Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Relações Formais e Informais

No description
by

Renan Gomes

on 8 November 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Relações Formais e Informais

Relações Formais e Informais
Objetivo
Apresentar as relações formais e informais através de criticas sobre Weber e o estudo da burocracia organizacional. Sociólogos como Robert K. Merton, Peter Blau, Elton Mayo e Chester Barnard, defendem a criação de grupos informais menos burocráticos dentro de uma organização. A partir destas informações será provado que uma organização para ter sucesso no mercado precisara tanto das relações formais quanto informais para se manterem produtivos.

Relaçoes Informais
A importância da formalidade para Weber
Philip Selznick
Relações Formais

Relações Formais
As relações formais são burocráticas, por se basearem em regulamentos com direitos e obrigações, se caracterizam por organogramas e manuais de organização, ou seja, é a estrutura de relações profissionais entre pessoas, planejada no sentido de facilitar a realização dos objetivos da organização.

Formalidade significa que as organizações são constituídas com base em normas e regulamentos explícitos, chamados leis que estipulam os direitos e deveres dos participantes. As leis criam figuras de autoridade, que tem o direito de emitir ordens. Isto é, uma premissa da burocracia, pois o comportamento sempre é regulamentado de forma explicita. Essa é uma das grandes vantagens da burocracia: todos são iguais perante a lei, no tipo ideal de Weber

A importância da formalidade para Weber
A ideia do poder burocrático é que uma organização que não possui regras, não funciona. Max Weber disse que a rede formal surgiu a partir de que o ser humano começou a se consolidar em uma sociedade, onde havia um relacionamento entre as pessoas, esse relacionamento era moldado em uma rede formal e que em uma organização principalmente existia a importância da formalidade.
Relações Informais
A relação informal é a interação entre as pessoas em uma organização baseada em atitudes pessoais, emoções, costumes, tradições e ideais. A informalidade, geralmente, se desenvolve em pequenos grupos sem regras ou normas especificas dentro de uma organização

A importância da formalidade para Weber
Philip Selznick
Selznick demonstrou que a estrutura formal é somente um aspecto da estrutura social real e que os colaboradores das organizações se influenciam reciprocamente como pessoas inteiras e não simplesmente em termos dos papéis formais que desempenham.

Críticas ao sistema de Weber
Robert K. Merton
Elton Mayo
Chester Barnard
Relações Formais e Informais
Robert K. Merton
Merton, em seus estudos referente a burocracia, encontrou como resultados ineficiência e imperfeições, definidas como disfunções da burocracia para designar as anomalias de funcionamento responsáveis pelo sentido pejorativo que o termo burocracia adquiriu juntos aos leigos no assunto. Merton salienta que os cientistas tem dado muita ênfase aos resultados positivos e as funções na organização burocrática descuidando-se das funções internas de tais estruturas, enquanto o leigo, ao contrário, tem exagerado exatamente as imperfeições da burocracia. Ele afirma que não existe uma organização plenamente racional e o formalismo não tem a profundidade descrita por Weber, pois o tipo ideal de burocracia sofre transformações quando operado por homens
Elton Mayo
Após a experiência de Hawthorne, idealizada pelo sociólogo Elton Mayo, entre 1924 e 1927 na Western Eletric Co., que visava determinar relação de ambiente de trabalho com produtividade, a criação de pequenos grupos de trabalho torna-os mais informais e com isso também melhoram suas relações interpessoais. Devido isso os funcionários enxergam a empresa como uma organização social (desligada da formalidade).

Chester Barnard
Barnard visava que a estrutura formal só existe a partir da estrutura informal, que surge constante interação com os membros do grupo que a compõem. Existe dependência mutua entre essas duas organizações: a formal e a informal. Ele acreditava que a cooperação é um processo pelo qual os indivíduos ultrapassam seus limites de responsabilidade. Ela surge da necessidade de superar restrições e atingir os objetivos de um sistema interativo em que atuam aspectos físicos, biológicos, psicológicos e sociais. Dentre suas teorias Barnard encontrou resultados como liderança e motivação na informalidade, assim propondo reformas estruturais mais profundas nas organizações.
Kurt Lewin
Kurt Lewin
Constatou que seus experimentos na indústria mostraram que as atitudes de um líder e a interação com seus operários tiveram como principal resultado grandes índices de produtividade. O reconhecimento da existência de grupos formais e informais constitui relações estruturais ligadas a setores de produção e serviços, e a maneira espontânea por traços de afinidade. Ele afirma que as necessidades humanas que exercem influência sobre o trabalho, são geradas pelos instintos e reações mais simples, a partir do ambiente em que as pessoas vivem. Assim, conclui que a importância da interação em grupo gera a força propulsora da motivação

Conclusão
Podemos constatar que os estudos da burocracia sobre a formalidade nos dias atuais não são totalmente suficientes para se manterem no mercado de trabalho, ou seja, dentro de uma organização exige-se também a informalidade, pois de acordo com os estudos dos sociólogos e teóricos, eles afirmam que a relação informal é algo vivo e pulsante dentro das organizações. Delas se utilizam como fontes de informação e flexibilidade, assim incentivando o trabalho em equipe e liderança sobre os indivíduos

FLÁVIO PEREIRA RODRIGUES
RUAN LUCAS DOS SANTOS PALMA
ANDERSON MULLER PINTO LORETO
RENAN GOMES DA SILVA

RELAÇÕES FORMAIS E INFORMAIS:
“Críticas a Burocracia Organizacional de Weber”

Porto Alegre
2013
Western Eletric Company
Full transcript