Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Amizade Logosófica

Amizade Logosófica
by

Fernanda Mendonça

on 20 April 2010

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Amizade Logosófica

Érika Naves e Fernanda Mendonça Amizade Logosófica
Objetivos: Ampliar o conceito de Amizade Logosófica
Difundir conceitos superiores para as minhas amizades do mundo comum
Aplicar os ensinamentos logosóficos no cultivo das amizades.
“O que tenha uma amizade que a conserve, mas trate de que essa amizade não seja produto do azar. As amizades nascem, às vezes, ao calor das circunstâncias que acercam os seres em momentos de mútua dor e de preocupações semelhantes, e também nascem ao coincidirem seus pensamentos nos mesmos propósitos ou nas mesmas aspirações de bem. Por isso todos os discípulos são amigos, e é uma amizade limpa, onde não existe interesse, onde em todos se encontra refletida a sinceridade pelas compreensões mútuas, porque se irmanam sob o signo do mesmo ideal, das mesmas aspirações, e lutam juntos na nobre tarefa de superar-se.“
Conferências Tomo II - 152/1o
“ Uma circunstância, um acidente, uma desgraça, seja pela perda de seres queridos ocasionada por distanciamentos ou falecimentos, seja por perda de bens, etc., produz lógicos abalos sensíveis em quem é atingido por tais coisas, sendo sua própria consciência que registra o fato que o comoveu. Mas, quando o que ocorre afeta a outro e igualmente se sente uma profunda comoção, o fato então assume caráter diferente. (...)
Quando se chega a sentir, ou melhor dizendo, quando se experimenta um sentir de tal natureza por outro ser, estabelece-se de fato um vínculo existencial, ou seja, conectam-se duas existências sensíveis: sendo assim, produz-se uma espécie de prolongamento da vida de um em outro, pois tudo o que acontece com aquele a quem se estende o sentir é como se acontecesse com o próprio que experimenta o efeito sensível, adquirindo este maior intensidade ao manifestar-se pela força de um afeto, e mais elevada condição quanto maior for a pureza e o desinteresse que o inspire.” CRL II – 209/3 e 4
"O homem que não rendeu culto à amizade poderá ter vivido
como um ente bruto, mas nunca como um ser humano."
CRL tomo II /pág.1 Obrigada! “Embora seja certo que nem todos podem inspirar e ainda professar uma verdadeira amizade por careceram de sentimentos adequados que não desvirtuem o significado que substancia seu inegável mérito ou por impedi-lo, geralmente, características mentais ou psicológicas adversas, é de todo ponto de vista admissível que possam, superando suas condições pessoais, alcançar a graça de uma amizade ou de muitas.” CRL Tomo 2 - 2/6o. “Há dois fatos inegáveis que, por inexplicável relação acontecem dentro do campo experimental Logosófico. Um é o discípulo, o ser que, atraído pela força incontrastável do ensinamento, vem em busca do conhecimento essencial contido nele e que, simbolicamente pede a fonte, com a mão estendida, sua porção de vida. Outro fato é a mão generosa e amiga que lhe estende quem lhe dá o conhecimento. Nesse efusivo aperto de mãos aparece, com caracteres indeléveis o sinal de amizade.”
ICL - 348/2o
Full transcript