Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

China e Japão: ambições e concorrência mundiais

No description
by

Adèle Charbonnel

on 6 May 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of China e Japão: ambições e concorrência mundiais

China e Japão: ambições e concorrência mundiais
Duas potências mundiais
A China e o Japão são dois gigantes econômicos do continente, que representam 70% do PIB asiático. Eles têm elementos de civilização em comum: a civilização chinesa influenciou uma grande parte da Asia cujo vários países que foram dominados pelo império do meio. O Japão tembém foi influenciado pela sua civilização.

Durante a guerra sino-japonesa em 1895 os dois países foram opostos.

Em 1937, o Japão invadiu a China. Desde então, houve tensões entre as duas potências.

A concorrência no leadership da Asia oriental
O leste da Ásia: uma zona em desenvolvimento que ganha cada vez mais importância na globalização, especialemente hoje graças a dois grandes países, a China e o Japão. Quem será o leader do continente ? Enquanto a China substitui o Japão no lugar da segunda economia mundial, ela parece atingir no século atual o seu apogeu. Contudo, o Japão fica uma grande potência, fazando parte da tríade, mesmo se perdeu muito das suas ambições depois da sua derrota no fim da Segunda Guerra Mundial. Além disso, sendo a principal potência emergente do mundo, a China também é uma ditadura comunista.
Quais são hoje as ambições das duas potências e como é que se
traduz a concorrência entre elas ?
CHINA:

O sistema político faz muita repressão. Desde a repressão violenta das manifestações na Praça de Tiananmen, em 1989, os oponentes são presos. O acesso à Internet permanece rigidamente controlado e as informações censuradas.
Ela pode dificilmente exportar o seu modelo económico.
Tem muitas disparidades: ume grande parte da população, principalmente rural, é muito pobre.
Além disso, a política do filho único pode levar ao envelhecimento da população e já produziu um desequilíbrio entre os sexos.
Duas potências com limites
Zen japonês
Supremacia tecnológica
Supremacia financeira
"Laboratório do mundo"
BRICS
MAS:

Problemas com o respeito dos direitos do homem: a liberdade de expressão está muito reduzida.

Ela mantém uma moeda fraca

Além disso, o seu nível de vida fica bastante baixo.
MAS:

O Japão é dependante das exportações de matérias primas

Tem uma taxa de crescimento fraca

O país é vulnerável a desastres naturais

Ele é um 'anão político "
"oficina do mundo"
Soft Power: "cool japan"
Difusão de gastronomia japonesa
Uma concorrência regional:

O Japão domina no domínio da tecnologia e da economia internacional. A China é a 1a potência mundial portanto regional. Além disso, as duas economias são cada vez mais integradas.

Os intercâmbios entre os dois países aumentaram e o comercio entre eles representa 3% dos intercâmbios internacionais.
O Japão é o segundo parceiro económico da China, atrás dos Estados Unidos.
A China representa 20% do comércio exterior do Japão.
As empresas japonesas delocalisaram-se para a China eo Japão é o maior importador de IDE na China. Mais de 20 000 empresas japonesas estão agora presentes na China.
500.000 chineses se instalaram no Japão e são principalmente estudantes.
130.000 japoneses vivem na China, a maioria dos quais são funcionários de empresas japonesas.

A concorrência entre os 2 países impedem cooperação económica global na região.
Uma concorrência geopolítica:

O Japão quer normalizar as suas relações com os países da Ásia e do Pacífico. A China quer apagar a sua imagem ameaçadora, apesar das tensões permanecerem com os seus vizinhos, especialmente sobre as questões de fronteira. Por exemplo, as tenções entre a China e a Coreia do sul também ameaça o Japão. Os dois países são também sobre a questão das ilhas Senkaku que pertencem ao Japão mas que são revendicadas pela China.
Dois assuntos estão causando graves hostilidades entre o Japão ea China: a corrida aos armamentos e acesso aos recursos energéticos.
JAPÃO:

E o país mais endividado do mundo.
A crise económica de 2008 teve impactos muito importantes sobre ele.
Existe uma elevada taxa de suicídio.
O envelhecimento acelera por causa da fraca taxa de fecundidade. Em cima disso, ele recusa a imigração por razões culturais.
Devido as várias catástrofes naturais, há uma perda de confiança na segurança do seu modelo.
Tanto a China como o Japão não são potências completas a escala mundial.
Localmente, a sua concorrência não exclui complementaridades: a emergência económica da zona é benefica para os dois países.
Full transcript