Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Toyotismo

Sistema de organização voltado para a produção
by

Luiz Henrique Ortlieb

on 6 November 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Toyotismo

Toyotismo É um sistema de organização voltado para a produção de mercadorias. O que é? *Mão-de-obra multifuncional e bem qualificada. Os trabalhadores são educados, treinados e qualificados para conhecer todos os processos de produção, podendo atuar em várias áreas do sistema produtivo da empresa. Principais características do Toyotismo: *Uso de controle visual em todas as etapas de produção, como forma de acompanhar e controlar o processo produtivo. *Implantação do sistema de qualidade total em todas as etapas de produção. Além da alta qualidade dos produtos, busca-se evitar ao máximo o desperdício de matérias-primas e tempo. *Aplicação do sistema Just in Time, ou seja, produzir somente o necessário, no tempo necessário e na quantidade necessária. *Uso de pesquisas de mercado para adaptar os produtos às exigências dos clientes. Criado pelo engenheiro japonês Taiichi Ohno no Japão após a Segunda Guerra Mundial, o sistema foi aplicado na fábrica da Toyota. O Toyotismo espalhou-se a partir da década de 1960 por várias regiões do mundo e até hoje é aplicado em muitas empresas. Ao contrário do modelo fordista, que produzia muito e estocava essa produção, no toyotismo só se produzia o necessário, reduzindo ao máximo os estoques. O Toyotismo é um modo de organização da produção capitalista que tinha como elemento principal a flexibilização da produção. Essa flexibilização tinha como objetivo a produção de um bem exatamente no momento em que ele fosse demandado, no chamado Just in Time. Dessa forma, ao trabalhar com pequenos lotes, pretende-se que a qualidade dos produtos seja a máxima possível. O Japão desenvolveu um elevado padrão de qualidade que permitiu a sua inserção nos lucrativos mercados dos países centrais. Um caso que vem a fazer a diferença é a crise do petróleo, que fez com que as organizações que aderiram ao toyotismo tivessem vantagem significativa, pois esse modelo consumia menos energia e matéria-prima, ao contrário do modelo fordista. Assim, através desse modelo de produção, as empresas toyotistas conquistaram grande espaço no cenário mundial. Porém, a utilização do Toyotismo nos países subdesenvolvidos gerou algumas das fragilidades nas relações trabalhistas, onde os direitos trabalhistas e os vínculos entre empregado e patrão tem se tornado frágeis, já que a flexibilidade exige uma qualificação muito alta focando sempre a redução dos custos. Assim o desemprego tem se tornado algo comum, como uma estratégia para evitar as reivindicações e direitos que cada trabalhador necessita. Deste modo o modelo desencadeou um elevado aumento das desigualdades socioeconômicas e uma necessidade desenfreada de aperfeiçoamento constante para simplesmente se manter no mercado. Era Atual 1. Qual a principal idéia do modelo de produção Toyotista? Questões: Era produzir somente o necessário, reduzindo os estoques (flexibilização da produção), produzindo em pequenos lotes, com a máxima qualidade, trocando a padronização pela diversificação e produtividade. Resposta: 2. Cite uma desvantagem do Toyotismo. Desvantagens Os vínculos entre os trabalhadores e o patrão tem se tornado frágeis, já que o modelo exige uma qualificação muito alta, desse modo o modelo desencadeou um elevado aumento das desigualdades socioeconômicas e uma necessidade desenfreada de aperfeiçoamento constante para simplesmente se manter no mercado. Resposta: Obrigado 1ª) É a integração e otimização de todo o processo de manufatura. Tudo o que não agrega valor ao produto é desnecessário e precisa ser eliminado.

2ª) É a melhoria contínua (Kaizen), isto é, uma mentalidade de trabalho em grupo, de visão compartilhada, de revalorização do homem, em todos os níveis, dentro da empresa. Esta mentalidade permite o desenvolvimento das potencialidades humanas, conseguindo o comprometimento de todos pela descentralização do poder.

3ª) É entender e responder às necessidades dos clientes, isto é, a responsabilidade de atender o cliente nos requisitos de qualidade do produto, prazo de entrega e custo. Clientes e fornecedores formam, então, uma extensão do processo de manufatura da empresa. Sistema Just in Time São três idéias básicas: *Melhor atendimento ao cliente;

*Menor perda (maior valor agregado ao produto);

*Maior retorno de investimento;

*Reduzir estoques em processo, produtos acabados e eventualmente matérias-primas;

*Reduzir custos de fabricação;

*Gerar espaços de Fábrica;

*Produzir por métodos que permitam o envolvimento das pessoas (moral, satisfação, desenvolvimento, autocontrole)

*Reduzir o custo e o tempo de transporte dos produtos entre o fornecedor e a empresa solicitante. Vantagens Outra providência da Toyota foi dar aos trabalhadores o poder de parar a linha de produção sempre que encontrassem um problema que não conseguissem resolver. Em segundo lugar, os trabalhadores deveriam analisar sistematicamente cada erro, perguntando sucessivamente “por quê? ” até chegar à causa fundamental. Anderson de Souza Melo
Luiz Henrique O. Ortlieb
Jhon Morales Como começou
Full transcript