The Internet belongs to everyone. Let’s keep it that way.

Protect Net Neutrality
Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Prioridades

Pequeno resumo de como definir prioridades
by

Luis Filipe

on 27 November 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Prioridades

Definir prioridades
o que é mais importante para mim...
(do latim prior, -oris, que está mais frente)

Preferência conferida a alguém, relativamente ao tempo de realização do seu direito, com preterição do de outros.
Definição de Prioridade
Não esquecer!
Tarefa Importante: a que vai contribuir directamente para os objetivos. Quando é importante deve-se dedicar tempo para a sua realização.
Estratégia 1:
matriz de prioridades
Tarefa Urgente: a que tem um prazo de finalização imediato. Quanto é urgente deve-se realizar no momento.
Se uma tarefa é urgente e importante (Q1), então tem que ser feita já e é necessário dedicar muito tempo, tornando-se prioritária.
1. começar por definir quais as tarefas que são urgentes (que têm um prazo de finalização imediato e que devem ser realizadas no momento)
2. clarificar qual o grau de importância da tarefa para a concretização do objectivo final
tempo disponível
- por vezes há tarefas que são as únicas que encaixam numa determinada janela de tempo;
Estratégia 2: processos mais simples
Preço
Duração
Local
Total
Hipótese 1
Hipótese 2
Hipótese 3
1
2
2
1
1
3
2
2
3
7
4
6
Primeiro ponto: as tarefas
Deve, antes de qualquer atividade:

1- definir os objetivos!

2- fazer uma lista das tarefas para a realização do objetivo.

3- definir importância e urgência.

4- definir o tempo para cada uma.

5 - identificar os contratempos.
O mais difícil é sempre começar
Aquele que se empenha a resolver as dificuldades resolve-as antes que elas surjam. Aquele que se ultrapassa a vencer os inimigos triunfa antes que as suas ameaças se concretizem.
Sun Tzu (A arte da guerra)
Elaborado por:
2015
a prioridade faz referência à anterioridade de algo relativamente a outra coisa, (pode ser no tempo ou na ordem). Aquilo ou aquele que tem prioridade encontra-se em primeiro em comparação com outras pessoas ou coisas.
Uma resolução bem sucedida demora tempo a ser adquirida, praticada e afinada.
Algum grau de frustração é inevitável e é de esperar que aconteça.
Não gerimos o tempo, mas as prioridades.
As tarefas podem ser: importantes e/ou urgentes
sabendo que uma coisa pode ser muito ou pouco importante...
e que, por outro lado, pode ser urgente ou não...
Assim:
Se uma tarefa é importante mas não é urgente (Q2) então devemos dedicar-lhe algum tempo, podendo constituir uma oportunidade.
Uma tarefa urgente, mas não importante (Q3), pode ser realizada rapidamente mas deve ser entendida como secundária face a tarefas mais importantes e urgentes.
Finalmente, uma tarefa que não seja nem urgente, nem im- portante (Q4) que demora pouco tempo e que não tem de ser feita já, deve ficar no fim da lista das prioridades.
Pode-se priorizar também em função de:
pressão exercida para executar a tarefa
- a pressão que a pessoa sofre para cumprir os objetivos pode ser tanta que leva a optar por essa tarefa em vez de outra...
resultados esperados
- mais racional e mais virada para os proveitos imediatos;
Comparar as tarefas lado a lado, analisando os prós e contras de duas ou mais tarefas para decidir qual a melhor resposta.
No caso de serem mais de dois deve optar por uma avaliação em grelha, atribuindo uma pontuação para cada item (definido previamente - por exemplo: preço, localização, duração, etc.).
Atribuindo pontos:
A hipótese 1 parece ser a melhor alternativa
Pouco Importante
Muito Importante
Pouco
Urgente
Muito
Urgente
70%
15%
10%
5%
Idealmente, devemos dedicar 70% do nosso tempo a tarefas que não são urgentes mas são importantes e apenas 15% a tarefas urgentes e importantes.
Devemos dedicar 10% do tempo a tarefas urgentes mas que não são importantes e os restantes 5% a tarefas que não são nem importantes nem urgentes.
Segundo ponto: algumas estratégias
Ou ainda:
Método ABC
Classificar as prioridades em 3 níveis:
A - apenas 1 ou 2 - as mais importantes
B - 2 ou 3 - importantes, mas não essenciais
C - menos importantes, tarefas rotineiras, simples e que até pode ser outra pessoa a fazer...
O que é prioritário para ti?
Família?
Trabalho?
Lazer?
Casa?
Amigos?
Desporto?
Full transcript