Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Franco Moschino

No description
by

Ana Goldacker

on 2 June 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Franco Moschino

Em 1993, inaugurou o Projeto Smile, para arrecadar fundos através de eventos de moda para crianças portadoras do vírus da AIDS.
Franco Moschino já estava doente, segundo a família ele tinha um câncer no abdome, mas o que se comentava era que ele estava com AIDS. O criador de uma moda assumidamente gay morreu precocemente aos 44 anos de idade, no dia 18 de setembro de 1994.

Em outubro de 2013, a marca italiana anunciou a saída de Rossella Jardini de sua direção criativa . O estilista Jeremy Scott foi o nome escolhido para ser o novo diretor criativo da marca. Em entrevista a um jornal ele revelou que o motivo de ter aceitado o convite de trabalhar na Moschino: “É uma das poucas casas que tem humor. Outro ponto são as mensagens e pensamentos que são expressados através da marca.”

Por dez anos MOSCHINO se firmou no cenários internacional de moda como um dos estilistas mais ousado e inovadores. Lançou sua primeira coleção masculina em 1985, sua linha jeans em 1986 e seu primeiro perfume em 1987.
Após sua morte Rosella Jardini, sua ex assistente passou a ser diretora criativa da marca. Em 1999 a MOSCHINO passa a fazer parte do grupo Aeffe, que também é proprietária das marcas Alberta Ferretti, Jean Paul Gaultier e Cacharrel.

História
Franco Moschino nasceu em Milão. Começou a sua carreira como estilista no início dos anos 1970. Estudou desenho em cursos da Academia de Belas Artes em Milão e foi contratado pelo estilista Gianni Versace, com quem trabalhou até 1977, criando inclusive campanhas publicitárias da grife. Também passou pelas grifes renomadas como Davidoff e Max Mara, antes de lançar sua carreira solo.
A marca Moschino foi lançada oficialmente em 1983 e no ano seguinte já apresentou sua primeira coleção feminina. Suas coleções eram explosões de cores, exagero e excentricidade.
Ele chegou a ser processado pela Chanel pois brincava com o perfume mais tradicional da maison francesa em uma estampa de camiseta. O estilista buscava sua inspiração na sua enorme paixão pelo teatro.

Franco Moschino
Lançamento do primeiro perfume masculino da marca (POUR HOMME) em 1990.
Lançamento do perfume Cheap and Chic em 1996.
Perfumes
Lançamento de OH! de Moschino em 1996.
Lançamento do perfume mascilino UOMO? em 1997.
Lançamento do perfume FUNNY em 2007.
Lançamento dos perfumes HIPPY FIZZ e GLAMOUR em 2008.
Lançamento do perfume masculino MOSCHINO FOREVER em 2011.
Lançamento do perfume PINK BOUQUET em 2012.
Foto: Marcio Madeira / firstVIEW
Verão 2009
Detalhes explodido em proporções exageradas
Foto: Marcio Madeira / firstVIEW
Inverno 2010
Um tributo aos clássicos primeiros Moschino, sobre o que teria sido aniversário de 60 anos de Franco Moschino.
Foto: Marcio Madeira / firstVIEW
Foto: Marcio Madeira / firstVIEW
Verão 2013
Foto: Marcio Madeira / firstVIEW
Foto: Marcio Madeira / firstVIEW
2014
1989
Lançamento da primeira coleção de calçados infantis da marca italiana.
1994
Lançamento da ECOUTURE, primeira coleção ecologicamente correta que utilizava tecidos que não agrediam o meio ambiente durante o processo de fabricação.
1995
Lançamento de sua primeira coleção de óculos para homens e mulheres.


2001
Lançamento de sua linha de produtos voltada para crianças e adolescentes.

2011
Licenciamento de uma linha de jóias e relógios e coleções de guarda-chuvas.



Na primavera 2011, navy, pin-up style e pitadas do look faroeste se encontram na passarela. A começar que muitos looks receberam um coplemento inusitado: chapéu de cowboy. O navy aparece nas listras e nas cores usadas em blazers e calças; já as peças à la pin-up têm estampa de poá e modelagens que trazem o perfume dos anos 1950. Três cores dominam a coleção: azul, vermelho e branco

No inverno de 2010, Rosella Jardini estava com a cabeça na Espanha quando criou esta coleção super-hiper-over. Saias longas cravejadas de babados deram o toque flamenco. Grandes brinco de argolas foram multiplicados em bordados e apliques poderosos. As modelos desfilaram com óculos escuros e chapéus, vestindo looks não só no shape como nas cores. Laranja com rosa ardido, estampa de leopardo, dourado e muito couro, renda e peles.

A coleção primavera verão de 2012 foi inspirada no universo da tourada. Elementos dos toureiros podem ser reconhecidos facilmente nos tops de ombros estruturados, nos chapéus típicos, nas franjas e nos bordados barrocos. Ponto ainda para as estampas de maxi flores e para os muitos babados dos vestidos. Na cartela de cores, destaque para o preto, o branco e para o amarelo.

O verão 2013 da Moschino invadiu as passarelas com um ar sessentinha. Logo nos primeiros looks da apresentação, estampas de flores e corações surgiram em cores vibrantes enfeitando minivestidos, calças e tops de modelagem ajustada ao corpo. A beleza do desfile, com o cabelo volumoso no topo da cabeça, abusou dos óculos com pegada retrô e chapéus exagerados, também ajudaram a criar o clima 60’s. As listras também deram o ar da graça, em versões tanto horizontais quanto verticais e nas mais variadas cores, com destaque para o azul e o laranja. Casacos de abotoamento duplo, uma das estrelas do inverno 2013 da grife, voltaram nesta temporada em versões cropped e com mangas ¾, mais apropriados para os dias quentes.
Foi na passarela de verão 2014 que a Moschino comemorou seus 30 anos. Como estrela da festa, Gloria Gaynor cantava hits como “I am what i am”, enquanto uma retrospectiva de ícones da marca desfilava de um jeito surreal e irreverente. Basta olhar para as saias com estampas de vaca, blusa com as cores da Itália, chapéu e gola do ursinho Teddy e um vestido feito de sacos de lixo.

Os looks de verão foram desfilados em dupla, com uma proposta mais comportada ao lado de outra bem provocante e fetichista. Vestidos de paetês, babados ou estampas de bolinhas, short e calça jeans com jaqueta perfecto e cintos foram destaque.
A estilista Rossella Jardini também trouxe de volta a camiseta com slogan “for fashion victims only”, criada por Franco Moschino.

Verão 2011

1988
Lançamento da MOSCHINO CHEAP AND CHIC, uma marca mais irreverente e acessível direcionada para um público mais jovem. Se a MOSCHINO já esbanjava irreverência, a CHEAP AND CHIC é pura diversão fashion, com coleções lúdicas, criações alegres e contemporâneas, combinações imprevisíveis, cultura pop urbana, cores trendy e estampas. O conceito desta marca da grife italiana é o barato e chique (como diz seu nome), com qualidade acima de tudo.

A Moschino não tem medo de ser feliz, é possível enxergar a clara intenção do novo diretor-criativo da marca em retratar essa irreverência. Jeremy Scott já havia adiantando algumas peças divertidas em seu pre-fall, com bolsas em forma de jaquetas perfecto e matelassê. Agora, ele leva a união de moda e humor ao extremo. Como uma homenagem, grandes elementos da história da grife italiana apareceram na apresentação: a estampa de vaca, a logomania em forma de cintos, correntes douradas e muito couro. Adicionados a eles, referências à cultura de massa que englobam de redes fast-food e embalagens de snacks, a personagens de desenhos animados. A moda vive um momento divertido nas ruas, e a Moschino agora tenta incorporar o movimento às suas peças, uma clara intenção da marca em levar seu nome de volta ao boca a boca (e principalmente ao streetstyle) através da contratação do excêntrico estilista americano.


Inverno 2015
Verão 2012
"Estar na moda, hoje, significa ser o mais consciente possível do mal que podemos fazer à natureza, ao nosso planeta e a nós mesmos."

Franco Moschino
Full transcript