Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Untitled Prezi

No description
by

Fátima Piazza

on 21 March 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Untitled Prezi

Curso Superior de Cosmetologia e Estética ESTÉTICA FACIAL II Envelhecimento Extrínseco Fatores que interferem
no envelhecimento Avaliação e Classificação
do envelhecimento cutâneo Envelhecimento Intrínseco Esperado, previsível, inevitável e progressivo;
Desgaste natural do organismo;
A partir dos 25-30 anos
Se agrava entre 40 e 45;
A aparência da pele envelhecida naturalmente é encontrada na face interna do braço, próximo à axila. Efeito cumulativo da radiação ultravioleta (UV).
Pele espessa, seca, áspera, pálida, sulcada. Profa. Fátima Piazza, Msc. A pele é um órgão externo
que sofre diversas
transformações.

-> relacionadas à idade
-> associadas a fatores ambientais
ou comportamentais. Envelhecimento cutâneo Diminuição da elasticidade
Aumento de aspereza e ressecamento
Espessamento da pele
Aparecimento de manchas claras e escuras
Apresenta rugas finas e profundas
Surgimento de telangectasias
Câncer da pele Fotoenvelhecimento Envelhecimento
Cutâneo Epiderme Apêndices Derme Envelhecimento
em 3
dimensões Alterações dermoepidérmicas e do tecido subcutâneo Alterações ósseas
e cartilaginosas Alteração do SMAS Na complexidade do envelhecimento cutâneo
dois processos agem independentes e simultâneos:

* Cronoenvelhecimento -> formado pelos componentes “intrínsecos”, envelhecimento degenerativo determinado geneticamente

* Fotoenvelhecimento, envelhecimento extrínseco ou envelhecimento actínico -> devido a fatores ambientais, principalmente à exposição solar Achatamento da junção dermo-epidérmica
Espessamento variável
Dimensões e formatos celulares variáveis
Diminuição dos melanócitos
Diminuição das células de Langerhans Atrofia (perda de volume da derme)
Alteração da estrutura do tecido conjuntivo
Diminuição dos fibroblastos
Diminuição dos vasos sanguineos
Degeneração das fibras de elastina Pelos despigmentados
Queda dos pelos
Conversão dos pelos terminais em velos
Lâminas ungueais anormais
Diminuição das glândulas Hábitos alimentares
Tabagismo
Hipertensão
Sedentarismo
Fatores hormonais
Estresse * alterações da derme -> perda de elasticidade em combinação com os movimentos dos músculos subjacentes, formando as rugas.
*alterações na textura e cor da pele -> mais fina, com descamação suave, conferindo um aspecto ressecado e sem brilho
*desidratação da pele
* Telangiectasias. Deslocamento do coxim gorduroso e muscular Classificação das alterações
do envelhecimento facial Caminhoneiro que se expôs ao sol por 28 anos. Estudo da universidade de rochester - USA, 2010. A idade da pele de um indivíduo pode ser mensurada pela presença de determinadas alterações como, por exemplo, rugas, sulcos, flacidez, perda volumétrica, pigmentação alterada ou por uma avaliação global da aparência. Classificação das rugas por Tsuji e cols. Classificação das rugas por Lapiere e Pierard Direção das rugas Formato das rugas “Se as rugas na testa são inevitáveis,
não deixe que elas
se inscrevam no coração.
O espírito não precisa envelhecer.” 1 – Rugas Frontais

2 – Rugas glabelares

3 – Rugas externas dos olhos

4 - Rugas da pálpebra inferior

5 – Sulco nasogeniano

6 – Rugas periorais

7 – Queda do ângulo da boca * As linhas de tensão fornecem base para o enrugamento da pele associadas a certas expressões faciais. Maio (2004) Região frontal: rugas horizontais, rugas glabelares -> resultam da contração do músculo frontal.

Região orbital: rugas externas dos olhos (pés de galinha)
-> são provocadas pela contração do músculo orbicular das pálpebras.

Região nasal: rugas nasogenianas (bigode chinês)
rugas transversais, queda da ponta nasal, exacerbação do ângulo nasolabial.
->Surgem devido à ação dos músculos elevadores do lábio superior e dos zigomáticos. Raiz do nariz (horizontais e verticais): desenvolvem-se sob a ação dos músculos piramidal e superciliar.
Região perioral: rugas periorais e queda do ângulo labial. (Código de barras). Contorno dos lábios.
->Causadas pelas contrações do orbicular dos lábios.

Região malar e terço médio da face: apagamento da eminência malar, depressão do sulco nasolabial, ptose facial, pregas e rugas em geral.

Região do mento: apagamento da linha mandibular, pregas submandibulares.

Região cervical: acúmulo de gordura entre a mandíbula e o osso hióide, pregas transversais profundas, linhas e rugas verticais desde a mandíbula até o tórax.
Full transcript