Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Transexualidade e Metrossexualidade

No description
by

Mars Group

on 8 May 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Transexualidade e Metrossexualidade

Filosofia

Trabalho realizado por: Bruna Francisco, n.4 e Catarina Parreira, n.7






Professora: Tomásia Lourenço

11B 08/05/13 Transexualidade e Metrossexualidade Transexualidade Metrossexualidade A metrossexualidade é um fenómeno recente que tem renovado o conceito tradicional do homem. O que é a Metrossexualidade? A Metrossexualidade é um termo originado nos anos 90, pela junção das palavras metropolitano e sexual. (Metrossexual) Diz-se de um homem, em geral de meio urbano, que apresenta grandes cuidados estéticos e um elevado grau de sofisticação na escolha de cosméticos, vestuário e acessórios. É o narcisista dos tempos modernos que, graças às facilidades dos serviços existentes nas grandes cidades, pode dar-se ao luxo de se esmerar nos cuidados com a sua aparência. Este termo foi usado pela primeira vez em 1994 pelo jornalista britânico Mark Simpson para o jornal inglês The Independent. Quem disse, que um homem não se pode embelezar! O ponto negativo A masculinidade narcisista e egocêntrica tem origem numa característica típica de sociedades como a nossa: o hiperconsumismo. Os modelos dos metrossexuais são, em geral, homens famosos pelo seu visual– mais do que pelas suas conquistas políticas ou intelectuais. O culto à própria imagem e a exacerbação do egocentrismo não são comportamentos saudáveis. O narcisismo feminino que se manifesta por meio do cuidado com a aparência não chama a atenção. Essa é uma das razões pelas quais o termo metrossexual não foi aplicado às mulheres.
Entretanto, há muitas que se encaixam nesse perfil. As mulheres no filme Sex and the City são, na sua maioria, solteiras, vivem com estilo e escolheram-se como objeto de amor e desejo.
A crescente autossuficiência das mulheres tem estimulado o avanço da metrossexualidade masculina. Atualmente, muitos homens vêem-se obrigados a cuidar de si próprios, pois já não contam com uma coadjuvante feminina sempre pronta para atender às suas necessidades. A metrossexualidade faz, finalmente, com que o homem seja menos dependente da mulher. POR QUE NÃO SE FALA EM MULHERES METROSSEXUAIS, JÁ QUE O EGOCENTRISMO E O NARCISISMO NÃO SÃO CARACTERÍSTICAS EXCLUSIVAS DOS HOMENS? A METROSSEXUALIDADE É APENAS MASCULINA? E as mulheres? O significado de retrossexual surge com a junção de "retro" (Que imita um estilo passado ou anterior) e sexual.
Caracteriza um homem valente e viril, que mantém um estilo clássico e atitudes à moda antiga, mas rejeita comportamentos rudes e machistas. O termo surge por oposição ao comportamento metrossexual.
O conceito de retrossexual é visto como um retorno ao passado, ao resgatar alguns valores masculinos tradicionais.
O homem retrossexual tem um estilo conservador e veste-se à moda antiga, é determinado, perde pouco tempo em compras e rejeita posturas exclusivamente femininas. Em confronto O que é? (Transexual) Que ou quem tem o sentimento de pertencer a um sexo com que não nasceu, cujas características físicas deseja possuir ou já possui através de meios médico-cirúrgicos.

Este/a é um indivíduo com um corpo masculino e um cérebro feminino ou vice-versa.

Esta situação manifesta-se quando o bebé por volta dos 2 ou 3 anos toma conhecimento do seu corpo e nota que ele não corresponde ao que "sente" que é, menino ou menina. Transexualidade Nada há aqui de homossexualidade!

A homossexualidade é uma orientação sexual e a transexualidade é uma disforia de género. São coisas completamente diferentes mas que, por serem coisas diferentes, até podem coexistir. De facto na população de transexuais pode existir orientações sexuais homossexuais, heterossexuais e bissexuais nas mesmas proporções que na população não transexual. Factos históricos Filo, filósofo judeu helenizado do século I d.C. e residente em Alexandria, descreve homens que vivem como mulheres, chegando até a retirar o pénis. Seriam chamados eunucos, termo que deriva da expressão grega para guardião ou zelador do leito. Aqueles que guardavam, sem riscos, os leitos das mulheres dos seus senhores. Nero que após pontapear a sua esposa grávida, Poppaea, até à morte, arrependeu-se e, cheio de remorsos, procurou alguém parecido com ela. Encontrou num escravo, Sporus, essa semelhança. Nero então ordenou aos seus cirurgiões que o transformassem numa mulher. Após a cirurgia os dois casaram formalmente e Sporus viveu como mulher a partir daí. Já o imperador romano Heliogábalo casou-se formalmente com um poderoso escravo, adotou o papel de esposa e oferecia metade de seu império ao médico que muda-se o seu sexo. Cirurgias Homem Mulher Vaginoplastia: é a construção da vagina a partir de partes do corpo do paciente, tais como a pele do pénis, do escroto ou um excerto do intestino delgado. Esta cirurgia é feita sob anestesia geral e tem a duração de cerca de 5/6 horas

Implantes mamários Mulher Homem Hormónios: O hormónio é uma hormona identica à testosterona. As formas de administração são por injeções, gel, pílulas e implantes sobre a pele;
Faloplastia: Envolve a construção de um pénis a partir da pele do antebraço interno e a pele do tecido vaginal e anexá-lo à área vaginal;
Mastectomia: Remoção dos seios;
Histerectomia: É uma operação que consiste em remover o utero. Podem ser apenas retirados os ovários e as trompas;
Colocação de próteses testiculares. Na Assembleia da República no dia 26/11/2010, a Lei do Governo e do Bloco de esquerda foi aprovada. Esta lei visa facilitar a mudança de nome e sexo no Registo Civil a pessoas transexuais.

O Presidente da República "vetou" a Lei, dia 6/01/2011, pelo que ela voltou à A.R. para nova votação.

Finalmente, dia 17/02/2011, na A.R. foi novamente aprovada a Lei. Desta vez o Presidente da República foi obrigado "por imperativo constitucional" a promulgar a Lei.

A 15 de Março a lei foi finalmente Publicada no Diário da República e dia 22/03/2011 entrou em vigor. A primeira cirurgia de transformação de sexo foi realizada em 1930 a Elmar Wegener, que passou a Lily Elbe.
No entanto, a mais reconhecida foi a de Christian Jorgesen em 1952 na Dinamarca. Projeto de Lei de Identidade de Género Portuguesa Casos reais Thomas Beatie Chaz Bono Homossexualidade
Full transcript