Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Untitled Prezi

No description
by

Thiago Martins

on 14 June 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Untitled Prezi

A VERDADE
ESTÁ NO MUNDO À NOSSA VOLTA
ARISTÓTELES (384 - 322 a.C.)
em contexto
área:
abordagem:
antes:

depois:
Epistemologia
Empirismo
399 a.C. - Sócrates argumenta que a virtude é sabedoria
380 a.C. - Platão apresenta sua teoria das formas no diálogo socrático "A república".
Séc. IX d.C. - Os textos de Aristóteles são traduzidos
para o árabe.
Séc. XIII - Aparecem traduções em latim de suas obras.
Também chamada de teoria do conhecimento, é o ramo da filosofia que trata da natureza, das origens e da validade do conhecimento.
Na filosofia, empirismo é uma teoria do conhecimento que afirma que o conhecimento vem apenas ou principalmente, a partir da experiência sensorial.
17 anos - Chegou em Atenas para estudar na Academia do grande filósofo Platão.
Com a morte de platão, supreendentemente, não foi escolhido como seu sucessor na academia.
aprendeu muito com o mestre porém, onde platão era brilhante e intuitivo, aristóteles era erudito e metódico
permaneceu na academia como aluno e professor.
Deixou atenas e fez uma viagem para a jônia (que se provaria fértil)
questionando platão
Platão e aristóteles...
...divergiam em suas opiniões sobre a natureza das qualidades universais. Para Platão, elas residem no elevado mundo das formas; para Aristóteles, aqui na Terra.
confiando nos sentidos
Ao estudar o mundo natural, ele aprendeu que, ao observar as características de cada exemplo de planta ou animal específico, podia construir um retrato completo sobre o que o distinguia de outras plantas ou animais.
Tais estudos confirmaram o que Aristóteles já acreditava:
não nascemos com a capacidade inata de reconhecer
formas, como defendia Platão.
Vemos diferentes exemplos de "cão" no mundo a nossa volta.
Reconhecemos as características comuns dos cães no mundo
Usando nossos sentidos e nossa razão, compreendemos o que torna um cão um cão.
encontramos a verdade a partir das evidências no mundo à nossa volta.
exemplo
tudo que depende da ação da natureza é, por natureza, tão bom quanto pode ser.
ARISTÓTELES.
a forma essencial
das coisas

As coisas no mundo material não são cópias imperfeitas de alguma de alguma forma ideal de si mesmas. A forma essencial de uma coisa é, na verdade, inerente a cada exemplo dessa coisa.
as qualidades universais
noções como "virtude", "justiça", "beleza" e "bom" podem ser analisadas da mesma forma. aristóteles acreditava que quando nascemos nossas mentes são como "folhas em branco", e quaisquer ideias que alcançamos só podem ser recebidas por meio de nossos sentidos.
Essa mesma diferença de opiniões entre Platão e Aristóteles dividiu os filósofos em dois campos separados: racionalistas (Descartes e Kant) que acreditavam em um conhecimento inato; e os empiristas (Locke e Hume) que afirmavam que todo conhecimento vem da experiência.
todos os homens têm, por natureza, desejo de conhecer.
ARISTÓTELES.
classificação biológica
Aristóteles começou a colecionar espécimes de fauna e flora e as classificou de acordo com suas características. A partir dessa classificação, montou um sistema hierárquico (o primeiro do gênero e que forma até hoje a base da taxonomia).
explicação teleológica
Para aristóteles tudo no mundo era explicado por quatro causas inteiramente responsáveis pela existência de algo.
"Teleologia" - Estudo da finalidade na natureza. Uma explicação teleológica sobre algo é, portanto, uma explanação sobre a finalidade de algo.
- causa material: "do que algo é feito";
- causa formal: "a forma de algo";
- causa eficaz: "como é levado a existir";
- causa final: "objetivo da existência".
aristóteles forneceu o exemplo do "olho": a causa final do olho é ver. aí entra a ética de aristóteles que, para ele era apenas uma extensão lógica da biologia.
ética de aristóteles
conhecendo a causa final, sabemos a versão "boa" ou "má" de algo, exemplo: "olho bom enxerga bem".
No caso do ser humano, uma vida "de bem" é uma vida na qual cumprimos nosso objetivo ou usamos ao máximo as características que nos tornam humanos. para aristóteles, uma pessoa "virtuosa" ou "de bem" é uma pessoa que usa, principalmente a observação, para desenvolver a sabedoria durante sua vida.
toda ação deve-se a uma ou outra das sete causas: acaso, natureza, compulsão, hábito, raciocínio, ira ou apetite.
ARISTÓTELES.
o silogismo
"se As são Xs, e B é um A, então B é um X"
Silogismo significa "conexão de ideias" "raciocínio"
Exemplo: todos os répteis tem sangue frio e uma espécie em particular tem sangue quente, essa espécie não pode ser um réptil
aristóteles compreendeu que o poder da razão era algo que não se baseava nos sentidos e que, portanto, era uma característica inata - parte daquilo que é ser humano. aristóteles percebeu que, embora não tenhamos ideias inatas, possuímos o poder inato da razão. essa capacidade nos distingue de todas as criaturas vivas e nos coloca no topo da hierarquia.
silogismo mais famoso da história
Todos os homens são mortais
sócrates
é um homem
portanto
sócrates é mortal
declínio da grécia clássica
as ideias de aristóteles tiveram um impacto menor do que mereciam pois ele viveu no fim de uma era. junto com a morte de alexandre, o Grande (seu aluno), a grécia clássica deu espaço para o período helenístico, que marcou o declínio da influência de atenas.
a academia de platão e a escola rival de aristóteles, o liceu, sobreviveram ao período helenístico, porém, perderam sua proeminência.
o legado de aristóteles
muitos de seus textos foram perdidos, tudo o que restou foram fragmentos de sua obra, principalmente na forma de palestras e notas do professor.
por sorte, com o florescimento do islã, as obras foram traduzidas para o árabe e se espalharam, tornando-se leitura essencial para sábios do oriente médio.
para o latim, apenas a partir do século xIII os textos em árabe começaram a ser traduzidos. nessa época que todas as ideias foram reunidas nos livros que conhecemos hoje:
física
,
ética a nicômaco
e
organon
tomás de aquino, desafiando a censura a obra aristotélica, integrou as ideias de aristóteles a filosofia cristã. dessa integração surge talvez a maior influência de aristóteles no pensamento ocidental:
a grande cadeia do ser
utilizando a hierarquia de aristóteles, a igreja descreveu a dominação do homem no mundo, colocando a raça apenas abaixo de deus, o criador.
durante a renascença, o método empírico tão difundido por aristóteles foi de grande importância para os filófosos da época como, por exemplo, leonardo davinci.
hoje, aristóteles é considerado por muitos como um dos maiores filósofos da história e sua definição funcional de "bom" é utilizada por filósofos mordernos como chave para entender a linguagem ética.
- nasceu em estagira, grécia;
- filho do médico da familia real da macedônia;
- educado como membro da aristocracia;
- discípulo e posterior "rival" de platão;
- instrutor de alexandre, o grande;
- fundador do liceu, escola rival da academia de platão;
- no liceu escreveu a maior parte de seus textos e formou grande parte de suas ideias;
- com a morte de alexandre, o sentimento antimacedônico tomou conta de atenas;
- fugiu para cálcis, na ilha da eubeia, onde morreu no ano seguinte.
senta aí que é hora da revisão...
lineu e cuvier têm sido meus dois deuses, embora de maneiras bem diferentes, mas são meros alunos diante do velho aristóteles.
Charles Darwin
obrigado!
Full transcript