Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

TRABALHO E SOCIEDADE

No description
by

Jenerton Schütz

on 2 July 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of TRABALHO E SOCIEDADE

Nossa Sociedade
As sociedades tribais diferenciam-se umas das outras em muitos aspectos, mas em geral não são estruturadas pela atividade que em nossa sociedade denominamos
trabalho.
Sociedades tribais
"Sociedades da abundância"
"Sociedades do lazer"


Todos indivíduos têm as necessidades materiais e sociais satisfeitas dedicando um mínimo de horas ao que chamamos trabalho.
Marshall Sahlins
Grécia e Roma - a mão de obra escrava garantia a produção necessária para suprir as necessidades da população.
Escravidão e servidão
O trabalho nas diferentes sociedades
TRABALHO E SOCIEDADE
Por que existe o Trabalho?

Quem o inventou?

Seu significado é semelhante nas diferentes sociedades?

Outras Sociedades
Nela todos fazem quase tudo, e a atividade de subsistência integra todas as esferas da vida social.
Trabalham menos?
Trabalham menos, pois se relacionam de forma diferente com os outros e a natureza.
Gregos - Trabalho
Labor
- esforço físico
Poiesis
- atividade manual
Práxis
- atividade do discurso
Sociedade Medieval
Terra - Principal meio de produção.
Trabalhadores - direito a usufruir e ocupar, mas não à propriedade.
Prevalecia um sistema de deveres do
servo
para com o
senhor
e deste para com aquele.
Havia outras formas de trabalho - artesanato (cidades e feudos) e o comércio.
Antiguidade até o fim da Idade Média
Trabalho não orientava as relações sociais.
As
relações
se definiam pela
hereditariedade, religião, honra, lealdade e pela posição em relação às questões públicas
: elementos que permitiam alguns viver do trabalho dos outros.
Emergência do Mercantilismo , do Capitalismo e o fim do serviço compulsório.
Era preciso convencer as outras pessoas que era bom trabalhar para os outros.
A concepção de Trabalho vil, passa a ser uma concepção que dignifica o ser humano.
Transformação dos Artesãos e pequenos produtores =
assalariados
Como?
Por meio de dois processos de organização do trabalho:
cooperação simples e a manufatura
.
Cooperação simples
Artesão desenvolve o processo produtivo;
Trabalhava para quem financiava a matéria-prima e os instrumentos do trabalho;
Definia o local e a jornada de trabalho;
Manufatura
Trabalho continuava artesanal;
Uma pessoa não fazia todo o processo do início ao fim;
Cada indivíduo passou a fazer apenas uma parte do trabalho;
O produto passou a ser o resultado das atividades dos trabalhadores.
Manufatura
Trabalho = mercadoria;
Pode ser comprado e vendido;
Surge assim a
maquinofatura
Espaço/local = Fábrica
Trabalhador é substituído pela Máquina.
Maquinofatura
Trabalhador é convencido que a situação atual/presente é melhor que a anterior;
Vários setores da sociedade colaboraram para esta mudança;
Igrejas;
Governantes;
Empresários;
Escolas;
O trabalhador estava livre apenas legalmente porque, na verdade ele se via forçado a fazer o que lhe impunham.
Trabalhava mais horas do que antes.
Conforme Max Weber, no seu livro História econômica (1923), isso era necessário para que o capitalismo existisse.
Não foi fácil submeter os trabalhadores, pois não estavam acostumados a isso.
A maior parte da população que foi para as cidades trabalhava anteriormente no campo, onde o único
"patrão"
era o ritmo da natureza.
EXERCÍCIOS
1 - Leia a fábula
"A cigarra e a formiga",
atribuída a Esopo.
Durante todo o verão, enquanto a formiga trabalhava, a cigarra só cantou. Quando chegou o inverno, a cigarra pediu comida à formiga que, indignada, perguntou:
- Mas o que você fez no verão?
-No verão eu cantei.
- Então agora dance.
2- Junte-se com um colega e reescrevam essa fábula com base no que as tarefas relacionadas à produção representavam para:



As sociedades tribais;
As sociedades medievais
Full transcript