36 dias.
2007
Entram em operação as últimas duas das 20 unidades geradoras previstas no projeto da usina.
1966
O resultado de intensas negociações foi a Ata do Iguaçu, assinada em 22 de junho. A declaração conjunta manifestava a disposição de estudar o aproveitamento dos recursos hidráulicos pertencentes em condomínio aos dois países,no trecho do Rio Paraná
1750
Sete quedas, dois países e um interesse
A Obra
Rio desviado
Abertura da canal
Um prédio de 10 andares por hora
Mobilização de 20.113 caminhões e 6.648 vagões ferroviários
O transporte de peças inteiras dos fabricantes até a usina torna-se um desafio
Remoção de 55 milhões de m³ de terra e rocha para escavar um desvio de 2 km.
58 toneladas de dinamite explodem as duas ensecadeiras.
Entre 1978 e 1981, até 5 mil pessoas eram contratadas por mês.
No pico da construção da barragem, Itaipu mobilizou diretamente cerca de 40 mil trabalhadores
ETAPAS DE CONSTRUÇÃO
SONDAGEM
DESVIO DO RIO
DESVIO DO RIO
CONCRETAGEM
DEMOLIÇÃO DAS ENSECADEIRAS
UHE EM FUNCIONAMENTO
UHE EM FUNCIONAMENTO
DEPOIS
ANTES
A primeira roda da turbina, com 300 toneladas, saiu de São Paulo em 4 de dezembro de 1981 e chegou ao canteiro de obras somente em 3 de março de 1982
O Rio Paraná encontra um paredão, Itaipu. Início da operação Mymba Kuera
Rio Paraná levou 14 dias para encher o reservatório.
Números de Itaipu
• O volume total de concreto utilizado na construção da usina seria suficiente para construir 210 estádios de futebol como o do Maracanã, no Rio de Janeiro. 12,7 milhões de m³

• O ferro e aço utilizados permitiriam a construção de 380 Torres Eiffel.

• A vazão máxima do vertedouro da Itaipu (62,2 mil metros cúbicos por segundo) corresponde a 40 vezes à vazão média das Cataratas do Iguaçu.

• A vazão de duas turbinas da Itaipu (700 metros cúbicos de água por segundo cada), corresponde à vazão média das Cataratas (1.500 metros cúbicos por segundo).

• A altura da barragem principal (196 metros) equivale à altura de um prédio de 65 andares.

• O Brasil teria que queimar 536 mil barris de petróleo por dia para obter em plantas termelétricas a mesma produção de energia da Itaipu.

• O volume de escavações de terra e rocha em Itaipu é 8,5 vezes superior ao do Eurotúnel (que liga França e Inglaterra sob o Canal da Mancha) e o volume de concreto, 15 vezes maior.
Produção
Produção/área alagada
Três Gargantas
X
Itaipu
Capacidade instalada
PRIMEIROS TESTES COM ENERGIA HIDRELÉTRICA
George Armstrong

Cragside

Primeira hidrelétrica no Brasil
Iniciativa da construção da pioneira geradora de energia do continente foi do industrial mineiro do setor têxtil Bernardo Mascarenhas

PRIMEIRA BARRAGEM BRASILEIRA

Açude Apipucos – Recife - PE
MOTOR VORTEX

Fenômeno originado em quedas repentinas de pressão.

Variação da pressão devido às perdas de carga e características do equipamento.

Ocasionando a formação de bolhas de vapor.

Pressão for
novamente superior à pressão de vapor, haverá o colapso das bolhas com retorno à fase líquida.

Inicio das barragens no Brasil
Barragem de Apipucos (Recife) - por volta do séc XVI
1877 - seca intensa no nordeste - invasões holandesas
Primeira grande barragem - Cedro (1906) - 950.000 Km²

Produção de Hidreletricas
séc XIX - primeiras usinas com cargas modestas e localizadas
primeira usina - 1901 - rio tiete - 2 MW
Usina Hidrelétrica Sayano-Shushenskaya
Full transcript