Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Monetaria Prezi

No description
by

Jorge Pereira

on 18 April 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Monetaria Prezi

Modelos monetários e Mecanismos de Transmissão de Política Monetária Politica monetária Trabalho realizado por: Allan Andrade André Ferreira Angela Fonseca Ivo Neves Nataliya Shagova Jorge Ayres Pereira
“A policy employing the central banks control of the supply of money as an instrument for achieving the objectives of general economic policy is a monetary policy” – according to Prof. Harry Johnson

“A policy which influences the public stock of money substitute of public demand for such assets of both that is policy which influences public liquidity position is known as a monetary policy” – according to A.G.Hart

It is clear that a monetary policy is related to the availability and cost of money supply in the economy in order to attain certain broad objectives.
The Central Bank of a nation keeps control on the supply money to attain the objectives of its monetary policy. Definition of Monetary Policy two basic types of empirical evidence:
- structural model evidence M → i → I → Y

Advantages : (if the structure is not correctly specified)
provides us with an understanding of how the economy works
gives us more confidence in the direction of causation between money and output.

Disadvantage:
it ignores important monetary transmission mechanisms

- reduced form evidence M → ? →Y

Advantages:
not restricting the way monetary policy affects economic activity
more likely to capture the full effects of monetary policy

Disadvantage:
cannot rule out the possibility of reverse causation or an outside driving factor Transmission Mechanisms of Monetary Policy: The Evidence Ultimate objective:
Stability (price, exchange rate)
High and rapid growth rate of output, economic growth
Low unemployment rate
Balance of Payments Equilibrium
Neutrality of Money
Equal Income distribution
Targets:
Inflation only
Or money supply only
Or exchange rate only
All of them
Or two of them
Or none of them
Instruments
Open market operation on treasury bills – rediscounting
Fixing the interest rate, credit control
Money supply rule, reserve requirement
Deposit insurance Objective Targets an Instruments of Monetary Policy Politica Monetária Política Monetária
Evidência da Importância da Moeda
Canal da Teoria Quantitativa
Canal da taxa de Juro
Canal das expectativas Keynesianos e a Importância da Moeda Conhecimento Limitado acerca dos Mecanismos de Transmissão:

O conhecimento limitado acerca do processo de transmissão deve-se a vários factores descritos por Blinder (1998):
-A presença de assimetria de informação leva a problemas de seleção adversa e risco moral.
-A seleção adversa é um problema de assimetria de informação
-Incerteza acerca do modelo “correcto” ou das técnicas econométricas a aplicar
-Os impulsos de transmissão estão associados a lags longos e variáveis

Segundo Stiglitz e Greenwald (2004), os modelos tradicionais de transmissão de política
monetária, além de não ajudarem a compreender o funcionamento dos mercados de crédito, podem
induzir a enganos. Enganos podem surgir porque estamos aptos a pensar que a taxa de juros é um
preço como outro qualquer, ajustando-se para equilibrar o mercado.

Questão dos lags/desfasamentos:
-Desfasamentos Interno (desfasamento de: informação, reconhecimento e administrativo)
-Medida de política monetária
- Desfasamento intermédio
-Efeitos macroeconómicos desfasamento externo Evidência da Importância da Moeda para os Monetaristas:


• Evidência Temporal:
Evidência se os movimentos de uma variável ocorrem antes de outra gerando assim, ciclos económicos.

• Evidência Estatística:
Evidências estatísticas formais à correlação dos movimentos entre variáveis
(Friedman e Meiselman (1963): Friedman versus Keynes)

• Evidência Histórica:
Analisa e evidencia fenômenos específicos do passado para ver se movimentos numa
variável se reflectem noutra variável.

Nota: De um modo geral, pela causalidade revertida e pela possibilidade de um factor exógeno, existem dúvidas sobre as conclusões retiradas da evidência temporal e estatística Isoladamente, pois estão correlacionadas. Porém, a evidência histórica com declínios exógenos no crescimento de moeda seguidos de contracções do ciclo económico dão um forte suporte à posição monetarista. O que prevalece as teorias de Friedman sobre as teorias Keynesianas. Críticas ao pensadores Keynesianos:

Friedman e Schwartz (1963) responsabilizaram a política monetária contracionista da Fed pela Grande Depressão;

Defeitos na evidência do modelo estrutural dependente do modelo em que se baseia;

Os efeitos da taxa de juro no Investimento representam apenas um dos canais através dos quais a oferta de moeda afecta a procura agregada.

Argumento  central de Friedman: a política  Keynesiana não movimenta a economia (não gera  crescimento) e é inflacionária.  Gera variação nos preços e não  variação da riqueza.

Friedman não criticava Keynes, sua critica estava voltada ao modelo síntese IS-LM. Ele desenvolve a critica a partir da fragilidade do sistema. Monetaristas
Para Milton Friedman e Anna Schwartz (1960): “Money does matter” Política Monetária Ineficaz baseada em três situações de evidência do modelo estrutural:

1. Durante a Grande Depressão as taxas de juro desceram para níveis muito baixos: política monetária expansionista (armadilha liquidez);
Keynesianos: política monetária afectou a procura agregada apenas através da taxa de juro i, a qual afectou Investimento.
Política monetária não é capaz de explicar a contracção económica nos EUA: MS sem efeito no Y
2. Estudos empíricos não encontraram ligação entre a taxa de juro i e Investimento;
3. Investidores revelaram que as suas decisões em quanto investir
não eram influenciadas pelas taxas de juro do mercado. Keynesianos de 1930 ->1960´s: “Monetary doesn´t matter” Para os novos Keynesianos: política monetária tem efeitos importantes na actividade económica. Canal da Teoria Quantitativa TQM Um meio direto de transmissão do lado da procura, pode existir também sob um sistema monetário de papel moeda.
Baseamo-nos então na capacidade do Estado financiar as suas despesas, recorrendo a empréstimos do Banco Central criando Assim uma sequencia :
Gastos Publicos-> Emprestimos do BC-> aumento da BM->aumento de Ms: (resulta em) inflação.
Sabemos então que os períodos de maior inflação podem ocorrer do financiamento das despesas do Estado pelo BC. Financiamento das despesas do Estado por parte do Banco Central Quando existe um aumento de Ms, esta expansão da oferta levará à deslocação para cima da procura e por conseguinte um aumento do nível de preços. Esta teoria surgiu em 1568
Era um periodo de moeda metalica



Expansão da Ms apenas era possivel com a descoberta de uma nova mina.

Assim estaria mais moeda disponivel em circulação.

Então a relação macroeconomica fulcral desta economia funciona através de: PYd=f(M)


Aqui a Ms=Md inevitávelmente.  estratégias de política monetária orientadas para o médio prazo
programas de estabilidade económica em países com elevada inflação.



Estratégia mais usada: Targeting monetário Papel da TQM na política macroeconomica Visão Keynesiana
Mecanismo de transmissão tradicional do modelo Keynesiano Simples

Visão Monetarista:
Evidencia Temporal
Evidência Estatística
Evidência Histórica Canal taxa de Juro Suposições:
• O BC pode controlar perfeitamente o stock de moeda (M = M*) ou a tx de juro (i = i*)

• O BC identifica qual a estratégia que é superior consoante os choques de IS ou LM que afectam o produto real (negligencia o impacto dos choques no nível de preços (P))

• Estende a sua análise a um modelo simples de AD-AS com preços flexíveis examinando os efeitos dos choques

• Os choques não são observáveis pelos decisores de PM do BC, logo que são identificáveis a PM ajusta a tx juro ou o stock de moeda de modo a providenciar uma resposta de PM adequada/óptima Consiste em: William Poole, economista americano que foi o 11º Chefe Executivo do Fed. E um importante impulsionador do Modelo preço-teórico do canal de crédito atualmente está afiliado à Universidade de Delaware, também nos EUA. Modelo de Poole Var Y e Var P existem apenas no targeting monetário em que as alterações da LM se transferem à economia real Com choques na Procura de Moeda, o targeting da taxa de juro é superior ao targeting monetário independentemente do objectivo do BC ser a
estabilidade de P ou de Y
O que confirma que uma procura de moeda estável é
uma condição básica para o targeting monetário. Choques na Procura de Moeda Com choques na IS, o targeting monetário é
superior ao targeting da taxa de juro independentemente do objectivo do BC ser a estabilidade de P ou de Y. Variação de Y e Variação de P são maiores no targeting da taxa de juro: a tx de juro não pode servir como mecanismo de ajustamento. Choques na curva IS A superioridade das estratégias depende do target
final da Política Monetária:
• Se o BC tenta estabilizar o Yreal : o targeting da taxa de juro é superior ao targeting monetário
• Se o BC tenta estabilizar o P: o targeting monetário é superiorao targeting da taxa de juro Permite através de IS-LM e AS/AD analisar os choques do lado da oferta

Var P => afecta a economia real, o stock real de moeda (M/P) e a curva LM Choques na Oferta M => i => cash-flow => seleção adversa e risco de moral => empréstimos => I => Y Política monetária expansionista diminui taxa
de juro melhora os cash flows das empresas o que também diminui os problemas
de seleção adversa e risco moral M => P ações => ­ selecção adversa e risco moral => empréstimos => I => Y Canal do balanço e cash-flow Quanto menores forem as garantias que os agentes conseguirem apresentar mais difícil será obter financiamento (os problemas de seleção adversa e risco moral aumentam). Canal do balanço e colateral / Situação Líquida das empresas M => Reservas => empréstimos => I => Y Bancos ajudam a superar problemas
de assimetria da informação - existem agentes que só conseguem arranjar
fundos através do financiamento bancário - se este for reduzido o investimento
destes agentes diminui. Canal do financiamento bancário Consiste em analisar a transmissão baseada em modelos com problemas de informação nos mercados financeiros Canal do Crédito M => P ações => Ativos financeiros => Probabilidade de falência => consumo de bens duradouros => Y Política monetária também
afecta a despesa das famílias pelo menos em bens duradouros. Canal do crédito e a liquidez das famílias M => não antecipado de P => seleção adversa e risco de moral => empréstimos => I => Y Política monetária afecta o nível geral dos preços o que se reflecte na diminuição
do valor real dos débitos sem repercussão no valor dos activos - aumenta o valor do colateral da firma. Canal do balanço e variações não antecipadas dos preços Mas como é que “isto tudo” se relaciona com efeitos da Politica Monetária no output? Pergunta Curva de Phillips Original

Curva d Phillips Modificada

Curva de Phillips Aumentada de Expectativas

Curva de Phillips Modificada e Aumentada de Expectativas Apresentando as várias fases do modelo… Controlo pela curva de phillips Mecanismo transmissão politica monetária Canal Expectativas Canal de Expectativas Implicações para a Politica Monetária Preços são rigidos devido a custos de ajustamento (Ex: produção, e negociação) Preços

Temos que os preços e salários nominais são rigidos na premissa, daí que a produtividade não seja relevante

No cenário real, o que interessa aos trabalhadores é o aumento dos salário reais, não os nominais. Daí que a taxa de inflação seja relevante para negociação de salários … vemos que só a C.P. Aumentada de Expectativas é interessante A TQM pode também ser usada para desenvolver uma iniciação para a estabilização macroeconómica ao calcula o deficit máximo que é compatível com um retorno da estabilidade de preços:

Mˆ * = Yˆ +IN*-Vˆ Premissas Baseia-se na Curva de Phillips


Preços Rigidos Duas abordagens:
Curto prazo
Médio prazo Implicação
Como o preço é fixo a determinação de salários desempenha um proceso essencial no processo de transmissão da PM Porquê? Tipo de Expectativas Extrapoladas (estáticas)

Adaptativas

Racionais u Y PM tem efeitos no output que são explicados pela Cruva de Phillips e é aqui que entram as expectativas...
BC explora trade-off de curto prazo (inflação surpresa tem feitos no emprego a curto prazo)
BC orientado para a estabilidade usa o Canal de Expectativas como um mecanismo para manter a inflação num nivel baixo.
Como?
A estabilidade e credibilidade do BC transmite nives baixos de inflação ao fututo Vantagens para o BC através do CE Se o BC for credível o sector privado continua a esperar uma taxa de inflação baixa, o que por sua vez reforça a estabilidade de preços. O mesmo se passa com acordos salariais

Caso não se verifique (crises petrolíferas) o BC tem de fazer uso do canal da taxa de juro Un VS NAIRU
Full transcript