Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Património Material & Imaterial da Humanidade em Portugal

No description
by

José Russiano

on 1 July 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Património Material & Imaterial da Humanidade em Portugal

MOSTEIRO DA BATALHA
CENTRO HISTÓRICO DE EVORA
MOSTEIRO DOS JERÓNIMOS
Em 1983 a UNESCO classificou-o como "Património Cultural de toda a Humanidade".
O Mosteiro dos Jerónimos é uma notável peça de arquitectura mandada construir pelo Rei D. Manuel I no início do séc. XVI. É considerado a “joia” do estilo manuelino
PATRIMÓNIO CULTURAL IMATERIAL DA HUMANIDADE EM PORTUGAL
TORRE DE BELÉM
MOSTEIRO DE ALCOBAÇA
 

 

Património Material & Imaterial da Humanidade em Portugal
 

A torre de Belém foi considerada património mundial da UNESCO em 1983.
A sua construção ficou a dever-se ao rei Manuel I para a defesa do rio e para a protecção de Lisboa.
O Mosteiro de Alcobaça foi considerada Patrimonio Mundial em 1989, e é considerada umas mais importantes abadias europeias.
PALÁCIO DA PENA
CENTRO HISTÓRICO DE ANGRA DO HEROISMO
A Angra do Heroismo, foi um porto obrigatório entre a Europa e os outros continentes desde o início dos descobrimentos.
Situa-se na iIlha Terceira e é desde 1983, considerado como património mundial
CASTELO DE GUIMARÃES
Marcado pelos episódios que deram origem à Nação Portuguesa, o Castelo de Guimarães terá assistido também ao nascimento do primeiro Rei de Portugal, D. Afonso Henriques.
Foi mandado edificar por, Mumadona Dias, que herdara do seu marido o governo das terras de Portucale. Esta estrutura defensiva tinha como finalidade a recolha da população em caso de ataque e a defesa do mosteiro que, Mumadona, também ali mandou edificar.

Foi erguido por vontade de D. João I, como agradecimento pela vitória dos Portugueses sobre os Espanhóis na Batalha de Aljubarrota no ano de 1385. É o grande monumento do gótico final português, onde surgiu um dos primeiros exemplos do estilo manuelino. Testemunho da troca de influências nas artes, é um dos mais belos conjuntos monacais da Europa do fim da Idade Média. O Mosteiro está inscrito na lista do Património Mundial da UNESCO em 1983.


No séc. XIX, Sintra foi um dos primeiros locais na Europa onde a arquitectura romântica foi practicada.
O rei casado com a rainha D. Maria II, transformou as ruínas de um mosteiro em castelo, reunindo de forma genial elementos góticos, egípcios, islâmicos e renascentistas, envolvido por um parque de vegetação exuberante e exótica, ao gosto da época. O mesmo modelo foi seguido noutros palácios da Serra de Sintra e serviu de inspiração noutras paisagens europeias.
Foi classificada, em 1995, pela Unesco, Paisagem Cultural


Évora teve o século XV, quando foi residência dos reis de Portugal.
O seu carácter único vem das casas caiadas de branco, das decorações interiores em azulejo e dos balcões de ferro forjado tornando-a num conjunto urbano representativo de um período histórico (séculos XVI a XVIII).
O Centro Histórico de Évora é um espaço urbano intramuros, classificado como Património Mundial da UNESCO em 1986, localizado na cidade de Évora.

VALE DO CÔA
Floresta Laurissilva classificada desde 1999
Convento de Cristo em Tomar património mundial desde 1984
Livraria Lello no Porto
Cais da Ribeira
ESTAÇÃO DE S. BENTO

Douro Vinhateiro
Praça Forte de Elvas
Paisagem Cultural da Vinha da Ilha do Pico
Universidade de Coimbra
Os sítios de arte rupestre do Vale do Coa situam-se ao longo das margens do rio Coa, sobretudo no município de Vila Nova de Foz Coa.

Forma uma rara concentração de arte rupestre composta por gravuras em pedra datadas do Paleolítico Superior (22 000–10 000 a.C.), constituindo o mais antigo registo de actividade humana de gravação existente no mundo.
O património mundial enriqueceu-se em 1994 com o achado do maior complexo de arte rupestre paleolítico ao ar livre conhecido até hoje. Há 20 000 anos, o homem gravou milhares de desenhos representando cavalos e bovídeos nas rochas xistosas do vale do Coa, afluente do rio Douro.

Foi 16.º local com esta classificação em Portugal.
Classificado como Património Cultural da Humanidade desde 1996.
RIBEIRA DO PORTO
A Ribeira é um dos locais mais antigos e típicos da cidade Porto. Localizada na freguesia de São Nicolau, junto ao Rio Douro, faz parte do Centro Histórico do Porto, Património Mundial da UNESCO.
No início da Idade Moderna, o castelo era composto por três cortinas defensivas, conservando as duas mais antigas importantes estruturas do período muçulmano.
Com planta poligonal estrelada, a defesa desenvolvia-se em doze frentes, composta por sete baluartes, três meio-baluartes, dois redondos, oito meias-luas e três contra-guardas, além de cortinas monumentais. No interior, em área urbana de marcadas características militares, abrigavam-se os quartéis e casernas casamatadas para as tropas, depósitos e paióis.
Considerado património mundial da UNESCO em 2012.
CANTE ALENTEJANO
Durante a fase de análise, a candidatura portuguesa foi considerada pela UNESCO, como “um dos bons exemplos de candidaturas selecionadas pelo comité”.
A candidatura do cante alentejano a Património da Humanidade foi entregue à UNESCO em março de 2013, tendo sido a actuação aplaudida de pé no final.
FADO
Quando a candidatura portuguesa foi entregue em 2011, foi considerada como exemplar pelos peritos da UNESCO. Os seus embaixadores foram os grandes nomes como a Mariza e Carlos do Carmo.
O FADO é a tradição viva de Portugal, com raízes profundas e presença estruturante na história sociocultural do País, capaz de integrar influências poéticas, musicais, culturais e tecnológicas diversificadas, desenhando um trajecto de gradual consagração, ao longo do qual ultrapassou todas as fronteiras a que inicialmente foi sujeito.
Conquistando definitivamente para si o terreno da poesia erudita, mediatizou-se ao longo do século XX com as carreiras de Amália Rodrigues e Carlos do Carmo, assumindo protagonismo nas salas de espetáculo mais prestigiadas do mundo
DIETA MEDITERRÂNICA
A Dieta Mediterrânica é um património cultural, histórico, social, territorial e ambiental, que tem sido transmitido de geração em geração durante séculos, e que está intimamente ligado ao estilo de vida dos povos do Mediterrâneo. E apesar de Portugal não ser banhado por este mar, verificam-se elementos mediterrânicos nos traços fundamentais do clima, da geografia, da economia, da cultura e nas formas de vida dos portugueses.
A Dieta Mediterrânica foi declarada, a 16 de Novembro de 2010, Património Cultural Imaterial da Humanidade pela UNESCO
Full transcript