Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Arvore

No description
by

Geovanna Daher

on 20 May 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Arvore

Copa
Galhos ou ramos
Árvore
Alunas: Anna Laura Leal, Bárbara Ribeiro, Flavia Mota, Geovanna Daher, Isabella Andrada, Letícia Goulart e Lorrayne Komatsu

Raiz
Parte mais durável e essencial para o desenvolvimento da planta.
Inconsciente, forças instintivas, primitivas, não elaboradas.
Contato com a realidade, necessidade de apoio e segurança e busca de energia psíquica básica.
Exemplos: Raiz abaixo da linha da terra, sem raiz, raiz acima da linha da terra.

Linha da terra ou do solo
Traço divisório entre consciente e inconsciente.
Fornece dados sobre: sentimentos de segurança, estabilidade, equilíbrio, necessidade de apoio ou auto-sustentação.
Crianças e adultos
Exemplos: Linha entre o tronco e a raiz, linha representada pela borda do papel, linha cheia de vegetação.

Tamanho do tronco

Tronco curto e/ou grosso com copa grande:
• Contato com a realidade menor que o desejável

• Equilíbrio precário da personalidade

• crianças pequenas,pessoas com transtorno de somatizaçãoe adultos regredidos;

Tronco
É o suporte da copa.
Parte mais estável da árvore.
Simboliza força interior, sentimento de poder e sustentação do ego.
Fornece dados a respeito do equilíbrio e dados sobre o desenvolvimento emocional e integração da personalidade.
Exemplos: tronco reto (bem proporcionado), tronco solto no espaço (sem raiz, sem base, longe da linha da terra), tronco cortado (quebrado)

Tronco Longo, Copa Pequena:
• Falta de adequação para expressar-se;
• Vivacidade de fundo emocional;
• Normal em crianças até a fase do jardim de infância;
• Transtorno de Aprendizagem;


Largura do Tronco

Base do tronco alargada para os dois lados:
• Inibição do pensamento;
• Medo de possível perda de contato com a realidade;
• Dificuldade de compreensão da vida;

Base do Tronco Alargada para a Esquerda
Introversão ;
Inibição;
Dificuldade para libertar-se de algo
sugere Transtorno de Personalidade histrionica;

Galhos ou ramos
Braços da árvore: capacidade para obter satisfação no meio.
Recursos subjetivos para aproximar-se dos outros, expandir-se e realizar-se.
Zona de contato com o ambiente
Omissão dos galhos

Galhos ou ramos
Número, tamanho, forma e flexibilidade: grau de habilidade para relacionar-se com os outros.
Galhos ou ramos caídos ou caindo
Galhos ou ramos secos em lugar da copa

Galhos ou ramos
Tamanho dos galhos ou ramos
Galhos ou ramos muito curtos
Galhos ou ramos muito longos, arqueados e sinuosos

Largura dos galhos ou ramos
Galhos ou ramos que começam e continuam grossos até a extremidade
Galhos ou ramos finos e pequenos

Galhos ou ramos
Direção dos galhos ou ramos
Galhos ou ramos em direções opostas
Galhos ou ramos para o alto a ponto de fazer o topo da árvore ultrapassar o limite superior da página

Tamanho da Copa
Direção da Copa

Obrigada pela atenção
Árvore apresentada como morta
Projetar e expressar simbolicamente seus sentimentos de pressão, inadequação e sofrimentos. Declarar se sente que a pressão vem de dentro, de fora do self ou de ambas as formas.

• Morte na raiz= mais patológico
• Morte nos galhos= recursos para busca de satisfação
• Morte no tronco= perda de controle/poder para o alcance do bem estar

''Alguma parte da árvore está morta? Qual parte? O que você acha que causou sua morte? Há quanto tempo ela está morta?''
Morte por causa interna
- Implica em algo interno e mais doentio e fortes sentimentos de culpa (Sugere Esquizofrênicos, Depressivos e Transtorno de Estresse Pós-Traumático).
Morte por causa externa-
Sensação de que o meio é responsável por suas dificuldades e traumas. (Sugere em Transtorno de Estresse Pós-Traumático).

Pode ser desenhada desde uma forma natural, ereta, até totalmente inclinada, recurvada e destituída de qualquer força.

Vertical ou ereta-
posição natural, maturidade, inteligência, espiritualidade

Inclinada para a esquerda-
necessidade de proteção e de segurança, atitude defensiva, aversão e/ou rejeição do ambiente, medo de afetos, constrangimento, fixação e/ou prisão ao passado com medo do futuro


Perspectiva ou posição da árvore
Simetria
Considerado bom desenho de árvore=
mínima capacidade de organização

Moderada-
Necessidade de equilíbrio e habilidade para obter satisfação no ambiente.

Ausência-
Insegurança, instabilidade e falta de defesas.

Campo de expressão e beleza da arvore, parte mais delicada e perecível e é a sede das folhas, flores e frutos sendo assim a manifestação da plenitude de sua existência.
Traz indicações -> vida intelectual, das fantasias e da criatividade do paciente e indica a relação de troca entre o que é de dentro e o que é de fora, o tipo de comportamento em relação a realidade, sociabilidade e atividade imaginativa, a parte externa e as extremidades simbolizam a zona de contato com o ambiente.
ausência de copa, copa incompleta ou dificuldade em completa-la
- dificuldade nas relações pessoais, indefinições e dificuldades para achar as soluções adequadas.


Copa em forma de trevo ou coração
– mascaramento e falta de autenticidade










Copa grande e tronco pequeno
– confiança em si mesmo, preocupação consigo e ambição maior que a capacidade de realização.

Copa pequena e tronca grande
– forte dinâmica emocional e imaturidade (comum em crianças) e, se forem adolescentes ou adultos, sugere sentimento de inadequação, dificuldade de realização e regressão aos níveis mais primitivas.

Copa aumentada para o lado direito
– extroversão, autosuficiência, auto - confiança, arrogância, vaidade, necessidade de ser importante, orgulho, facilidade em expressar afetos, ambição intelectual e desembaraço em lidar com o mundo externo.
Copa orientada para o alto
– entusiasmo, energia, tendência à realização, busca de realização na fantasia e ambição.

Chão com vegetação, grama, flores ou arbustos em grau limitado-
Insegurança;
Grau excessivo-
Ansiedade
Paisagem como tema dominante-
Sensação de ser ameaçado pelo mundo exterior, ausência de liberdade em relação à realidade, desejo de fuga, ansiedade, cansaço e falta de controle sobre idéias negativas.
Sol-
Figura de maior autoridade ou de maior valência emocional no ambiente.
Acessórios
Superfície ou tipo de desenhos no tronco.
Superfície raiada, rugosa, angulosos ou serrilhados:
Sensibilidade exacerbada;
Emotividade;
Falta de tato ou capacidade
de observação;

Tronco com buracos e com animais espiando para fora:
Personalidade patologicamente sem controle;
Anseios por isolamento;
Proteção da existência intra-uterina

A árvore atinge os aspectos mais profundos e básicos da personalidade, por trazer um mínimo de associações conscientes, levando a uma menor defesa do ego.
Está relacionada com os três maiores campos da personalidade humana: instintivo, emocional e intelectual.

Árvore
Impressão da árvore como um todo
Pelo fato de as raízes mergulharem no solo e os galhos se elevarem para o céu, a árvore é universalmente considerada como símbolo da vida.
Exemplos:
- Riqueza na representação da árvore: sonhador, valorização do exterior, desejo de produtividade artística e/ou necessidade estética
- Árvore inclinada para a esquerda: introversão, atitude defensiva, cautela, necessidade de segurança, medo de afetos, prisão ao passado e satisfação controlada dos impulsos.

Idade atribuída à árvore
A idade que o examinado dá à sua árvore simboliza o nível de maturidade psicossexual, e o adequado é que seja próxima à idade dele.

As folhas
O que são as folhas para a biologia botânica?
São as folhas que nos dão os primeiros sinais de germinação, fertilidade e crescimento da árvore.
Simbolizam a vida, como o sujeito realiza contato com o ambiente.
Sua formação no desenho tanto pode significar harmonia, desordem como comportamentos obsessivos compulsivos.

“Sem folha não tem sonho
Sem folha não tem vida
Sem folha não tem nada

Quem é você e o que faz por aqui
Eu guardo a luz das estrelas
A alma de cada folha”.
(Mário de Andrade)

Alguns exemplos dos variados tipos de folhas:

- Folhas em galhos secos: são indicadoras de renascimento, mudanças.





- - Folhas caindo ou caídas: sinalizam perda, separação, sacrifício, renúncia, desistência ou sensibilidade, delicadeza de sentimento, facilidade para esquecer, alívio fácil, distração, instabilidade, sensação de algo perdido, perda da habilidade de fazer ajustamentos mais refinados no ambiente.


As flores
- O que são as folhas para a biologia botânica?

A flor é a produção mais delicada da árvore, nos fala da aparência, da estética, da graciosidade e da beleza.

- Simbolicamente falando, pode sugerir uma necessidade de revestir-se de boa aparência (máscara), preocupação com a fantasia, com a beleza, autoadmiração, vaidade e necessidade de agradar.

Dois exemplos de indicadores referente às flores:


- Flores bem localizadas: indicam equilíbrio.





- Árvore cheia de flores: autoadmiração, interesse pela aparência, vaidade, imaturidade, capacidade aparentem tendência à
falsidade, falta de persistência e busca de satisfação no momento imediato.

Os frutos
O que são os frutos para a biologia botânica?

Simbolizam o rendimento da árvore, a sua utilidade, o desejo de realização, de compreender os problemas da vida e a própria criação.

Crianças de 7 a 10 anos de idade desenham árvores cheias de frutos e na maioria das vezes soltos; aos 12 anos de idade os frutos são geralmente ligados por uma haste, e depois dos 14 anos de idade a presença de frutos é vista como uma indicação de infantilidade.


Exemplos de indicadores referente aos frutos:


- Árvore cheia de frutos: desejo de realizar, prosperar, de obter sucesso rápido, procura de boas recompensas, oportunismo, luta ou impaciência (comum em crianças e adolescentes e raro em adultos)



- Árvore cheia de frutos em adultos: fixação na infância ou adolescência, oportunismo, desejo de ver resultados imediatos, impaciência e necessidade de autoestima.

- Macieiras: necessidade de independência (em crianças). E em adultos sugere o Transtorno de Personalidade De Dependente.

Full transcript