Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

História e evolucao do papel por samuel carvalho

No description
by

Samuel Carvalho

on 17 May 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of História e evolucao do papel por samuel carvalho

A Surgimento e Evolução do papel
Brasil
China
Egito
Coréia
Japão
Árabes
Espanha
Itália
França
Alemanha
Holanda
Inglaterra
Papiro -
Foram os egípcios que, por volta de 2200 antes de Cristo, inventaram-no.
Pergaminho -
Era muito mais resistente, pois se tratava de pele de animal, geralmente carneiro, bezerro ou cabra e tinham um custo muito elevado.
Tsai Lun um alto funcionário da corte do imperador Chien-Ch'u, da dinastia Han começou a produzir a partir de 105 d.C. o papel para escrita com fibras de cânhamo ou de casca de árvore.
Em 611 d.C. instalam-se manufaturas do papel na Coréia devido a monges.
Tendo o Japão se tornado o melhor produtor de papel devido ao refinamento da técnica.
O Washi, ou papel japonês, até hoje é comercializado no mundo todo.
No século VIII (ano 751), os chineses foram derrotados pelos árabes. Dentre os prisioneiros que caíram nas mãos dos árabes, estavam fabricantes de papel, que levados a Samarkanda, a mais velha cidade da Ásia, transmitiram seus conhecimentos aos árabes.
Ano 950 - O papel chega pela primeira vez na Espanha.
Os primeiros moinhos papeleiros europeus localizaram-se na Espanha, em 1094 a primeira fábrica de papel em Xativa.

- Os moinhos utilizavam martelos movidos a força hidráulica.
No fim do século XVI, os holandeses inventaram uma máquina que permitia desfazer trapos, desintegrando-os até ao estado de fibra.
O primeiro moinho de papel que se tem notícia na América, fica nos Estados Unidos e data de 1690, seu objetivo era atender a demanda da imprensa que já havia se instalado na colônia.
Desde o ano de 1248, a França já fabricava papel artesanalmente.
O primeiro moinho surge na cidade de Troyes, em 1350.
Na Inglaterra, o papel só começa a ser produzido industrialmente em 1460, na cidade de Steuenage e quase um século depois (1558), em Dartford.
Só depois que a fabricação de papel se instalou em Fabriano (Itália), em 1260, é que a produção de papel se disseminou por toda a Europa. Também se deve ao moinho de Fabriano a primeira marca d'água no papel.
Em 1719 o naturalista francês Reaumur sugere o uso da madeira como matéria prima para o fabrico de papel, ao observar que as vespas mastigavam madeira podre e empregavam a pasta resultante para produzir uma substância semelhante ao papel na confecção dos seus ninhos.
Em 1390 é instalada a primeira indústria na Alemanha.
No Brasil a primeira fábrica de papel começou a funcionar no século XIX, com a vinda da família real portuguesa, no Rio de Janeiro, construída por Henrique Nunes Cardoso e Joaquim José da Silva, industriais portugueses transferidos para o Brasil.
Diante da falta de força hidráulica na Holanda, os moinhos de papel passaram a ser acionados pela força dos ventos. Desde 1670, no lugar dos Moinhos de Martelos, passaram a ser utilizadas as Máquinas Refinadoras de Cilindros (Holandesa).
Estados Unidos
Em 1798 teve êxito a invenção, segundo a qual foi possível fabricar papel em máquina de folha contínua. Inventada pelo francês Nicolas Louis Robert.
Marlene Trindade, Artista e Professora da Escola de Belas Artes da Universidade Federal de Minas Gerais, foi quem criou no ano de 1980 o Atelier de Artes da Fibra, onde se deu início à pesquisa do papel artesanal no Brasil.
Referências
MARGOTTA, Alejandro Goethe.
Breve historia do surgimento do papel.
Disponível em: <http://oficinadohistoriador.blogspot.com.br/2011/05/breve-historia-do-surgimeno-do-papel.html>
BARRETO, Raquel Regiz.
A História do papel
. Disponível em: <http://www.coladaweb.com/curiosidades/a-historia-do-papel>
REIS, Maria Carlos.
A História do papel
. Disponível em: <http://naturlink.sapo.pt/Natureza-e-Ambiente/Interessante/content/A-historia-do-papel?bl=1&viewall=true >
Espaço Educar.
História do papel e alguns tipos
. Disponível em: <http://espacoeducar-liza.blogspot.com.br/2009/05/o-papel-historia-do-papel-alguns-tipos.html>
Full transcript