Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Untitled Prezi

No description
by

WELLINGTON BRITO

on 26 July 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Untitled Prezi

Fatores ambientais de risco
para Dengue no Distrito Federal - DF


2ª Guerra mundial
Proporcionou uma desordem Ecológica
MEDIDAS PREVENTIVAS
OBRIGADO.
DENGUE
O QUE É?
Estudantes
:
Cristiane Santana
Heloísa Freire
Nathalia Firmino
Stephanie Freitas
Wellington Brito






Doença causada por um vírus da família Flaviviridae.
4 SOROTIPOS
DEN 1
DEN 2
DEN 3
DEN 4

Vetor:
Aedes aegypti.
Perfil
*

Febre Alta
*
Dor de Cabeça

*
Dores nas costas
e dores musculares
*

Exantemas

Sangramento
Choque Circulatório
Dengue Clássica
Dengue Hemorrágica


Pode chegar à 45 dias
Período de vida
do mosquito:
Fêmea - Transmissora do vírus
Incubação - até 10 dias
Boa Vista
Rio de Janeiro
1986
1981/1982
Cidade Pequena
X
Cidade Grande
Menos povoada
Eixo com maior concentração populacional
Distrito Federal
1986
Fatores Favoráveis
à exposição
Autóctones em 1997
Planaltina
Sobradinho
Guará
São Sebastião
Maior número de casos em 2006
Fonte: Catão, R.C et al,2009.
Fonte:Adaptação Ministério da Saúde
Fonte: dengue.or.br
Fonte:Adaptação Ministério da Saúde.
UnB-Faculdade UnB Planaltina
Curso: Gestão Ambiental
Condições Ambientais
Condições Culturais
Condições Sociais
Mudança na Paisagem
Populacional
Jogar lixo na rua
Aumento Populacional

Urbanização sem Planejamento

Caixas d'água destampadas

Ornamentações

Próprio controle do Mosquito


Uso e ocupação do solo
Dificuldades na Intervenção;
Temperaturas mais elevadas;
Precipitações Pluviométricas Abundantes;
Ocupação acelerada do solo;
Ocupação irregular de terras
Impactos negativos ao ambiente
Combate/Notificação/Subnotificação
Controle
Erradicação
Saneamento
do meio
ambiente
Educação
Comunicação,
Informação
Combate ao Vetor.
Depósitos artificiais = oviposição;

Crescimento urbano condições precárias de saneamento básico

moradia inadequada

fatores educacionais/culturais


condições favoráveis
Medidas de intervenção para diminuição dos riscos
Ampliação da vigilância epidemiológica trazendo todos os setores das comunidades para um trabalho coletivo;

Investir na educação dos jovens para tentar diminuir ou eliminar a resistência por parte dos adultos quando na intervenção dos agentes;

Regularizar terras, bem como promover o adequado saneamento evitando potenciais focos de dengue;
Regularizar o uso do solo;
Eliminação dos focos de dengue com a conscientização por campanhas educativas e ações dos serviços de saúde locais;



Envolver todos os
setores da sociedade
Obrigado.
Programas com baixíssima ou mesmo nenhuma participação da comunidade, sem integração intersetorial e com pequena utilização do instrumental epidemiológico mostraram-se incapazes de conter um vetor com altíssima capacidade de adaptação ao novo ambiente criado pela urbanização acelerada e pelos novos hábitos (Ministério da Saúde).

Fonte: Guimarães, M.A; et al (2013).
Full transcript