Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Como montar um Currículo

Programa de Capacitação e Empregabilidade
by

Thiago Pereira

on 6 February 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Como montar um Currículo

10 Passos para
montar um bom
Currículo
1) Comece com os Dados Pessoais
Nome
Endereço
Telefone
Celular
E-mail
Nacionalidade
Idade
Estado Civil
Número de filhos
2) Deixe claro seus objetivos
Área que você aspira

Seja breve

Tome cuidado para não mandar seu currículo para qualquer empresa

Enfoque sua área de atuação

Não vale a pena dizer que tem interesse
de atuar em 20 áreas diferentes.
3) Capa cor-de-rosa não ajuda
Esqueça capas ou pastas com cor e cheiro.

O segredo é usar folhas brancas limpas e grampeadas.

Deve-se seguir a linha tradicional: Courier, Arial ou Times New Roman.

Os negritos, itálicos e sublinhados só devem ser usados para organizar as informações.
4) Currículo sim, biografia não
Um erro muito comum é achar que
maior o currículo melhor ele fica.

Duas folhas, portanto, são o ideal e
não vale usar aquela velha tática de
diminuir o tamanho da fonte para
colocar mais informação dentro de uma página.

Cuidado também para não escrever errado.
Erros de português pegam muito mal.
Faça um currículo especial para cada
empresa que você deseja trabalhar.

Óbvio que para isso você vai precisar saber
em quais empresas deseja atuar.

A partir daí você deve descobrir tudo o que
pode sobre a empresa. Como? Internet, jornais, revistas e principalmente conversas com
funcionários do local.
5) Minhas experiências
Você deve falar de maneira sucinta dos lugares que passou e quais foram as suas experiências dentro de cada empresa.

Uma ótima idéia é organizar seu texto em tópicos.

Mas como ser tão sucinto? Mencione apenas as 5 últimas empresas que você trabalhou começando pelas mais recentes e caminhando para as mais antigas

Depois descreva seu cargo e o que fazia na prática. Acredite: isso faz a diferença.
6) A vingança dos Nerds
Uma maneira de tornar mais atrativo e
mais visível a formação é investir em
uma especialização.

Nessa etapa uma instituição renomada
agrega grande valor ao currículo.

Isso não significa, no entanto, que as pessoas
que não estudaram em instituições de renome
não têm chance.
A vantagem de ter estudado numa boa faculdade aparece quando a seleção é feita entre pessoas com pouca ou nenhuma experiência. Os graduados numa boa faculdade sempre têm mais chances.

Vale também dizer que os cursos relâmpagos não ajudam em nada. Coloque apenas aqueles que realmente acrescentaram algo importante na sua vida. Esqueça daqueles seminários de meia hora. Eles definitivamente não interessam.
7) Do you speak English?
Se por um lado os seminários de 30 minutos
não ajudam, falar fluentemente um outro
idioma vale muito.
Lembre-se: não vale a pena enganar. Você pode ser surpreendido com um teste cara a cara e se dar mal. Aliás, se descobrirem qualquer falcatrua no seu currículo você será dispensado na hora. O critério é o seguinte: ou você sabe falar fluentemente um outro idioma, ou não sabe. É melhor você falar que seu espanhol é apenas básico, ao invés de dizer que sabe se virar muito bem
8) Carta para meu futuro chefe
A carta de apresentação serve para personalizar o currículo e mostrar se você está apto ou não para o cargo que está disponível. O mais adequado é escrever uma carta para cada empresa.
Algumas palavrinhas mágicas vão ajudar você a
deixar seu currículo mais bem escrito. Use verbos como:
- realizar (um projeto)
- organizar (uma equipe)
- implantar (um processo)
- atingir (resultados)
- motivar (pessoas)
- delegar (tarefas)
- criar e executar (soluções)
Coloque todos os verbos no pretérito perfeito, como no exemplo: "criei um novo sistema de trabalho e motivei toda a equipe. Atingi resultados fantásticos".

O currículo nunca deve falar sobre pretensão salarial, nem sequer mencione o pacote de remuneração da empresa anterior. Esse assunto deve ser tratado durante a entrevista.
9) Como devo enviar meu
currículo?

Não existe consenso sobre qual é a melhor forma de enviar seu currículo.

Muitas empresas possuem um cadastro on line em que o candidato apenas completa os dados.

Alguns consultores sugerem mandar o currículo como um documento anexado, outros dizem que nem sempre é possível abrir um documento anexado em função de problemas técnicos, ou até por medo de possíveis vírus.

O ideal, portanto, é fazer das duas maneiras. Envie um e-mail com o currículo anexado, mas diga que, por via das dúvidas, vai enviar seu currículo também pelo correio.
Seja por e-mail, seja por correio, é completamente desnecessário enviar uma foto. Pode parecer exibicionismo. Mas é conveniente que você leve, no dia da entrevista, uma foto e de preferência com terno (homens) ou tailleur(mulher).
10) É só?
Depois de entrar numa boa empresa não esqueça de atualizar seu currículo sempre que houver uma mudança significativa na sua carreira. Coloque tudo que for realmente significativo.

Desde mudança de telefone até um negócio milionário que você fechou com a sua empresa, ou um projeto que deu muito certo no mercado.

Alguns consultores aconselham as pessoas a criar uma espécie de diário profissional. Assim, o profissional não esquece dos fatos importantes da sua carreira.
Atentar sempre, quanto as mudanças
de telefones e contatos disponibilizados
no currículo.

Se possível manter um nº para recados.
Mantenha sempre uma cópia com você!



As oportunidades surgem quando menos esperamos.
É tempo de poupar !

Acredite, algumas economias serão necessárias nesse período, pois surgirão despesas com envios de currículos...

Transporte, e até alimentação.
Não dispense um cafézinho com
antigos colegas de trabalho;

Professores e até futuros colegas
de trabalho.

O Networking ainda é um importante
aliado nesse período.
Não tenho Experiência.
E agora?
Como um estudante, que busca uma oportunidade de estágio, pode montar um currículo interessante?
Como ele pode driblar a ausência de experiências profissionais e, ainda assim, mostrar-se interessante o suficiente a ponto de ser contratado por uma empresa?
Segundo o Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE)
A dica é valorizar aspectos como atividades extracurriculares e voluntariado, lembrando sempre que a escolaridade, nesse caso, é o quesito que menos importa, pois os concorrentes serão muito parecidos.
Noely David, supervisora de Processos Especiais do Ciee, recomenda a divisão do currículo em quatro partes:
1) Na primeira, o estudante deve cuidar do cabeçalho, que deve incluir os dados pessoais (nome, endereço, telefone, e-mail).
2) Na segunda, detalhar a
formação acadêmica
(escola, curso e ano).
3) Na terceira, o jovem deve relatar
experiências práticas (se tiver, claro),
sempre da mais recente para as antigas.
4) Na quarta e última parte, adicionar informações, como conhecimento de idiomas
e de informática, trabalho voluntário, práticas esportivas, etc. “Não é preciso assinar o currículo.”
Full transcript