Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Dança Folclórica - Carimbó

Trabalho - Teoria e metodologia da dança
by

Amanda Miranda

on 24 September 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Dança Folclórica - Carimbó

Dança folclórica do estado do Pará;
Seu nome vem da expressão indígena CURIMBÓ, que são tambores formados por troncos de árvores escavados por dentro e revestidos em uma das pontas com pele de animal silvestre, que dá ritmo a dança.
Influências indigênas, africanas e portuguesas. CARIMBÓ Final do século XIX - primeiras referências ao termo carimbó;
Década de 1930 - associam o carimbó com as manifestações da religiosidade afro-brasileira, usa-se o termo Folclore regional;
1948, o poeta modernista, Bruno de Menezes: “manifestação de ambientes tradicionais e do anonimato realizado por gentes do interior paraense (...) canoeiros, pescadores, regatões, freteiros, moradores ribeirinhos.”
1970 - interessava aos intelectuais e folcloristas, e ainda era consumido apenas pela periferia de Belém e pelas cidades interioranas.
Atualmente - Duas vertentes (uma tradicionalista e folclórica e outra comercial). Histórico UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA
CENTRO DE DESPORTOS
DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA
Licenciatura em Educação Física
DEF5887 Fundamentos Teórico - Metodológicos da Dança
Professora: Marize Amorim Lopes
Aluna: Amanda Caroline de Miranda VESTIMENTA Os homens devem trajar uma calça curta no estilo pescador, uma camisa que contenha estampas e um lenço vermelho no pescoço.
As mulheres utilizam uma saia rodada e com estampas, uma blusa, colares e flores presas aos cabelos. DANÇA A dança é apresentada em pares.
Começa com duas fileiras de homens e mulheres com a frente voltada para o centro.
Quando a musica começa, o homem deve ir em direção à mulher dançando com trejeitos e arrastando os pés no chão com passos miúdos, chamando a atenção dela.
No bater de palmas ele convida a mulher para dançar com ele.
Os pares se formam ao mesmo tempo em que formam uma grande ciranda.
Elas balançam a saia para que ela atinja a cabeça de seu parceiro, no intuito de humilha-lo para que ele saia da dança. Música Um dos mestres mais conhecidos no Pará foi Lucindo Rebelo da Costa, ou Mestre Lucindo, que compôs muitas canções.
Estas canções falam principalmente do cotidiano dos ribeirinhos e de suas paixões, com suas expressões típicas. "Se eu soubesse que tu vinhas,
Eu fazia o dia maior, dava um nó na fita verde,
Prá prender o raio do Sol". Dança do peru (Peru de Atalaia) Quando um casal vai para o centro da roda, a mulher joga um lenço no chão e seu par deve apanha-lo com a boca.
Se o feito for satisfatório, o homem recebe aplausos.
Caso ele não consiga, a mulher joga a saia em seu rosto e ele deve sair da dança. O carimbó, por ser uma dança folclórica, nos ajuda a conhecer a própria identidade cultural da região norte, pois é reconhecido como “a arte feita e consumida pelo verdadeiro ‘caboclo da gema’”. OBRIGADA!!
Full transcript