Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Vida e obra de Eça

No description
by

Tiago R.

on 12 December 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Vida e obra de Eça

Em 1864 conhece Teófilo Braga, e
em 1865 conhece Antero de
Quental, escritor e poeta português
que teve um papel importante na
Geração de 70. A vida e Obra
de
Eça de Queiroz Nasceu a 25 de Novembro
na Póvoa de Varzim Filho de José Maria Teixeira
de Queirós e de Carolina
Augusta Pereira de Eça Registado como filho
natural de mãe
incógnita, comum na
época 1845 1855 interno no Colégio da Lapa, no Porto.
O diretor do colégio era pai de Ramalho Ortigão. Entrou como aluno 1861 Entrou, com 17 anos, na Universidade
de Coimbra, onde estudou Direito. COIMBRA foram publicados avulsos na
revista "Gazeta de Portugal". Os seus primeiros trabalhos 1870 1866: Forma-se em Direito, passando a viver em Lisboa. 1867: Abre um consultório em Lisboa.
Aceita a redação do jornal "O Distrito de Évora". Em 1869, faz uma viagem ao Oriente
com o objetivo de assistir á
inauguração do Canal do Suez,
registando as suas impressões da
viagem. É nomeado administrador do Distrito
de Leiria.

Em, Leiria inicia a redação da novela
realista "O Crime do Padre Amaro". Em 1871 participa nas Conferências de Casino 1873 Ingressou a carreira
diplomática, sendo
posteriormente nomeado cônsul
de Portugal em Havana. do Ministério dos Negócios Estrangeiros. Visita os USA em missão 1875 Lançamento do "Crime do Padre Amaro". 1878 Depois de ter estado em Newcastle,
foi transferido para Bristol.

Aí começa a escrever
"O Primo Basílio". 1879 Escreve, em França,
"O Conde de Abranhos". 1900 1880 "O Mandarim" 1888 1886 1884 Em 1883, é eleito sócio
da Academia Real das
Ciências. "Crónicas de Londres" "A Relíquia" "Cartas de Inglaterra" Casa com Emília de
Castro Pamplona, irmã
do 5º conde de Resende,
companheiro da viagem
realizada ao Oriente. É transferido para Paris,
onde publica "Os Maias". Morreu a 16 de Agosto, perto de Paris. Os seus trabalhos foram traduzidos, aproximadamente, em vinte línguas. Principais Obras: O mistério da estrada de Sintra (1870) A Aia (1894) A Ilustre Casa de Ramires (1900) A cidade e as serras (1901, Póstumo)
Contos (1902, Póstumo)
Prosas bárbaras (1903, Póstumo)
Full transcript