Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Recomendações aos Méd

No description
by

Fabrício Ribeiro

on 20 November 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Recomendações aos Méd

Recomendações aos Médicos que exercem a Psicanálise
Primeiros apontamentos

Clínica Psicanalítica I
Fabrício Ribeiro

Freud começa suas questões apontando para dificuldade de
lembrar
de todos os pontos de um caso, a medida que se atende
vários pacientes
;
O analista será exigido
analisar
seis, oito ou mesmo mais pacientes
diariamente
: esforço de memória que pode implicar certa
incredulidade
;
Contudo o pensamento freudiano nos apresenta uma
técnica relativamente simples
, que dispensa qualquer expediente especial:
mesmo tomar notas
;
Recomendações:
anotações

A técnica consiste em não dirigir atenção a nada específico:
atenção uniformemente suspensa
em face de tudo o que se escuta.
Desta maneira o analista será poupado de
esforço

violento
em sua
atenção
: de qualquer modo, não poderia ser mantida por várias horas diariamente;
Ponto fundamental para o trabalho analítico pois ao manter a
atenção flutuante
, busca-se apreender o conteúdo trazido pelo sujeito sem seleção prévia;
A presente regra,
atenção flutuante
, constitui a contrapartida necessária a exigência feita ao paciente: comunique tudo que lhe vier a cabeça –
associação livre
;
Se o
analista
se comportar de outro modo, jogará fora a maior parte da
vantagem
que resulta do
paciente
obedecer à
regra fundamental
da psicanálise;
Desta forma o analista deverá simplesmente
escutar
e não deve preocupar-se se não está
lembrando
de alguma coisa:
memória inconsciente
;
Freud não aconselha a tomada de
notas integrais
, durante as
sessões analíticas
: mesmo referente a dados que podem facilmente
desprender-se da memória
;
Para fixar os pontos que parecem importantes ao analista pode-se pedir para
repeti-los
com o intuito de melhor
fixá-los
;
Tomar notas durante a sessão com o paciente poderia ser
justificado
pela intenção de
publicar um estudo
científico do caso: mas isto
escapa ao método analítico
;
Recomendações:
pesquisas
Uma das reivindicações da psicanálise em seu favor é indubitavelmente, o fato de que, em sua
execução, pesquisa
e
tratamento coincidem;
Entretanto
após certo ponto,
a técnica exigida por uma opõe-se à requerida pelo outro:
ruptura
entre a
construção do caso
e o
trabalho analítico;
Casos
dedicados a
propósitos científicos,
sofrem em seu resultado: enquanto os
casos bem sucedidos
são aqueles em que se
avança,
sem qualquer intuito em vista;
Recomendações:
imparcialidade
Freud demarca a impossibilidade do analista tomar como modelo, durante o tratamento psicanalítico, o cirurgião:
objetividade em realizar a tarefa;
Isto não apenas o colocará num estado desfavorável para o trabalho mas,
impotente diante de certas resistências
do paciente;
A justificativa para exigir essa frieza emocional no analista é que ela cria
condições mais vantajosas
para ambas as partes;
Recomendações:
análise do analista
As
recomendações
estabelecidas por Freud visa constituir para
analista
e
analisando
o modo de apropriar-se do
setting
analítico;
Mas para que o
analista
exerça seu papel no jogo da análise, este deve
submeter
seu próprio inconsciente ao método analítico:
purificação psicanalítica
;
Todo aquele que tome o trabalho a sério deve escolher este curso:
submeter-se a técnica
que oferta ao paciente que leva ao
caminho da cura
;
Os psicanalistas podem
incorrer no erro
de colocar sua própria
individualidade
em debate: luz a guiar o paciente na escuridão de sua doença;
Um
modo equivocado
do analista
superar as resistências
do paciente: apresentando um vislumbre de seus
próprios defeitos
, conflitos e vida íntima;
O
analista
deve ser
opaco
aos seus pacientes e, como um
espelho
, não mostrar-lhes nada, exceto o que lhe é mostrado;
Recomendações:
pedagogia do analista
Outra
tentação
surge da
atividade educativa
que, no tratamento, incumbe ao analista, sem qualquer intenção deliberada de sua parte:
indicar novos objetivos
;
Neste momento o analista deve controlar-se e
guiar-se pelas capacidades do paciente
em vez de por seus próprios desejos;
Nem todo paciente possui grande talento para sublimação: a
ambição educativa
é de tão pouca utilidade quanto a
ambição terapêutica
;
Recomendações:
pedagogia do analista
Freud ao final do texto pergunta-se: até que ponto deve-se buscar

a cooperação intelectual

do paciente no tratamento?

Um modo de

causar credibilidade

no método ofertado pode passar pelo
oferecimento de livros
: esta atitude não

poupa o analista das resistências;
Esta medida geralmente tem o efeito de fazer
surgir prematuramente
a oposição natural ao tratamento: oposição fadada a aparecer, mais cedo ou mais tarde;
Full transcript