Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

ABORTO

No description
by

Pedro Pereira

on 6 March 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of ABORTO

ABORTO O Que É O Aborto? Um aborto ou interrupção da gravidez é a remoção ou expulsão prematura de um embrião ou feto do útero, resultando na sua morte ou sendo por esta causada. Espontâneo Induzido ESPONTÂNEO O aborto espontâneo acontece quando uma gravidez termina antes que o feto tenha atingido uma idade gestacional viável. Induzido O chamado aborto induzido ou aborto provocado, é feito utilizando-se procedimentos cirúrgicos ou então químicos, variando conforme o tempo de vida do feto. Aborto Cirúrgico Aborto cirúrgico è o conjunto de técnicas cirúrgicas que têm o fim de provocar o aborto, ou seja, de terminar voluntariamente o processo gestacional. Ao final do procedimento, o embrião ou feto é descartado. Aborto Químico A gravidez pode ser interrompida medicamente, usando uma combinação do antiprogestativo mifepristone (RU 486) com uma prostaglandina, como o misoprostol. A RU 486 (Mifepristone) é reconhecida como substância abortiva. Curiosidades:
Na América Latina é onde existe um maior número de abortos, apesar de haver uma lei contra isso! AQUI!! Algumas imagens: RU_486 Consequências Do Aborto: Físicas Psicológicas Físicas: Cancro da mama, Cancro do útero, ovários e fígado.

Perfuração Uterina.

Lesões Cervicais.

Placenta Prévia em gravidezes subsequentes.

Complicações nos partos subsequentes. Partos pré-termo ou pós-termo.

Gravidez ectópica.

Endometrioses.

Complicações imediatas: infecções, hemorragias, embolias, problemas com anestesias, convulsões, etc...

Estas complicações podem sempre levar à esterilidade. Psicológicas: Tabagismo.
Alcoolismo: comportamentos violentos, divórcios, acidentes de carro e perda de emprego.
Perturbações do Comportamento Alimentar: anorexia ou bolimia, mas também ingestão excessiva de alimentos.
Abuso de drogas.
Negligência ou Abuso Infantil: comportamentos violentos com filhos subsequentes.
Divórcio e Instabilidade Nas Relações.
Aborto Recorrente: as mulheres que fizeram mais do que um aborto, (45% do total dos abortos são repetições) têm 4 vezes mais probabilidade de repetir.
Suicídio: especialmente nas adolescentes. Legislação: Portugal: Até 1984, o aborto era proibido em todas as situações. A lei 6/84 veio permitir a realização da interrupção voluntária da gravidez nos casos de perigo de vida para a mulher, perigo de lesão grave e duradoura para a saúde física e psíquica da mulher, quando existe malformação fetal ou quando a gravidez resultou duma violação. Brasil: A lei brasileira sobre o aborto foi redigida em 1940 e permite que a mulher interrompa a gestação apenas em dois casos: violação e quando a mãe corre risco de vida. O aborto no Brasil é considerado crime contra a vida pelo Código Penal Brasileiro e prevê detenção de 1 a 10 anos.
Espanha: A Lei da Generalidade da Catalunha durante o período da II República (Dezembro de 1936, em plena Guerra Civil Espanhola), existe pela primeira vez em Espanha uma Lei de Interrupção Voluntária da Gravidez.Em 1985 o governo socialista para modernizar a população aboliu a penalização do aborto. FIM!!
Full transcript