Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

A linhagem de Lúcia

Aulão sobre a personagem central de Lucíola, romance de José de Alencar
by

Larissa Dantas

on 20 April 2011

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of A linhagem de Lúcia

Lucíola, José de Alencar
Lúcia: desejo X virtude
"Era uma transfiguração completa. Enquanto a admirava, a sua mão ágil e sôfrega desfazia os frágeis laços que prendem as vestes. À mais leve resistência dobra-se sobre si mesma como uma cobra, e os dentes de pérola talhavam mais rápidos que a tesoura o cadarço de seda que lhe opunha obstáculos".

"Lúcia escondeu o rosto nos meus joelhos e emudeceu. Quando levantou a fronte, implorava com as mãos juntas e o olhar súplice. O quê? O perdão de sua primeira falta? Não sei. Faltaram-me as palavras para consolar dor tão profunda: beijei Lúcia na face". Maria Madalena: a primeira prostituta
"E algumas mulheres que haviam sido curadas de espíritos malignos e enfermidades: Maria, chamada Madalena, da qual saíram sete demônios;" (Lucas 8:2) Bonequinha de Luxo
Holly Golightly e o medo de amar Uma linda mulher
Vivian Ward e o príncipe da "limousine" branca Blogs de prostitutas

"E depois de pensar sobre este fato cheguei a uma conclusão. Quem disse isso estava certo, porque de verdade eu não tenho futuro. Não tenho mesmo, acreditem, vocês aqui lêem os textos de uma mulher sem futuro.

Nada é certo na minha vida. Nada é certo a respeito do que me acontecerá. Não tenho garantias sobre quem serei amanhã, onde estarei e muito menos do que terei. Meu futuro decididamente é incerto...

...O MEU e o de TODO MUNDO que está vivo neste planeta.

Quem aqui tem futuro? Quem aqui tem garantia sobre alguma coisa nesta vida? Quem aqui tem controle sobre o que lhe cerca?"

Vanessa de Oliveira
http://vanessadeoliveira.blogspot.com/ A dama das camélias, Alexandre Dumas (filho)
Marguerite: a abnegada
"À hora em que ler esta carta, Armand, eu serei amante de outro homem. Está tudo acabado entre nós. Volte para junto de seu pai, vá tornar a ver sua irmã, casta menina que ignora todas as nossas misérias, e junto da qual bem depressa esquecerá as dores que lhe infligiu esta mulher perdida que se chama Marguerite Gautier, que se dignou amar por um instante, e que lhe deve os únicos momentos felizes de uma vida, essa a esperança que ela tem, que já agora não será longa". Monster
Aileen Wuornos,
a prostitura serial killer A linhagem de Lúcia
Full transcript