Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Platão

No description
by

Madalena Ravara

on 16 March 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Platão

Platão
Índice
Biografia
Teoria das ideias
Dualismo cosmológico
Platão e as artes
Pensamento de Platão
Dualismo alma-corpo
A ordem moral
Obras
Teoria das ieias
Dualismo cosmológico
Platão e as artes
Pemsamento de Platão
Dualismo alma-corpo
A ordem moral
Obras
Biografia
O discípulo de Sócrates
A missão de Platão
Após a morte do seu mestre, Platão dedicou o resto da sua vida:

reabilitar a reputação de Sócrates;
reafirmar os ensinamentos do mentor;
fundamentar o seu próprio modelo de sociedade
As metas de Platão
Nasceu em Atenas - 427 a C
Teve uma educação semelhante aos aristocratas da sua época ( retórica, música, matemática e ginástica)
Nasceu numa família conceituada
( O pai, Aristão, era descendente do rei Codros)
( A mãe, Perictione, descendia de um irmão de Sólen)
Por tradição deveria ter seguido política, porém decidiu dedicar-se à filosofia
Juventude
Começou por seguir a filosofia de Crátilo ( discípulo de Heraclito)
Aos 20 anos tornou-se discípulo de Sócrates
Acompanhou o mestre até este morrer
( obrigado a beber o veneno de sicuta por ser acusado de não acreditar nos deuses)
Fez circular um conjunto de diálogos filosóficos - Sócrtates, o protagonista, utilizava o atual método socrático
( inquirir os interlocutores e conduzi-los à verdade)
Como Sócrates não deixou quaisquer documentos escritos, Platão encarregou-se de registar as ideias do seu mestre
Fez duas viagens à Sicília para levar à prática o seu modelo de sociedade ideal ( objectivo que não foi alcançado, regressando a Atenas sem êxito)
Entre as duas viagens fundou a Academia, onde se estudava filosofia, matemática e astronomia
Morreu em Atenas, aos 81 anos- 347 a.C
Aristóteles e Plotino são os mais conceituados discípulos de Platão
Segundo o pensamento platónico a realidade total dividia-se em duas partes:
Realidade total
mundo
visível
mundo
inteligível
Não existe espaço nem tempo
Aquele que se apresenta aos nossos sentidos
tudo se transforma ( nada perdura nem permanece igual)
Perdominam as sobras da realidade e ecos da verdade
Único lugar que o sentido humano conseque apreender
Não é acessível aos sentidos humanos
Apenas nos são permitidos breves vislumbres da verdadeira realidade
A continuidade e ordem são perfeitas
A realidade é intemporal e imutável
Para Platão todos os seres humanos eram conseiderados objetos, constituíos por duas partes distintas:
- corpo (objetos e bens materiais)
-alma (imaterial, intemporal e indestrutível)
O modelo de Platão está descrito na obra A República
Alegoria da Caverna
Platão explica, através de uma parábola que vivemos no mundo das sombras onde só vemos ilusões da realidade, as imagens do mundo das ideias, inacessível aos nossos olhos
Interesse tradicional pela
NATUREZA
Questões
ÉTICAS
Questões
ANTROPOLÓGICAS
Questões
POLÍTICAS
Demiurgo
A ordem não pode ser o resultado casual da desordem
Deve surgir da inteligência ordenada
A inteligência deve atuar sobre a matéria cótica
surge das ideias
únicas realidades de sentio pleno

moldam a essência da matéria o mais perfeitamente possível
Demiurgo
inteligência
(ideias)
matéria
ordem
atua
cria
Para Platão este dualismo relaciona-se com a teoria das ideias
Alma
A tarefa fundamental da alma é purificar-se e preparar-se para a contemplação das ideias
Corpo
Imaterial e imortal ( afim das ideias)
Pertence ao mundo os seres físicos
A união alma-corpo não parece a Platão como um estado fundamental:

É um estado
acidental
e
transitório
Pode dividir-se em três partes distintas:
Razão
Ânimo
Apetite
controlar o apetite
(alma racional)
( alma irascível)
coragem e esforço para subjugar as exigências do apetite
(alma concupiscível)
desejos irracionais que somente procuram o prazer
Dimensão de onde provêm todas as impurezas
As exigencias e necessidades do corpo limitam o exercício do conhecimento intelectual
A autentica sabedoria cabe na capacidade de oposição da alma ao corpo e suas solicitações
Como discípulo de Sócrates, Platão opunha-se às doutrinas dos sofistas
Discurdava que as leis naturais eram uma procura do poder e do domínio do mais forte
A justiça devia considerar a ordenação adequada das três partes da alma
- a
prudência
é a virtude própria da
razão
- a
fortaleza
é a virtude própria do
ânimo
- a
moderação
faz com que o apetite e o ânimo se submetam à
razão
Só quando as três partes da alma se comportam deste modo é que esta é justa e ordenada
Críton
,
Apologia de Sócrates
e
Fédon
retratam o julgamento de sócrates (discurso em sua defesa e justificação da sua vida)
A República
,
O Banquete
,
Laques
,
Eurifron
e
Teeteto
encontram-se entre as maiores obras literárias do mundo e maior filosofia alguma vez produzida em prosa grega
Platão via as artes como uma representação da natureza da qual quanto maior fosse a sua beleza, maior seria o seu poder e encanto
As obras artísticas eram enganadoras e ilusórias
As obras de arte enriquecem o nosso desenvolvimento imocional, sendo um perigo para a nossa alma
Desviam-nos do verdadeiro objetivo

elevarmo-nos acima do nível da realidade
o que é?
A esta realidade chamou o Mundo das ideias onde se incerem as imagens padrão, eternas e imutáveis que encontramos na Natureza
O que é?
O que é?
Os objetos do mundo comum organizam as suas estruturas segundo as ideias, formas primordiais, mas não são capazes de o fazer na sua totalidade pelo que são meras imitações imperfeitas
O que é?
Para Platão as ideias eram o fundamento e o princípio de tudo o que é verdadeiro
Platão acreditava numa realidade autónoma do mundo dos sentidos
A esta conceção chamamos teoria da ideias
Para Platão tudo o que existe na Natureza flui e a realdade mais fundamental é composta por ideias ou formas abstratas
Estas ideias ou formas residem num mundo onde não existe o conceito de tempo ou espaço, de natureza imutável
As ideias assumem assim uma função ontológica, metafísca e epistomológica
Assim, o objetivo principal de qualquer pessoa seria atingir o conhecimento do mundo das ideias, libertando-se do falso saber e das ideias feitas, os conhecimentos do mundo inferior
"Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro;
a verdadeira tragédia é quando os Homens têm medo da luz"

"Não devemos de forma alguma preocupar-nos
com o que diz a maioria, mas apenas com a opinião dos que têm conhecimento do justo
e do injusto, e com a própria verdade"

"A primeira e melhor vitória é
conquistar-se a sí mesmo"

conclusão
conclusão
Full transcript