Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

PNAIC: encontros de Agosto!

Registro dos encontros de Agosto, envolvendo Sentido Numérico, SND, o lúdico e o SND, relações entre o SEA e o SND; operações nas resoluções de problemas.
by

POIE JOSÉ

on 1 September 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of PNAIC: encontros de Agosto!

sistema de numeração decimal (cad. 3)
operações na resolução de problemas (cad.4)
Com a intenção de fechar o estudo do caderno 2, as turmas do PNAIC socializaram os comentários sobre Sentido Numérico. Dentre os comentários, foi perceptível a necessidade do olhar do professor para este aspecto e que não há um bloco de estudos sobre ele. O trabalho com sentido numérico perpassa todos os eixos e o professor deve estar atento par isso!
Em seguida, tomamos contato com a importância da utilização do corpo como fonte de conhecimento e da história do Sistema de Numeração Decimal (SND) - caderno 3.
Para abordar a importância de se trabalhar o SND, apresentamos aos professores dois vídeos para análise. A análise, por sinal, foi bem interessante, pois os professores perceberam quando a professora do vídeo invalidou uma estratégia do aluno ao preencher o quadro numérico; também perceberam quando no vídeo "Contando de dez em dez", pediu que não usasse os dedos... Os professores-alfabetizadores vem demonstrando apurar o olhar para a Educação Matemática proposta pelo PNAIC.
Dando continuidade ao estudo do SND, é sempre tempo de enfatizar que a Matemática e a Ludicidade andam juntos no Ciclo de Alfabetização, com mediação e intervenção do docente.
Dedicamos-nos, dessa forma, a praticar dois jogos propostos no caderno 03, e propor adaptações e novos desafios para cada ano do Ciclo de Alfabetização.
Terminado o jogo, fizemos uma leitura comparativa entre o SND e o SEA, apresentando o conteúdo contido no caderno 03.
Iniciamos o estudo do caderno 4, com o vídeo "Somar ou Multiplicar?"
Em seguida, tomamos contato com o Campo Conceitual Aditivo, apresentado por Vergnaud. Lemos alguns exemplos e os professores se desafiaram a elaborar problemas, em grupo, desse campo e trocar para análise de outro grupo.
Depois de realizar a formulação de problemas do campo aditivo, trocar entre os grupos para análise e voltar ao primeiro grupo para validar a indicação realizada, voltamos a realizar essa tarefa, agora tendo como foco o campo multiplicativo.
Os professores ficaram impressionados com a atividade, pois segundo eles, não param para visualizar aquele material antes de formular e propor problemas. Constataram que os problemas que propõem ficam polarizado em um ou dois daquelas tipologias, sendo necessário variar, aifnal, os alunos têm direito de ter acesso a todos.
Ainda nesse contexto do campo multiplicativo, realizamos atividades envolvendo a Tábua de Pitágoras, explorando a possibilidade de trabalho numérico que ela possibilita, observando regularidades, dobros, triplos, metades, terças partes, propriedade comutativa, associativa etc...
Também jogamos o "Eu tenho... Quem tem...? Que é um modo bem dinâmico e cooperativo de trabalhar os fatos da multiplicação e que pode ser adaptado para quaisquer outros fatos.
Saindo da multiplicação e aprofundando a reflexão acerca da divisão, realizamos uma oficina para nos predispormos aos vários conceitos da divisão, muito mais amplo do que "repartir em partes iguais"...
Os problemas foram interessantes, flexibilizando o pensamento dos professores que assistiram um vídeo com essas situações sendo aplicadas com alunos de nossa Rede Municipal.
Aprofundamos nossa conversa, abordando um assunto sempre complicado para os professores: a divisão.
Apresentamos diversas possibilidades, alertamos para o perigo de algumas falas: Por exemplo, que em 138:2... 1 não dá pra dividir por 2... não é 1, é uma centena!

Os professores gostaram de pensar e repensar sobre a divisão e suas várias possibilidades. Concluíram que é importante que o aluno tenha acesso a todos esses modos, para que ele possa escolher a melhor estratéiga para ele. No entanto, isso deve ocorrer quando ele tiver constituído o conceito da divisão, por meio de manipulação, estratégias pessoais que vão se refinando. Afinal, o algoritmo é uma síntese de tudo que ele já construiu.
Como mais uma forma de pensar a divisão, reallizamos a DIVISÃO DRAMATIZADA, com representações grandes de material dourado.
Ao observarem a dramatização e anotarem, viram, no concreto, como se dão as trocas e como começar pela maior ordem não é uma verdade absoluta. Alguns professores, somente nesse momento visualizaram que em 138 temos 13 dezenas!
Para terminar os dois encontros envolvendo as operações n resolução de problemas, jogamos o jogo das correntes e visualizamos algumas charges que nos fazem pensar sobre o campo multiplicativo.
vemos-nos no próximo encontro, em que iniciaremos a abordagem acerca da geometria... tá bom demais!!!
Full transcript