Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Copy of A Carbonatação do Concreto e sua Durabilidade

No description
by

Helena Cruvinel

on 22 May 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Copy of A Carbonatação do Concreto e sua Durabilidade

O que é a carbonatação?
Fatores que influenciam a Carbonatação
Estado da pasta de cimento endurecida;
Disposição dos poros;
Quantidade de água retida;
Frente de carbonatação
A Carbonatação do Concreto e sua Durabilidade
Profundidade da carbonatação
Varia de acordo com a porosidade e com o tempo.

Y = K 5 t
Y – profundidade de carbonatação, em mm.
K – coeficiente de carbonatação (em mm/ano).
t – tempo (idade do concreto em anos).

1 - Umidade relativa 50% a 70% e ambiente agressivo.
2 - Concreto poroso.
3 - Concreto denso, superfície lisa, pouca umidade de ar, ou submerto, ar atmosférico rural.
Carbonatação no concreto
Mais compacto;
Aumento da resistencia;
Aumento da impermeabilidade;
Proteção e barreira natural contra a penetração de gases e líquidos
Carbonatação no concreto armado
O concreto protege a armadura contra o ataque externo e a corrosão.
Caso haja oxidação , o óxido de ferro é formado na reação e tem volume de 6 a 8 vezes maior que o aço original, provocando fissuras no concreto e uma possivel ruptura do mesmo.
O meio alcalino é que produz a proteção do aço contra a oxidação, e a carbonatação diminui a alcalinalidade do concreto.
Carbonatação no concreto armado
1º: Superfície Intacta;
2º: Fissuras;
3º: Inchamento;
4º: Escamação;
5º: Corrosão das armaduras;
Diagnóstico
O tecnologista ao se deparar com os fatos citados, deve começar uma descrição medindo trincas, profundidade de carbonatação, cobrimentos e proceder um diagnóstico para determinar as causas e grau de gravidade.
Natureza
Verificação do desgaste da superfície:
-Fissuras;
-Aparecimento de água;
-Bolhas de água;
-Ninhos de pedra;
-Desagregação;
Causas
O que provocou esfolhamentos?

Golpes mecânicos, material gelationoso, material expansivo, pressão sobre arestas, corrosão de armadura.
Por que houve corrosão na armadura?
Ataque por cloretos do concreto, carbonatação do concreto, corrente elétrica, fissura com penetração de agentes agressivos.
Gravidade
Evolução com o tempo:
Durabilidade;
Funcionamento;
Aspecto do concreto;
Segurança;
Extensão
Elementos estruturais afetados:
defeitos localizados - partes da fachada
pequenas superfícies - fachada inteira
partes da estrutura - elementos portantes
Reparação e prevenção
Necessidade
Método
Prevenção

A prevenção para novas obras:
Para ser durável, a armadura deve ter uma cobertura de concreto suficiente. Qualquer barra da armadura deve ter cobrimento de concreto. A norma NBR 6118 estabelece os valores para o cobrimento.

A prevenção para novas obras
Se a tmosfera circundante à obra for rica em CO₂, é necessário aumentar a espessura do cobrimento da armadura.
A relação a/c deve ser igual ou inferior a 0,6 para se ter profundidade de carbonatação inferior a 5mm.
O concreto deve ser compacto.
Um bom tecnologista capaz de dosar os concretos para que as peças estruturais tenham a mesma resistencia combinados com a trabalhabilidade e densidade da armadura.
Conclusão
Vimos que a carbonatação não é linearmente contínua e, consequentemente, ao atingir espessuras relativamente pequenas, ocorre uma proteção contra ação de agentes agressivos.
Obras bens executadas fazem com que a carbonatação haja a favor da estrutura, protegendo a armadura.
A carbonatação do concreto só pode provocar defeitos se a fonte de carbonatação alcançar a ferragem e ultrapassar a capa de finos.

A transformação dos hidróxidos em carbonatos recebe o nome de carbonatação,resultando em acentuada queda no PH do concreto e redução na proteção das armaduras.
A velocidade é influenciada pela temperatura ,umidade relativa do ar, porosidade e incidência de fissuras , e também do teor de CO2 do ar.
Como as reações de carbonatação dependem da presença de água e de oxigênio, a frente de carbonatação avançará com maior velocidade nos casos em que os poros possam estar parcialmente ocupados por ar e parcialmente por água.
Verificando-se os casos mais graves para umidade relativa do ar da ordem de 50% a 60%.
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
Ca(OH)₂ + CO₂ = CaCO₃ + H₂O
O concreto normalmente possui PH entre 12,6 e 13,5.
Ao se carbonatar esse PH reduz para aproximadamnete 8,5.
A carbonatação inicia-se na superficie da estrutura e forma a
FRENTE DE CARBONATAÇÃO.
Composta por duas zonas de PH distintas,
(uma básica e outra neutra).
Essa frente avança em direção ao interior do concreto e quando alcança a armadura ocorre a despassivação do aço e este se torna vunerável.
Logo o processo de corrosão será iniciado ao mesmo tempo que houver umidade,diferença de potencial, agentes agressivos e oxigênio ao redor da armadura.
Ensaio de fenolftaleína para avaliação da profundidade da carbonatação do concreto.
Full transcript