Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

"O Suicídio", Émile Durkheim

No description
by

Vitória Novaes

on 4 April 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of "O Suicídio", Émile Durkheim

"O Suicídio", Émile Durkheim (1897)
Conceito
“Todo o caso de morte que resulta, direta ou indiretamente, de um ato, positivo ou negativo, executado pela própria vítima, e que ela sabia que deveria produzir esse resultado”
Questionamentos
O suicídio trata-se de uma questão individual ou social?

Qual é o limite na relação do indivíduo com a sociedade, ao ponto de fazer com que ele retire sua vida?

Qual é o nível de influência que instituições, como a Igreja Católica, transmitem a pessoas, fazendo com que decidam ou não se matar?
Metodologia
Pesquisou e utilizou estatísticas de suicídios em delegacias.

Utilizou o método quantitativo de análise de dados preexistentes e pesquisa de informações em outros documentos.

Elaborou sua tese e nomeou três diferentes tipos de suicídio: Anômico, Egoísta e Altruísta.
Dificuldades
Já haviam pesquisas sobre o suicídio, mas Durkheim foi o primeiro a apresentar uma explicação sociológica.
Dados não eram precisos ou totalmente confiáveis.
Só números estatísticos não bastavam para chegar aos resultados.
Resultados
Suicídio é um fato social.
Desequilíbrio na integração social aumenta taxas de suicídio.
Maiores entre viúvos, solteiros e divorciados do que entre casados.
Maiores em pessoas que não tem filhos.
Mais entre homens do que entre mulheres.
Mais entre ricos do que entre pobres.
Mais entre protestantes do que entre católicos.
Menores durante tempos de guerra e maiores durante períos de mudança econômica ou instabilidade.
Suicídio egoísta
Acontece quando o indivíduo não está integrado a sociedade, quando está isolado e seus laços com um grupo são enfraquecidos ou rompidos. Não existem laços sociais que o impeçam de se matar, sua morte terá pouco impacto na sociedade.
Suicídio altruísta
Quando o indivíduo está integrado demais a sociedade, possui laços sociais muito fortes e coloca o bem da sociedade acima de seu bem próprio. Cometem o suicídio porque acreditam que sua morte trará benefícios a sociedade.
Suicídio anômico
Quando existem mudanças drásticas nas circunstâncias sociais e/ou econômicas, surge uma fraca regulção entre as normas da sociedade e o indivíduo, as normas sociais e leis que governam a sociedade não correspondem aos objetivos deste. Uma vez que o indivíduo não se adaptou a sociedade, o suicídio torna-se uma alternativa de escape.
Suicídio fatalista
Quando o indivíduo é regulado demais pela sociedade. Não há esperança de mudança contra a disciplina opressiva da sociedade, ele se sente impotente diante do destino ou da sociedade.
Críticas
Diversas deduções e pressuposições incoerentes e sem fundamento.

Omissão dos fatores não sociais como possibilidade de influírem nas taxas de suicídio.

Possibilidade dos dados adquiridos por Durkheim, ditos oficiais, não serem confiáveis.
Relevância
De enorme importância e relevância para o desenvolvimento da sociologia.
Base de entendimento para teses recentes sobre suicídio.
Utilizou uma base científica para analisar o suicídio, surpreendendo as pessoas de sua época pela inovação na fabricação de um trabalho sociológico e, sobretudo empírico.
Fundamental para o surgimento de mais trabalhos sociológicos.
Full transcript