Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Pontes em Viga

No description
by

Arthur Andreetta

on 27 November 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Pontes em Viga

Pontes em Viga
Construção
Em 8 de Julho de 1981 foi assinado o acordo para o início da construção desta infraestrutura.
O seu custo viria a atingir 1,2 bilhões de dólares, que foram suportados pelo estado Saudita.
Os trabalhos iniciaram-se a 11 de Novembro de 1982 com a presença do rei Fahad da Arábia Saudita e do xeique Isa bin Salman al-Khalifa do Bahrain.
Desta estrutura fazem parte cinco pontes, apelidadas Ponte I a Ponte V, com, respectivamente, 5194m, 3334m, 2034m, 934m e 934m e vários viadutos no comprimento total de 12 430 metros.
A ponte foi construída em três segmentos a partir da Arábia Saudita:
- De Al-Aziziyyah, ao sul de Khobar , para a Estação de Fronteira
- A partir da Estação de Fronteira Nasan Ilha no Bahrein
- Da ilha Nasan à Al-Jasra, oeste de Manama , na principal ilha de Bahrain
Regimes de controle de qualidade foram estabelecidos para garantir a durabilidade da estrutura. Neste sentido, Al Hoty Stanger Ltd, o laboratório de testes do premier com SASO BBB, foi contrato para realizar ensaios de materiais civis relevantes em ambos os lados do projeto calçada.
A estrada, com uma largura de 25 metros e com quatro vias foi inaugurada a 25 de Novembro de 1986.
Ponte do Rei Fahd
A Ponte do Rei Fahd é constituída por um conjunto de pontes e viadutos sobre o golfo Pérsico, com um comprimento de cerca de 25 quilómetros, ligando Khobar, na Arábia Saudita, ao arquipélago do Bahrain.
Construção de Pontes - Introdução
Ponte é uma construção que permite interligar pontos não acessíveis, separados por rios, vales, outros obstáculos naturais ou artificiais.
As pontes são construídas para transpor pessoas, automóveis, comboios, canalizações ou condutas de água (aquedutos).
O obstáculo a ser transposto pode ser de natureza diversa, e em função dessa natureza são associadas as seguintes denominações:
- Ponte (propriamente dita): quando o obstáculo é um curso de água (rio) ou outra superfície líquida (lago, braço de mar).
- Viaduto: quando o obstáculo é um meio seco (vale, via).


Pontes em Viga
Especificações
Nome oficial: Jisr al-Malik Fahd
Cruza Golfo Pérsico
Localização: Bahrein e Arábia Saudita
Mantida por Governo da Arábia Saudita
Design: Diques e pontes em viga-caixão
Comprimento total: 28 km
Largura: 25 m
Início da construção: 1981
Término da construção: 1986
Data de abertura: 1986
Coordenadas: 26º10'57"N 50º20'9"W
Outros tipos de viga
Outros exemplos de viga são as viga Pí, por parecerem com o símbolo matemático e as vigas em forma de T.
A ponte de viga talvez seja o mais básico e comum tipo de ponte. Uma tora atravessando um riacho é um exemplo de uma ponte de viga na sua forma mais simples. Nos tipos modernos de pontes de viga de aço, os tipos mais comuns são as vigas de perfil I e as vigas caixas.
Vantagens e Desvantagens
Agora que sabemos as diferenças entre as viga I e as vigas caixas, vamos analisar as vantagens e as desvantagens de cada uma. As vigas I são muito fáceis de projetar e construir e trabalha muito bem em quase todos os casos. Contudo, quando a ponte possui curvas, esse tipo de viga fica sujeito à forças de flexão conhecidos como torque. A adição de uma segunda teia á viga, confere estabilidade e resistência às forças de flexão, fazendo com que a viga caixa seja a melhor opção para pontes com curvas consideráveis.
Conclusão
As vigas caixas são mais resistentes e estáveis podendo vencer grandes distâncias e vãos maiores, onde as viga I não seriam fortes suficiente para resistir às forças de flexão. Contudo o seu projeto e construção são bem mais complicados, sendo necessários às vezes que humanos ou robôs sejam necessário para operar dentro de uma viga caixa.
Se nós olharmos para uma secção de uma viga de perfil I, nós logo percebemos a origem do seu nome. A secção da viga toma a forma da letra de forma I. O plano vertical no meio é conhecido como teia, e o plano superior e inferior dispostos na horizontal são conhecidos como flange.
Viga seção I
Uma viga caixa é muito parecida com a viga de perfil I, exceto é claro, por ela ter a forma de uma caixa. A viga caixa mais comum possui duas teias e duas flanges, mas às vezes ela pode possuir mais de duas teias formando assim uma viga caixa de cãmara múltipla.
Viga Caixa
Curiosidades
A partir de 2010, estima-se que o número de veículos que utilizam a ponte é de cerca de 25.104 por dia. O número total de viajantes em todo o istmo de ambos os países no ano de 2010 foi de 19,1 milhões de passageiros, ou uma média de 52.450 passageiros por dia

É hoje a 8° maior ponte do mundo em extensão.
Classificação
Natureza do tráfego: auto-estrada; automóveis, carros, caminhões, ônibus. Proibido trafégo de pessoas e bicicletas.
Material da Superestrutura: concreto protendido
desenvolvimento planialtimétrico: ponte reta
desenvolvimento altimétrico: reta horizontal
posição do tabuleiro: superior
seção transversal: ponte de viga seção celular
História
A idéia de construir uma ponte ligando o Reino de Bahrain para a região oriental do Reino da Arábia Saudita foi seduzindo os dois reinos por gerações. A idéia nasceu do desejo do rei Saud para nutrir e solidificar ainda mais o vínculo fraterno entre os dois reinos, durante uma visita oficial ao Estado do Bahrain em 1954.
Em 1965, o Primeiro-Ministro do Estado do Bahrain fez uma visita de cortesia ao rei Faisal e o rei expressou seu desejo de ter a calçada construída.
Em 1968, os dois países formaram uma comissão conjunta para avaliar o compromisso financeiro necessário para a tarefa.
Em 1975, o Banco Mundial apresentou o seu estudo e aconselhamento depois de procurar ajuda de expertise internacional especialista em estudar os fatores ambientais, geográficas e marítimas correntes.
Em 8 de julho de 1981, o então ministro das Finanças e da Economia Nacional da Arábia Saudita o então ministro do Desenvolvimento Industrial no Bahrein assinaram um acordo para iniciar a construção da ponte marítima.
Em 11 de novembro de 1982, o rei Fahd bin Abdul Aziz e Shaikh Salman bin Isa Al Khalifa revelou a cortina sobre a Placa comemorativa durante uma cerimônia formal com a presença dos líderes dos países do CCG que marcam o início do projeto.
Em 11 de Abril de 1985, Sheikh Khalifa bin Salman Al Khalifa, o primeiro-ministro do Bahrein apertou o botão necessário para instalar a parte final das pontes de caixa, assim, finalmente, que liga continente Arábia com a ilha de Bahrein.
Em 26 de novembro de 1986, a ponte foi inaugurada oficialmente na presença do Guardião das Duas Mesquitas Sagradas, o rei Fahd bin Abdul Aziz da Arábia Saudita e de Sua Alteza Real Shaikh Salman bin Isa Al Khalifa, Emir do Estado do Bahrein, com o último consentir entusiasticamente a nomear a ponte King Fahd Causeway.

Informações técnicas
A estrada sobre a ponte com um duplo direções opostas, cada monitor (11,6 metros) e tem duas pistas e calçadas forçados a parar.
O comprimento total da ponte 25 km e começa a partir de lado saudita área de Al-Azizia, que fica ao sul da notícia e do lado do Bahrein da ponte começa área Jasra ao oeste da capital Manama.
Inclui a ponte, em geral, em cinco pontes e sete aterros.
Número de colunas de concreto sob pontes ao longo da ponte (536) da coluna.
Foi criado estradas que ligam a rede de ponte de estradas internas, tanto Arábia Saudita e Bahrain comprimento de
32 km da cidade de Khobar e Dhahran, e um comprimento de 13 km até a cidade de Manama.

Comprimentos
Aterro n°.1 - 668,00 metros (laterais Arábia)
Aterro n°.2 - 891,00 metros (laterais Arábia)
Aterro n°.3 - 921,00 metros (laterais Arábia)
Aterro n°.4 - 2.388,50 metros (fronteira Island)
Aterro n°.5 - 3.635,50 metros (laterais do Bahrein)
Aterro n°.6 - 665,50 metros (laterais do Bahrein)
Aterro n°.7 - 1.900,50 metros (laterais do Bahrein)
Ou ilha sonolento de 1.500,00 metros (laterais do Bahrein) Comprimento total de 12.570.00 metros escombros

Ponte n°.1 - 934 metros (laterais Arábia)
Ponte n°.2 - 2.034 metros (laterais Arábia)
Bridge n°.3 - 5.194 metros (laterais Arábia)
Ponte n°.4 - 3.334 metros (laterais do Bahrein)
Ponte n°.5 - 934 metros (laterais do Bahrein)
Comprimento total de pontes 12.430.00
Materiais
47.000 toneladas de ferro armados
160 mil toneladas de cimento
350.000 metros cúbicos de concreto
Areias de aterros 7.770.000 metros cúbicos
Rochas de aterros 3.140.000 metros cúbicos

A Estação de Fronteira está localizado no aterro n°.4, que, com uma área total de 660.000 metros quadrados, é o maior de todos os aterros. Os edifícios de King Fahd Causeway Autoridade e outras direcções do governo foram erguidas na Estação de Fronteiras, bem como duas mesquitas, duas torres da Guarda Costeira e dois de 65 m (213 pés) de altura Restaurantes torre. A estação de fronteira também tem uma extensa paisagem ao redor das ilhas, além dos serviços e estações rodoviárias.
A Estação de Fronteira foi concebido como duas ilhas ligadas, com o lado oeste designado como Arábia Saudita e do leste como do Bahrein. O lado saudita da Estação de Fronteira tem lojas de McDonald e Kudu.
Estação da Fronteira
Full transcript