Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Medidas de conforto

No description
by

Marcos Antonio

on 30 January 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Medidas de conforto

Prescrição Não
Farmacológica para o Alívio da Dor Dor Aguda Se manifesta transitoriamente durante um período relativamente curto .
Está relacionada a afecções traumáticas, infecciosas ou inflamatórias
Há respostas associadas (elevação da pressão arterial, taquicardia, taquipnéia, entre outras);
ansiedade e agitação psicomotora são respostas frequentes. INTRODUÇÃO Para obtenção do conforto é necessário a construção de um ambiente externo favorável
•Etapas:
1ª) o enfermeiro avalia as necessidades de conforto do indivíduo holisticamente.
2ª) O enfermeiro implementa uma variedade de intervenções no cuidado, devendo mensurar e/ou
avaliar o nível de conforto.
3ª) Deve existir o engajamento do familiar do paciente no processo de confortar. Conforto:Necessidades Humanas Básicas: Acupressão
•Distração
•Música
•Estimulação Cutânea Dor do Câncer Nem todos os pacientes com câncer vivenciam a dor Prof. MARCOS ANTONIO - MCs CONFORTO ESTOMATERAPEUTA O conforto tem sido definido como um estado de bem-estar, estado de alívio, estado de ter satisfeitas as necessidades humanas básicas entre outros.

O desconforto pode ser físico ou psicológico. Uma pessoa com medo ou preocupada se encontra sem conforto, assim como uma pessoa com frio ou com dor.

Vários fatores podem alterar o estado de conforto, no qual a dor pode ser o principal agravante, que apesar de ser um sintoma comum, é um dos menos compreendidos, sendo uma experiência emocional, subjetiva e desagradável. O termo conforto se origina do latim confortare, que significa fortificar, consolar, assistir e auxiliar.

É definido como um estado de prazer e bem-estar•
É influenciado por fatores físicos, psicológicos, sociais, espirituais e ambientais. Fatores que Afetam o Conforto Vários Fatores podem alterar o estado de conforto, no qual a dor pode ser um principal agravante.
A dor é um sintoma comum e pouco compreendida, por ser uma experiência emocional, subjetiva e desagradável. Tipos de Dor Dor Aguda

•Dor Crônica

•Dor do Câncer Dor Crônica Dor prolongada dura mais de seis meses
O paciente não se adapta a dor
Sintomas apresentados são: exaustão física , insônia ,anorexia, depressão , raiva entre outros. Características da Dor Início e duração da dor : quando começou e quanto tempo durou.
Localização : apontar a área de desconforto.
Intensidade : subjetiva (branda , moderada ou intensa ).
•Qualidade : vocabulário referente a analogia da dor como queimação , ferroada etc. Avaliando a Intensidade da Dor Alguns instrumentos de avaliação da intensidade da dor são aplicados à crianças de 3 a 7anos.
•Modelo de Esquema Corporal- visa descrever a própria dor, sua natureza e localização. A criança é orientada a indicar em um desenho de corpo humano o local da dor sentida.
•Escala de OUCHER- dispõe de seis fotografias de crianças chorando apresentando diferentes níveis de expressões faciais de desconforto. A criança relaciona a expressão que melhor reflete sua experiência de dor.
•Escala de Cores- o paciente é orientado a escolher uma das três cores que considera melhor descrevera intensidade da dor. Este modelo permite que, a criança utilize mais a sua intuição que a avaliação cognitiva. Uma outra variação desta escala de cores permite que a criança localize sua dor em um esquema corporal e posteriormente, colorir o local com a cor que mais expresse sua dor. Avaliando a Intensidade da Dor -Escala Linear Analógica Visual -indicada por uma linha reta, com extremidades significando de um lado, ausência de dor, do lado oposto, a maior intensidade de dor já sentida pela criança, a qual localiza-a no contínuo da escala, o grau da intensidade de sua dor. Escala Linear Analógica Não Visual -constitui-se em outra variante da escala apresentada anteriormente, na qual é feita a quantificação da intensidade dolorosa através de escores que variam de zero a dez, sendo essa caracterizada por dor leve, intensa, aguda ou muito intensa. Fatores que influenciam a dor Idade
Sexo
Cultura Significado da Dor para o Paciente •Atenção
•Ansiedade
•Fadiga
•Experiência Pregressa
•Estilo de Adaptação
•Suporte Familiar e Social Efeitos da Dor Sobre o Paciente Efeitos Comportamentais
Principais Indicadores comportamentais da dor: Chorar, Resmungar, Fazer Careta, Cerrar os dentes, boca ou olhos firmemente fechados, tensão muscular, menor espectro de atenção.
•Efeitos Sobre as Atividades da Vida Diária Prescrição farmacológica para o alívio da dor Analgésicos : Método comum para o alívio da dor •
São classificados em :

•Os anti-inflamatórios não-esteroides (AINE’s) : proporcionam alívio para dor branda e moderada.

•Os opióides ou narcóticos: geralmente são prescritos para dor moderadamente intensa , ou intensa.

•Os adjuvantes ou co-analgésicos : são sedativos e ansiolíticos estimulam o controle da dor ou aliviam outros sintomas associados a dor . Controle da Dor do Câncer O objetivo da terapia medicamentosa para pacientes com câncer pode ser o de prever e minimizar a dor.
• A OMS recomenda uma conduta de três etapas , para controlar a dor do câncer.
• A terapia começa com uso de AINE’s e /ou adjuvantes ,
progredindo até os opióides potentes caso a dor persista.
• A enfermeira deve ser uma observadora atenta e saber quais respostas prever com base no tipo de dor, prescrição, momento para as intervenções , natureza da lesão ou doença, bem como a propostas do paciente. MASSAGEM DE CONFORTO É um conjuntos de manobras com fins terapêuticos.Pode atingir músculos e camadas internas.
E FEITOSFISIOLÓGIGOS DA MASSAGEM DE CONFORTO
Alívio da dor.
Sensação de prazer.
Redução do estresse.
Diminuição do nervosismo e
ansiedade. FINALIDADES DA MASSAGEM DE CONFORTO•
Melhorar o retorno venoso.•
Evitar formação de úlceras de pressão.•
Ajudar no tratamento nos problemas de má circulação.•
Melhor o conforto do paciente. CONTRA INDICAÇÕES DA MASSAGEM

Infecção Aguda Dos Ossos, Articulações, Pele, Músculos, TeCido Subcutâneo.
Câncer Na Área A Ser Tratada.
Cicatrizes Recentes.
Estado Febril.
Tumores.
Fraturas,
Queimaduras
Feridas Abertas. TIPOS DE MANOBRAS UTILIZADAS NA MASSAGEM DE CONFORTO DESLIZAMENTO
FRICÇÃO
AMASSAMENTO
VIBRAÇÃO DESLIZAMENTO Fricção Amassamento VIBRAÇÃO Obrigado! Referencias Fundamentos de Enfermagem
Autor: Potter, P.A., Perry, a.G. Editora: Guanabara koogan.

Fundamentos de Enfermagem - Série Incrivelmente fácil!
Autor: Springhouse
Editora: GUANABARA KOOGAN

Fundamentos de Enfermagem-
Autor: Judith M. Wilkinson, Karen Van Leuven
Editora: ROCA - BRASIL
Full transcript